CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

A rua feita de cabeças

Conta-se uma incrível história
De tempos imemoriais da cidade
Onde ruas foram feitas de cabeças.
Conto-vos, melhor a narrativa
De uma época tão singular
Para que ninguém dela se esqueça.

Antes mesmo de haver asfalto
Quando a poeira era normal
Nas tardes da seca estação.
Difícil trafegar nas terras arenosas
E cascalho também faltava
Que pudesse cobrir o chão.

Quando chegava a época das chuvas
Tudo alagava como um pântano
E tornava-se um grande lamaçal.
Não havia nenhum calçamento
Nas ruas estreitas de nossa vila
A princesinha do nosso Pantanal.

Para preencher os buracos das ruas
Crânios de bovinos eram improvisados
Para as poças de águas e lama tapar.
As cabeças de animais abatidos
Nas redondezas da cidade para consumo
Tornava-se o meio seguro para caminhar.

Quem percorre as ruas do espaço central
E trafegue sobre os paralelepípedos
Saiba você e nunca se esqueça.
Que um dia a nossa cidade bicentenária
Teve seus logradouros cobertos de crânios
E a singular rua das cabeças.

Poema: Odair José, Poeta Cacerense

www.odairpoetacacerense.blogspot.com

Submited by

sábado, dezembro 26, 2020 - 13:30

Poesia :

No votes yet

Odairjsilva

imagem de Odairjsilva
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 1 dia 1 hora
Membro desde: 04/07/2009
Conteúdos:
Pontos: 5193

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Odairjsilva

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Intervenção As virgens imprudentes 0 108 02/25/2021 - 14:03 Português
Poesia/Amor Desejo imenso 0 174 02/24/2021 - 20:47 Português
Poesia/Tristeza Escrevo-te para contar como estou 0 129 02/23/2021 - 18:23 Português
Poesia/Desilusão As mil partes do meu coração 0 103 02/22/2021 - 19:38 Português
Poesia/Paixão Diário de uma paixão 0 81 02/20/2021 - 21:06 Português
Poesia/Desilusão Por que tudo se acaba com o vento? 0 104 02/19/2021 - 18:13 Português
Poesia/Desilusão Será que não lembra? 0 139 02/18/2021 - 14:57 Português
Poesia/Meditação A Personagem 0 135 02/17/2021 - 18:42 Português
Poesia/Meditação Não ter medo de encarar os desafios da vida! 0 150 02/15/2021 - 18:51 Português
Poesia/Tristeza A dor escondeu-se no silêncio 0 154 02/15/2021 - 11:48 Português
Poesia/Intervenção As sobras da vida 0 151 02/13/2021 - 19:13 Português
Poesia/Intervenção Hipócritas 0 169 02/12/2021 - 18:49 Português
Poesia/Paixão No alvorecer do seu olhar 0 81 02/11/2021 - 18:13 Português
Poesia/Amor A deusa da minha poesia 0 161 02/11/2021 - 13:18 Português
Poesia/Intervenção Hiroshima 0 85 02/10/2021 - 17:53 Português
Poesia/Meditação Não tenha medo do silêncio 0 106 02/09/2021 - 18:42 Português
Poesia/Tristeza De tudo ficou um pouco 0 111 02/08/2021 - 22:41 Português
Poesia/Desilusão Essa religião 0 76 02/08/2021 - 17:31 Português
Poesia/Intervenção Mal acariciada pelo destino 0 144 02/06/2021 - 20:57 Português
Poesia/Desilusão Se eu soubesse que a dor fosse tão terrível assim 0 151 02/05/2021 - 21:51 Português
Poesia/Desilusão Os teus passos parecem que tem o som da solidão 0 136 02/05/2021 - 17:27 Português
Poesia/Intervenção Protestos de um morador de rua eloquente 0 117 02/04/2021 - 21:46 Português
Poesia/Paixão Porque certas pessoas são cegas em suas paixões 2 163 02/04/2021 - 21:45 Português
Poesia/Intervenção A incapacidade monstruosa de se levar algo assim tão a sério 0 145 02/03/2021 - 18:14 Português
Poesia/Tristeza O poema ainda não está pronto 2 145 02/03/2021 - 18:13 Português