CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Queria tanto

Outra vez
As palavras são como martelos
A esmiuçar o meu ser
Fazendo-me soltar gritos
Que sente o meu coração…
Uma grande dor!

Golpes brutais
Dilaceram os meus sonhos
Aqueles que sempre tive com você.

O que abraça o meu corpo
É a agonia,
O medo de perder-te
E a saudade tomar conta de mim.

Liberte-me!
Solte-me dessas correntes
Que sejam golpeados os grilhões
Que prendem a minha alma.

O espelho revela-me
A dor que está em meus olhos
A infelicidade
Que transtorna-me silenciosamente.

Eu ainda te amo
Com aquele amor tão profundo
Que revela os meus olhos.

E eu queria tanto
Que seus olhos brilhassem para mim
Que visse o meu sentimento
E aceitasse-me junto a ti.

Andaria eu por toda terra
Saltando de alegria
Pela felicidade em encontrar-te.

Mas, todo esse esforço é vão
Se seus olhos já não estão aqui
Minhas palavras são soltas ao vento
Da desilusão...

Poema: Odair José, o Poeta Cacerense

www.odairpoetacacerense.blogspot.com

Submited by

quarta-feira, maio 16, 2018 - 02:59

Poesia :

No votes yet

Odairjsilva

imagem de Odairjsilva
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 20 horas 42 minutos
Membro desde: 04/07/2009
Conteúdos:
Pontos: 3042

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Odairjsilva

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Prosas/Contos O senhor acabou com a vida da minha mãe 0 5 09/18/2018 - 01:47 Português
Poesia/Tristeza O tempo que não passou em mim 0 30 09/01/2018 - 00:28 Português
Prosas/Drama Encontro fatal 1 162 08/02/2018 - 16:43 Português
Poesia/Meditação Na voracidade do tempo 0 432 07/04/2018 - 01:12 Português
Poesia/Meditação Escrevo e descrevo minh’alma 0 233 06/13/2018 - 01:33 Português
Poesia/Meditação Não deixe vacilar os meus pés 0 152 06/13/2018 - 01:31 Português
Poesia/Desilusão Espinhos 0 212 06/05/2018 - 20:48 Português
Poesia/Amor Veneno 0 341 06/04/2018 - 18:57 Português
Poesia/Pensamentos A dor do poeta 0 185 05/23/2018 - 20:05 Português
Poesia/Tristeza O lado escuro do sol 0 197 05/23/2018 - 03:25 Português
Poesia/Fantasia Pele morena 0 125 05/22/2018 - 03:05 Português
Prosas/Drama Nos olhos negros daquela mulher 0 191 05/21/2018 - 19:57 Português
Poesia/Desilusão Palavras vazias 0 261 05/19/2018 - 01:37 Português
Poesia/Desilusão Queria tanto 0 116 05/16/2018 - 02:59 Português
Poesia/Desilusão A invenção das inverdades 0 108 05/16/2018 - 02:24 Português
Poesia/Tristeza O trágico fim do amor 0 119 05/15/2018 - 19:44 Português
Poesia/Amor Debaixo da Figueira 0 226 05/15/2018 - 00:21 Português
Poesia/Amor Que seu coração era como as areias do mar 0 125 05/12/2018 - 01:01 Português
Poesia/Amor O anelo de um sonho lindo 0 182 05/09/2018 - 00:23 Português
Poesia/Amor E se eu não tivesse encontrado você 0 168 05/08/2018 - 23:37 Português
Poesia/Tristeza Onde o cão e o lobo uivam para a lua 0 102 05/04/2018 - 00:16 Português
Poesia/Amor Saiu da alma, virou poesia 0 140 05/03/2018 - 03:23 Português
Poesia/Dedicado Homenagem a uma professora 0 161 05/02/2018 - 03:43 Português
Poesia/Canção Nostalgia 0 258 05/01/2018 - 04:52 Português
Prosas/Drama O estranho caso de Cindy 0 135 05/01/2018 - 04:15 Português