CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Segredos ocultos profundamente

Pode ser que alguém até diga que não os tem
Mas, todos temos deles,
Às vezes, estão escondidos até de nós mesmos
E sem o conhecimento
A vida não vale nada.
Será que não estamos exilados
Fora do nosso mundo real?
E quem pode questionar
A insensatez da juventude?
Isso merece mesmo uma reflexão
Porque nem sempre podemos ser o bom samaritano
Principalmente quando tocam
Em algum nervo exposto
Jamais a alma que perdoa pode ser esquecida.
Que o passado seja desenterrado
Que o coração seja aberto
Que a alma revele segredos ocultos profundamente
Partilhe comigo a sua essência íntima.
Será que não nos tornamos criaturas inertes
Perdemos o espírito
E vivemos uma vida sem propósito?
O futuro pode não guardar mistérios e esperanças
E o passado pode não ter existido
Somente a emoção do presente
Importa para a maioria das pessoas.
As coisas não podem continuar como estão
Somos todos prisioneiros numa cela de seda
Se tão somente nos esquecermos
Do que pode nos esperar além do horizonte.

Poema: Odair José, Poeta Cacerense

www.odairpoetacacerense.blogspot.com

Submited by

domingo, janeiro 23, 2022 - 13:19

Poesia :

No votes yet

Odairjsilva

imagem de Odairjsilva
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 18 horas 45 minutos
Membro desde: 04/07/2009
Conteúdos:
Pontos: 7775

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Odairjsilva

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Amor Em busca de um sonho 3 36 05/27/2022 - 19:08 Português
Poesia/Desilusão Estou aqui se quiser me ver 3 69 05/26/2022 - 20:42 Português
Poesia/Pensamentos Tranquilidade 3 50 05/25/2022 - 18:39 Português
Poesia/Intervenção Contemplem atentamente o caos 3 62 05/24/2022 - 23:11 Português
Poesia/Intervenção Altas horas 3 62 05/23/2022 - 18:16 Português
Poesia/Intervenção Sangue nos olhos 3 111 05/23/2022 - 13:35 Português
Poesia/Intervenção Sustentabilidade 3 38 05/20/2022 - 22:22 Português
Poesia/Amor Se te amo tanto assim 3 93 05/20/2022 - 18:32 Português
Poesia/Desilusão A maior de todas as mentiras 3 56 05/19/2022 - 18:55 Português
Poesia/Pensamentos De mãos dadas com a Morte 3 121 05/18/2022 - 18:53 Português
Poesia/Pensamentos Do pensamento 3 108 05/17/2022 - 18:36 Português
Poesia/Desilusão O teu olhar 3 69 05/16/2022 - 23:29 Português
Poesia/Intervenção Destruam essa arte 3 59 05/16/2022 - 18:38 Português
Poesia/Desilusão Silenciosa sombra de solidão 3 56 05/16/2022 - 12:38 Português
Poesia/Amor Saber entender, crescer e viver 3 87 05/13/2022 - 19:25 Português
Poesia/Meditação Cantem as canções que não escrevi 3 66 05/12/2022 - 22:56 Português
Poesia/Tristeza Alma em suplício 3 54 05/11/2022 - 23:12 Português
Poesia/Meditação Feliz com sua presença 3 81 05/11/2022 - 18:42 Português
Poesia/Desilusão Insensatez 3 72 05/10/2022 - 18:37 Português
Poesia/Pensamentos Eu navegarei 3 64 05/09/2022 - 23:13 Português
Poesia/Pensamentos Fantasmas de um tempo passado 3 136 05/09/2022 - 13:28 Português
Poesia/Dedicado Mãe, o maior amor que pode existir 3 85 05/08/2022 - 20:33 Português
Poesia/Dedicado Mãe - Eu canto a ti o amor! 3 76 05/06/2022 - 23:57 Português
Poesia/Meditação Dias melhores virão 3 158 05/06/2022 - 19:01 Português
Poesia/Meditação A impossibilidade física da morte na mente de alguém que está vivo 3 82 05/05/2022 - 19:11 Português