CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Patetice

Os Idiotas caminham sem no chão tocar.
O seu coração bate rápido sem parar.
Dizem-se apaixonados,
encantados,
como se um elixir tivessem tomado.

Os idiotas
Escrevem poemas de um amor
que em folha nenhuma cabe.
Um incomensuravel sentimento,
que lhe condiciona o pensamento,com palavras
que nem o próprio pensamento sabe.

A idiotice é fomentada,
A razão abandonada
num albergue de neuronios
onde deixaram de funcionar com o todo.

Mas o idiota, esse, não deixa de sonhar falsos sonhos
de olhos arregalados, também eles apaixonados,
que contemplam, amores, beijos e caricias
só por seus olhos contemplados.

Só nas suas retinas,
está pintado um sonho,
onde meninas de mãos dadas
Rodopiam cantando uma melodia
que conta uma relação de inúmeras tentativas falhadas.
 

Submited by

segunda-feira, julho 4, 2011 - 13:00

Poesia :

No votes yet

Outro

imagem de Outro
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 3 anos 39 semanas
Membro desde: 03/02/2010
Conteúdos:
Pontos: 884

Comentários

imagem de Librisscriptaest

:)

Já tinha saudades de te ler! Então passei por aqui e vim espreitar! Adorei esta visão sobre os idiotas, aqueles que ainda deixam que o sonho os leve pela mão e ainda ousam ser felizes num mundo de sensatos sem piada nenhuma!

Beijinho em ti!

Inês

imagem de Outro

Obrigado

Obrigado Inês!! Sabes que também me é delicioso e mesmo guloso, ler-te.

A ti e a muitos mais neste site maravilhoso.

Desculpa se  o "contra-comentario" demorou, mas tenho tido pouco tempo para

aqui vir. A minha neste momento éstá igual a ela própria..um Turbilhão.

Agradecido. bjs.

imagem de SuzeteBrainer

Gostei muito da tua análise

Gostei muito da tua análise sobre a patetice e mais ainda, no ritmo do humor(irônico) e da tua boa poesia ...

A tua poesia é sempre uma boa garantia de ótima leitura!smiley

imagem de Outro

Patetices

Obrigado. Toda a poesia é boa porque expele sempre qualquer coisa. Espero que tenhas estado Também pateta. bjs

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Outro

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Ministério da Poesia/Geral Saudades Uterinas* 0 832 02/21/2011 - 15:14 Português
Ministério da Poesia/Geral XR2044 0 921 02/21/2011 - 14:36 Português
Ministério da Poesia/Geral Torradas do Pão que o Diabo Amassa 0 712 02/21/2011 - 14:34 Português
Ministério da Poesia/Geral Sopa de Queixumes 0 486 02/21/2011 - 14:32 Português
Ministério da Poesia/Geral Solidão 0 656 02/21/2011 - 14:31 Português
Ministério da Poesia/Geral Sentidos Apurados 0 817 02/21/2011 - 14:30 Português
Ministério da Poesia/Geral Saldos da Vida 0 628 02/21/2011 - 14:27 Português
Ministério da Poesia/Geral Realações Descartáveis 0 529 02/21/2011 - 14:26 Português
Ministério da Poesia/Geral Prompt Etaminal 0 654 02/21/2011 - 14:25 Português
Ministério da Poesia/Geral Poesia Neurocirurgica 0 439 02/21/2011 - 14:23 Português
Ministério da Poesia/Geral Poema Solúvel 0 404 02/21/2011 - 14:22 Português
Ministério da Poesia/Geral Perdas Derrotas e Amputações 0 604 02/21/2011 - 14:21 Português
Ministério da Poesia/Geral P de Tudo 0 351 02/21/2011 - 14:18 Português
Ministério da Poesia/Geral O Sistema 0 587 02/21/2011 - 14:17 Português
Ministério da Poesia/Geral O Meu Naufragio 0 336 02/21/2011 - 14:13 Português
Ministério da Poesia/Geral O Empréstimo 0 463 02/21/2011 - 14:12 Português
Ministério da Poesia/Geral O Ciclo 0 504 02/21/2011 - 14:11 Português
Ministério da Poesia/Geral Mulher 0 549 02/21/2011 - 14:08 Português
Ministério da Poesia/Geral Modas Literarias 0 810 02/21/2011 - 14:06 Português
Ministério da Poesia/Geral Mnemonica 0 604 02/21/2011 - 14:04 Português
Ministério da Poesia/Geral Mnemonica 0 340 02/21/2011 - 14:03 Português
Ministério da Poesia/Geral Metada do que Sou 0 416 02/21/2011 - 14:02 Português
Ministério da Poesia/Geral Meno Zero 0 607 02/21/2011 - 14:00 Português
Ministério da Poesia/Geral Materializar 0 514 02/21/2011 - 13:59 Português
Ministério da Poesia/Geral Mãe 0 427 02/21/2011 - 13:56 Português