CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Resto de chão

A morte corta o ar
Um corpo se perde
Frágil, mancha de lágrimas,
O pedaço que é proclamado
Seu resto de chão.
Sutil perda da sensibilidade
Cada sopro que nos toca,
Parte com ele um pouco
De nossa humanidade.
De todos os sonhos possíveis
O de sorrir sem motivos,
É o mais triste.
De todas as sensações perdidas
As causadas pelo próprio homem,
É o que eu mais faz almas perdidas.
De todos os olhares tortos
O Julgamento fica por conta,
Daqueles que se dizem superiores
Mas são pobres de espirito.

Submited by

quarta-feira, outubro 10, 2012 - 13:45

Poesia :

No votes yet

Pablo Gabriel

imagem de Pablo Gabriel
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 1 semana 6 dias
Membro desde: 05/02/2011
Conteúdos:
Pontos: 2926

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Pablo Gabriel

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Amor Armas e poesias 0 559 04/10/2015 - 14:38 Português
Poesia/Meditação Engrenagem 0 554 03/24/2015 - 18:20 Português
Poesia/Meditação Margens 0 484 03/17/2015 - 15:43 Português
Críticas/Outros Apaixone-se pelo gesto e não pelo objeto! 0 857 03/06/2015 - 18:44 Português
Poesia/Meditação Possuir 0 891 03/04/2015 - 15:28 Português
Poesia/Meditação Pálida Noite 0 577 02/27/2015 - 15:52 Português
Críticas/Outros Sobre a educação, porcos e diamantes. 0 779 02/20/2015 - 14:21 Português
Poesia/Meditação Entretempo 0 987 02/19/2015 - 17:46 Português
Críticas/Outros Tempo 0 1.031 02/06/2015 - 13:38 Português
Críticas/Outros Boca seca 0 1.222 01/31/2015 - 13:08 Português
Críticas/Outros Coito interrompido 0 823 01/31/2015 - 13:05 Português
Poesia/Meditação Falência programada 0 765 09/19/2014 - 19:43 Português
Fotos/Outros Silencio, inocente. 0 1.250 09/18/2014 - 13:57 Português
Poesia/Geral Ao acaso 0 1.624 09/04/2014 - 14:10 Português
Críticas/Outros anacrônico 0 1.042 09/02/2014 - 02:25 Português
Críticas/Outros Sobre a eleição, sujeiras e confiança. 0 627 08/28/2014 - 16:20 Português
Poesia/Geral Tempo? 0 1.023 08/27/2014 - 15:01 Português
Críticas/Outros Desbotar 0 1.397 08/25/2014 - 22:35 Português
Poesia/Geral Morro 0 560 08/19/2014 - 19:18 Português
Poesia/Amor Gatuno 0 613 08/18/2014 - 15:23 Português
Poesia/Meditação Pulsar 0 712 08/14/2014 - 13:27 Português
Fotos/Outros Mordaça 0 1.386 08/06/2014 - 20:08 Português
Poesia/Meditação Movimentos 0 411 08/04/2014 - 17:17 Português
Críticas/Outros A imbecilidade na forma politica. 0 1.294 07/29/2014 - 15:39 Português
Fotos/Outros Elementos 0 973 07/23/2014 - 14:02 Português