CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Ocaso

Concebido em 18 de dezembro de 2016 às 20h e 57min, no Povoado de São Jorge - GO
Concluído em 29 de dezembro de 2017 às 12h e 57min, em Olinda - PE

Morre o dia à tarde numa hemorragia.
Noturna abóbada ébria tudo gira.
Alto o olho de um hepático se revira.
Nuvens pálidas como mãos vazias.

O horizonte suspira letargia.
À noite se pare o que o dia conspira.
O silêncio sufoca tamanha ira.
Das estrelas cego o ego em suas orgias.

Sinistro escrutínio de olhos no escuro.
Sentimentos pululam obscuros.
Cântico entoam artrópodes à cripta.

Mãos dadas com o rio os meus dedos duros.
Tempo imolado evolam-se murmúrios...
Nas pupilas sem fundo algo crepita.

Autor: Adolfo J. de Lima.

Submited by

sexta-feira, fevereiro 23, 2018 - 23:09

Poesia :

Your rating: None (1 vote)

Adolfo

imagem de Adolfo
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 18 semanas 6 dias
Membro desde: 05/12/2011
Conteúdos:
Pontos: 3573

Comentários

imagem de Joel

bom

muito bom

imagem de Adolfo

De acordo!

Acerca do poema, tenho que concordar contigo! kkkkk Mas o momento da concepção não poderia ter sido pior... Melhor... Pior...

Até mais!

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Adolfo

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Soneto "Deus está morto!" 4 2.117 03/06/2020 - 22:34 Português
Poesia/Soneto Quatro de Copas 0 439 03/06/2020 - 22:33 Português
Poesia/Soneto Cântico do cântaro 0 428 03/04/2020 - 07:18 Português
Poesia/Soneto Autumnus 0 251 01/17/2020 - 01:59 Português
Poesia/Soneto Stigma 0 265 01/15/2020 - 08:15 Português
Poesia/Desilusão Versos natimortos 2 595 01/15/2020 - 08:05 Português
Poesia/Tristeza Cicatriz 3 1.515 03/21/2018 - 23:49 Português
Poesia/Fantasia Meu pequeno mito da criação 5 1.107 03/18/2018 - 20:29 Português
Poesia/Desilusão 18 - Uísque 2 2.162 03/18/2018 - 20:28 Português
Poesia/Desilusão Uma nau sem rumo 2 1.579 03/18/2018 - 20:25 Português
Poesia/Soneto Ocaso 2 1.262 03/18/2018 - 20:24 Português
Poesia/Soneto Pontius Pilatus 1 2.208 02/28/2018 - 17:24 Português
Poesia/Soneto Boemia 1 1.237 02/27/2018 - 19:05 Português
Poesia/Paixão Konijntje 2 1.061 04/20/2017 - 17:11 Português
Poesia/Erótico Austeridade 2 1.495 04/14/2017 - 15:48 Português
Poesia/Soneto Última lua juntos 1 1.438 01/20/2017 - 10:50 Português
Poesia/Amor Leviatã 0 1.193 02/23/2016 - 00:36 Português
Poesia/Paixão A sós em Cabo Branco 2 1.694 08/27/2014 - 22:21 Português
Poesia/Haikai Hai-kai da lua 1 3.908 06/14/2014 - 00:07 Português
Poesia/Poetrix Do quarto-minguante 2 1.305 06/13/2014 - 23:35 Português
Poesia/Intervenção Choque! 0 1.495 06/21/2013 - 20:30 Português
Poesia/Soneto Eu quero ver a grande confusão! 0 1.622 06/19/2013 - 22:31 Português
Poesia/Soneto Revisão De Princípios - Fim Dos Princípios 0 1.908 04/12/2013 - 01:31 Português
Poesia/Meditação Aranhas 0 2.421 04/05/2013 - 01:49 Português
Poesia/Soneto Cochilo do ímpeto 1 1.780 04/04/2013 - 10:43 Português