CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Olhai para os camponeses da terra!


Ah! O homem e a mulher do campo
Esses que com o suor de seus rostos colocam o alimento na mesa
Os mesmos que são explorados
E que só desejam um pedaço de terra
Que sonha e luta incansavelmente
Para sustentar sua família e ter uma vida melhor.

Por que grandes porções de terras
Tem que ficar concentrada nas mãos de um único proprietário?
Uma reforma agrária beneficia
Pequenos agricultores
Além de que favorece o reconhecimento
Do valor social da terra.

O que a mídia jornalística diz sobre isso?
O que o agronegócio contribui para a questão?
O camponês é quem coloca o alimento na mesa do brasileiro
Então, oh! Céus,
A reforma agrária é a redistribuição justa da terra.
Olhai para os camponeses da terra
Vede em seus rostos o suor do seu trabalho
E deixai-os cultivar!

Tantas terras nas mãos de um pequeno grupos de pessoas
Tantas bocas que precisam do alimento
Tantas mãos que querem produzir...
Entregai-lhe, as terras!
Grandes latifúndios a perder de vistas
Terras não cultivadas, não exploradas
Deixai os trabalhadores trabalhar!

Olhai os camponeses da terra
Oh! Céus
E deixai as terras nas mãos de quem produz
Se assim fizeres
Nossa nação será melhor alimentada
Com alimentos distribuídos pelos camponeses!

Poema: Odair José, Poeta Cacerense

www.odairpoetacacerense.blogspot.com

Submited by

quarta-feira, janeiro 4, 2023 - 11:48

Poesia :

No votes yet

Odairjsilva

imagem de Odairjsilva
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 2 horas 15 minutos
Membro desde: 04/07/2009
Conteúdos:
Pontos: 16258

Comentários

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Odairjsilva

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Pensamentos Aqui deitarei o meu reinado 6 140 07/20/2024 - 23:15 Português
Poesia/Amor As tramas sutis do amor 6 178 07/20/2024 - 14:07 Português
Poesia/Amor Um mistério que seduz 6 129 07/19/2024 - 23:58 Português
Poesia/Desilusão Saudade que sufoca 6 220 07/19/2024 - 13:23 Português
Poesia/Paixão Linda morena 6 210 07/18/2024 - 14:14 Português
Poesia/Pensamentos Arautos da ignorância 7 385 07/17/2024 - 13:51 Português
Poesia/Intervenção A poesia para os tristes 6 302 07/16/2024 - 19:34 Português
Poesia/Amor A mensagem do amor em seus enredos 6 253 07/15/2024 - 23:35 Português
Poesia/Meditação A loucura da verdade 6 282 07/15/2024 - 13:45 Português
Poesia/Canção Tudo o que desejei 6 199 07/14/2024 - 17:02 Português
Poesia/Pensamentos Palavras escritas para os perdidos 6 766 07/13/2024 - 14:36 Português
Poesia/Amor Amanhã, quem sabe? 6 182 07/12/2024 - 13:50 Português
Poesia/Desilusão O tempo faz esquecer 6 313 07/11/2024 - 14:37 Português
Poesia/Pensamentos Esquecemos o que aconteceu ontem 6 682 07/10/2024 - 16:47 Português
Poesia/Desilusão Passados recompostos 6 496 07/09/2024 - 15:15 Português
Poesia/Desilusão Fere como um punhal 6 330 07/08/2024 - 16:19 Português
Poesia/Pensamentos Que mundo criamos? 6 592 07/07/2024 - 14:34 Português
Poesia/Intervenção Convoco os poetas 8 429 07/07/2024 - 14:28 Português
Poesia/Pensamentos Todas as canções possíveis 6 914 07/05/2024 - 14:21 Português
Poesia/Dedicado Canção ao Festival de Pesca 6 253 07/04/2024 - 14:55 Português
Poesia/Amor No silêncio da noite 6 234 07/03/2024 - 23:34 Português
Poesia/Desilusão Um olhar que se foi 6 382 07/02/2024 - 17:08 Português
Poesia/Amor Para tão longo amor 6 265 07/01/2024 - 13:51 Português
Poesia/Paixão Êxtase 6 176 06/30/2024 - 14:01 Português
Poesia/Pensamentos Escravos da mentira e do vento 6 1.071 06/29/2024 - 15:23 Português