CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Por oceanos e mares escorre

Vive no ar mas pelo mar morre
Afogado na ânsia de matar a sede.
À deriva, em mar alto, ninguém acorre
Clamores vãos que a solidão impede.

Que fogo é este que em mim escorre
De tão leve a chama me consome, acidental.
Que leve brisa se levanta e percorre
Quando de um sopro, anseio um vendaval.

Por oceanos e mares escorre
Sal e suor de tempos em que o fogo ardia…
Quis Neptuno, que o mar percorre,
Pôr como finda tal fantasia.

Diz-se que o Homem sem sonhos morre…
Pois bem, que me seja dada essa sina.
Pois apagada a chama ninguém me acorre
Quando apenas a solidão me ilumina.

Por: Nuno Barradas

Submited by

terça-feira, março 5, 2013 - 01:33

Poesia :

No votes yet

nmsb

imagem de nmsb
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 7 anos 2 semanas
Membro desde: 01/29/2013
Conteúdos:
Pontos: 26

Comentários

imagem de Deby

belíssimo

belíssimo

imagem de nmsb

Obrigado!

Obrigado!

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of nmsb

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Geral Amar e Sorrir 0 428 05/28/2013 - 00:13 Português
Poesia/Amor Por oceanos e mares escorre 2 428 03/05/2013 - 04:12 Português
Poesia/Amor Longa Jornada 0 405 02/23/2013 - 03:05 Português
Poesia/Amor Acabou 0 417 02/11/2013 - 01:57 Português
Poesia/Amor A sina do (des)encontro 0 416 01/29/2013 - 03:03 Português