Patetice

Os Idiotas caminham sem no chão tocar.
O seu coração bate rápido sem parar.
Dizem-se apaixonados,
encantados,
como se um elixir tivessem tomado.

Os idiotas
Escrevem poemas de um amor
que em folha nenhuma cabe.
Um incomensuravel sentimento,
que lhe condiciona o pensamento,com palavras
que nem o próprio pensamento sabe.

A idiotice é fomentada,
A razão abandonada
num albergue de neuronios
onde deixaram de funcionar com o todo.

Mas o idiota, esse, não deixa de sonhar falsos sonhos
de olhos arregalados, também eles apaixonados,
que contemplam, amores, beijos e caricias
só por seus olhos contemplados.

Só nas suas retinas,
está pintado um sonho,
onde meninas de mãos dadas
Rodopiam cantando uma melodia
que conta uma relação de inúmeras tentativas falhadas.
 

Submited by

Lunes, Julio 4, 2011 - 12:00

Poesia :

Sin votos aún

Outro

Imagen de Outro
Desconectado
Título: Membro
Last seen: Hace 2 años 2 semanas
Integró: 03/02/2010
Posts:
Points: 890

Comentarios

Imagen de Librisscriptaest

:)

Já tinha saudades de te ler! Então passei por aqui e vim espreitar! Adorei esta visão sobre os idiotas, aqueles que ainda deixam que o sonho os leve pela mão e ainda ousam ser felizes num mundo de sensatos sem piada nenhuma!

Beijinho em ti!

Inês

Imagen de Outro

Obrigado

Obrigado Inês!! Sabes que também me é delicioso e mesmo guloso, ler-te.

A ti e a muitos mais neste site maravilhoso.

Desculpa se  o "contra-comentario" demorou, mas tenho tido pouco tempo para

aqui vir. A minha neste momento éstá igual a ela própria..um Turbilhão.

Agradecido. bjs.

Imagen de SuzeteBrainer

Gostei muito da tua análise

Gostei muito da tua análise sobre a patetice e mais ainda, no ritmo do humor(irônico) e da tua boa poesia ...

A tua poesia é sempre uma boa garantia de ótima leitura!smiley

Imagen de Outro

Patetices

Obrigado. Toda a poesia é boa porque expele sempre qualquer coisa. Espero que tenhas estado Também pateta. bjs

Add comment

Inicie sesión para enviar comentarios

other contents of Outro

Tema Título Respuestas Lecturas Último envíoordenar por icono Idioma
Poesia/General Ao volante do Chevrolet pela estrada de Sintra- Álvaro de Campos -Poema Pintado- Paint sobre Paint 0 795 01/17/2018 - 21:11 Portuguese
Poesia/General O Astro Rei 0 963 01/14/2018 - 16:14 Portuguese
Poesia/General Imagina lá tu... 0 1.643 01/14/2018 - 15:54 Portuguese
Poesia/General Alfanumérico 0 1.203 01/13/2018 - 12:56 Portuguese
Poesia/General Raízes 0 689 01/11/2018 - 17:45 Portuguese
Poesia/General Inteligência Artificial 0 911 01/07/2018 - 18:32 Portuguese
Poesia/General Canção ás Minhas 3 Meninas 0 739 01/02/2018 - 10:13 Portuguese
Poesia/General contemplamento 0 679 01/01/2018 - 16:27 Portuguese
Poesia/Amor Livros 0 1.084 12/15/2017 - 15:06 Portuguese
Poesia/General As Grandes Guerras 2 1.527 07/27/2011 - 13:36 Portuguese
Poesia/General Patetice 4 1.544 07/27/2011 - 13:17 Portuguese
Poesia/General Palavras Caídas 0 1.518 07/27/2011 - 12:45 Portuguese
Poesia/General Palavreados 0 1.346 07/05/2011 - 12:23 Portuguese
Poesia/General Hermético 0 2.824 06/19/2011 - 21:54 Portuguese
Poesia/General Sinapse em Tilt 0 2.561 06/05/2011 - 10:57 Portuguese
Poesia/General Convite Para Lançamento de Livro 0 2.699 05/18/2011 - 17:38 Portuguese
Poesia/General Não Tenho Titulo Para Isto 13 2.049 04/27/2011 - 14:23 Portuguese
Poesia/General Os Encalhados 4 2.396 04/27/2011 - 08:17 Portuguese
Poesia/General Silêncios 4 1.600 04/17/2011 - 22:44 Portuguese
Poesia/General Escrito Por Todos Nós 0 2.008 03/17/2011 - 15:45 Portuguese
Poesia/General In Perfeição 3 1.186 03/15/2011 - 21:50 Portuguese
Poesia/General Valium 1 2.276 03/12/2011 - 23:44 Portuguese
Poesia/General "Tu" 0 1.854 03/12/2011 - 15:37 Portuguese
Poesia/General "Porque a Galinha Atravessa a Estrada?" 0 1.696 03/12/2011 - 14:53 Portuguese
Poesia/General "Eu" 1 1.462 03/10/2011 - 23:51 Portuguese