CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Que se calem todas as vozes!

Será mesmo que temos escolhas
Ou tudo já foi escolhido antecipadamente
E somos apenas induzidos a acreditar nas falácias
De que a escolha é nossa
E as consequências também.

E se dissessem que este não é o caminho
Que andamos a ermo e nem mesmo sabemos para onde estamos indo
Porque nunca saímos do mesmo lugar onde sempre estivemos
Que tudo não passava de sonhos que nunca foram sonhados?

Já pensou que quando você acredita
Que está subindo as escadas
Na verdade não existe escada nenhuma e é tudo fruto da sua imaginação
Que não passa de uma construção metafórica
Ondulações de mares que sucumbiram na escuridão?

Canções de marasmos
Versos rasgados pelo chão em folhas levadas pelo vento
Palavras que se perdem na imensidão
De uma ignóbil solidão atroz de oradores medíocres
E alguém grita na multidão:
Que se calem todas as vozes!

Talvez o destino seja apenas as cores desbotadas nas paredes
O som estridente em suas têmporas atrofiadas
Desejos de pessoas atordoadas com a temporalidade
Loucos desvairados em suas máquinas desenfreadas
Pelas ruas agitadas das grandes cidades
E ninguém liga para o que acontece com você.

Será mesmo que eu escolhi levantar hoje cedo
Trabalhar o dia todo
E nem mesmo saber o que aconteceu nas trilhas das formigas
Que carregavam folhas no portão da minha casa?

Se existe uma escolha para o viver
Diga-me onde estava nos momentos em que desejava estar aqui
E não sabes o que aconteceu ontem a noite
Porque ouviu alguém esbaforido gritando a todos pulmões:
Que se calem todas as vozes!

Poema: Odair José, Poeta Cacerense

www.odairpoetacacerense.blogspot.com

Submited by

sexta-feira, abril 15, 2022 - 01:43

Poesia :

No votes yet

Odairjsilva

imagem de Odairjsilva
Online
Título: Membro
Última vez online: há 54 minutos 16 segundos
Membro desde: 04/07/2009
Conteúdos:
Pontos: 7703

Comentários

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Odairjsilva

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Pensamentos De mãos dadas com a Morte 3 28 05/18/2022 - 18:53 Português
Poesia/Pensamentos Do pensamento 3 57 05/17/2022 - 18:36 Português
Poesia/Desilusão O teu olhar 3 45 05/16/2022 - 23:29 Português
Poesia/Intervenção Destruam essa arte 3 46 05/16/2022 - 18:38 Português
Poesia/Desilusão Silenciosa sombra de solidão 3 46 05/16/2022 - 12:38 Português
Poesia/Amor Saber entender, crescer e viver 3 72 05/13/2022 - 19:25 Português
Poesia/Meditação Cantem as canções que não escrevi 3 56 05/12/2022 - 22:56 Português
Poesia/Tristeza Alma em suplício 3 48 05/11/2022 - 23:12 Português
Poesia/Meditação Feliz com sua presença 3 76 05/11/2022 - 18:42 Português
Poesia/Desilusão Insensatez 3 67 05/10/2022 - 18:37 Português
Poesia/Pensamentos Eu navegarei 3 60 05/09/2022 - 23:13 Português
Poesia/Pensamentos Fantasmas de um tempo passado 3 101 05/09/2022 - 13:28 Português
Poesia/Dedicado Mãe, o maior amor que pode existir 3 77 05/08/2022 - 20:33 Português
Poesia/Dedicado Mãe - Eu canto a ti o amor! 3 71 05/06/2022 - 23:57 Português
Poesia/Meditação Dias melhores virão 3 126 05/06/2022 - 19:01 Português
Poesia/Meditação A impossibilidade física da morte na mente de alguém que está vivo 3 76 05/05/2022 - 19:11 Português
Poesia/Meditação O peso do mundo 3 66 05/04/2022 - 23:02 Português
Poesia/Meditação E se não estiver tudo bem? 3 80 05/04/2022 - 18:45 Português
Poesia/Amor Inimaginável 3 82 05/03/2022 - 18:34 Português
Poesia/Tristeza Querida solidão 3 82 05/02/2022 - 18:29 Português
Poesia/Intervenção Não lastimo o próximo perigo 3 124 05/02/2022 - 12:41 Português
Poesia/Pensamentos Palavras apenas não servem 3 68 04/30/2022 - 21:59 Português
Poesia/Fantasia Enquanto dormia 3 89 04/29/2022 - 23:56 Português
Poesia/Meditação Resta um poeta morto! 3 101 04/28/2022 - 20:45 Português
Poesia/Meditação Corra com os cavalos 3 67 04/28/2022 - 18:23 Português