CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

para recordar

enquanto eu aguentei,
brinquei o carnaval,
brinquei, brinquei, brinquei
e foi muito legal,

eu ia de buzu,
não queria nem saber,
já na praça cairú,
de tudo eu podia vê

sempre vinha uma cigana,
querendo ler minhas mãos,
quando ela via os canas,
mudava de direção

o elevador lacerda,
subia com emoção,
mentalizando uma reza,
para acalmar o coração,

na praça municipal,
começava a me animar,
em fim o carnaval,
estava a me esperar,

ia na praça do sé,
em seguida no Pelourinho,
comia um acarajé,
já indo por outro caminho,

na ladeira da praça,
no china eu tinha que passar,
vende uma esfirra massa,
não conseguia dispensar,

chegando na praça castro alves,
sentava pra descansar,
rei momo já estava com a chave,
o trio já começava a tocar,

e assim eu subia correndo,
a avenida 7 sem parar,
todo mundo se espremendo,
era difícil de passar,

já no relógio de são pedro,
parava pra respirar,
o que antes era medo,
transformaram-se num bem estar,

dai pra frente a gente seguia,
até no campo grande chegar,
para tomar um banho de água fria,
num chuveirão que existe por lá,

parece ser cansativo,
mas eu garanto que era legal,
guardo uma coisa comigo,
não tem nada melhor que o carnaval,

isso foi apenas um resumo,
de antigos carnavais,
uma coisa não me acostumo,
que esse tempo não volta mais.

Getúlio David dos Santos

Submited by

terça-feira, fevereiro 13, 2024 - 16:37

Poesia :

No votes yet

gege

imagem de gege
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 6 dias 5 horas
Membro desde: 07/26/2009
Conteúdos:
Pontos: 2825

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of gege

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Pensamentos Bem-estar 0 136 04/09/2024 - 18:50 Português
Poesia/Dedicado Minha Cidade 0 127 03/29/2024 - 00:38 Português
Poesia/Geral agora foi que deu 0 159 03/20/2024 - 20:16 Português
Poesia/Dedicado Parabéns Mulheres 0 225 03/08/2024 - 02:14 Português
Poesia/Fantasia Um Rei 0 244 02/27/2024 - 18:43 Português
Poesia/Canção para recordar 0 334 02/13/2024 - 16:37 Português
Poesia/Geral recado 0 354 02/05/2024 - 17:23 Português
Poesia/Canção antigamente 0 343 01/31/2024 - 22:48 Português
Poesia/Canção Viagem para África 0 396 01/19/2024 - 20:21 Português
Poesia/Geral Um presidente cadeirante, quem sabe um dia?! 0 387 01/09/2024 - 19:41 Português
Poesia/Canção Munguzá com samba 0 534 12/22/2023 - 22:26 Português
Poesia/Canção Rosto molhado 0 511 12/14/2023 - 16:44 Português
Poesia/Canção Peixe e Marisco 0 410 12/07/2023 - 17:55 Português
Poesia/Canção Caranguejo 0 539 11/14/2023 - 17:36 Português
Poesia/Canção Amor de Borboleta 0 499 11/05/2023 - 16:00 Português
Poesia/Dedicado Uma noite mágica 0 540 10/25/2023 - 10:42 Português
Poesia/Geral Feijão felicidade 0 705 10/11/2023 - 01:26 Português
Poesia/Geral Viagem imaginária 0 719 09/23/2023 - 19:07 Português
Poesia/Geral O manguezal pede S.O.S 0 849 09/01/2023 - 02:33 Português
Poesia/Geral Oração ao cérebro 0 1.055 08/20/2023 - 00:22 Português
Poesia/Geral Esse foi o recado 0 457 08/16/2023 - 09:20 Português
Poesia/Dedicado Sofá fenomenal 0 959 07/29/2023 - 23:50 Português
Poesia/Pensamentos Navalha 0 1.003 07/27/2023 - 01:13 Português
Poesia/Geral Obrigado poesia! 0 686 07/16/2023 - 18:08 Português
Poesia/Dedicado Aos profissionais do Sarah 0 1.179 07/13/2023 - 01:38 Português