CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Serei coração perdido

Trancar as portas não adianta nada
Nunca adiantou
O vento entra pelas janelas
E as folhas caem pelo chão.

Um dia eu desejei a solidão
Ela simplesmente não me quis
Apenas olhou sorrateira e partiu
Como se eu fosse a tristeza alada.

Serei coração partido
Na manhã do tempo
Onde meus passos foram contados
E proibidos de caminharem.

Nada pode ser tão profundo
Como a incerteza do amanhã
Quando não haverá mais motivos
Para sonhar com aquele sorriso.

Eu até pensei em parar
Não queria mais agir daquela forma
O espantalho foi sacudido
E nem um pássaro ousou violar o lugar.

Havia um silêncio perturbador
Uma voz que sussurrava
Ninguém parecia prestar atenção
Até onde as crianças puderam brincar.

Agora há um silêncio vazio
Nas tardes de uma primavera sombria
Onde os olhos não conseguem ver
A esperança de belos dias.

Serei coração perdido, eu já disse,
Se ninguém ouvir os clamores
Das pessoas que querem a liberdade
E o melhor para a nossa sociedade.

Poema: Odair José, Poeta Cacerense

www.odairpoetacacerense.blogspot.com

Submited by

quarta-feira, novembro 18, 2020 - 20:20

Poesia :

No votes yet

Odairjsilva

imagem de Odairjsilva
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 15 horas 1 minuto
Membro desde: 04/07/2009
Conteúdos:
Pontos: 6537

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Odairjsilva

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Meditação Sabotagem 0 26 12/07/2021 - 18:44 Português
Poesia/Intervenção Melancolia 0 16 12/06/2021 - 18:56 Português
Poesia/Amor No infinito das recordações 0 24 12/06/2021 - 18:51 Português
Poesia/Desilusão Esquecer não vai mudar nada 0 48 12/03/2021 - 18:17 Português
Poesia/Paixão Na doçura do teu sorriso 0 60 12/02/2021 - 15:12 Português
Poesia/Intervenção O vale dos esquecidos 0 40 12/01/2021 - 18:51 Português
Poesia/Meditação Que eu saiba 0 42 12/01/2021 - 18:50 Português
Poesia/Pensamentos Sozinho 0 86 11/30/2021 - 18:01 Português
Poesia/Pensamentos Invisibilidade 0 72 11/30/2021 - 17:58 Português
Poesia/Meditação O cavaleiro, a morte e o demônio 0 77 11/27/2021 - 11:26 Português
Poesia/Desilusão Horas silenciosas 0 74 11/26/2021 - 18:42 Português
Poesia/Intervenção Não se pode matar as palavras 0 107 11/24/2021 - 18:18 Português
Poesia/Intervenção Você ainda acredita no amor? 0 282 11/23/2021 - 19:21 Português
Poesia/Desilusão Depois dos corações, as pedras 0 129 11/22/2021 - 19:13 Português
Poesia/Paixão Faz de conta... 0 90 11/22/2021 - 19:11 Português
Poesia/Intervenção Ser negro 0 135 11/20/2021 - 11:13 Português
Poesia/Desilusão Feche a porta ao sair 0 89 11/19/2021 - 21:02 Português
Poesia/Desilusão Não sei andar sozinho 0 234 11/17/2021 - 23:04 Português
Poesia/Meditação Anjos 0 64 11/17/2021 - 22:23 Português
Poesia/Pensamentos Prefiro não escrever 0 79 11/15/2021 - 15:15 Português
Poesia/Meditação Serafins 0 75 11/15/2021 - 15:13 Português
Poesia/Meditação Querubim 0 56 11/15/2021 - 15:11 Português
Poesia/Alegria 48 0 71 11/13/2021 - 11:24 Português
Poesia/Alegria O epílogo dos 47 0 95 11/12/2021 - 18:10 Português
Poesia/Amor A última lua escondida nas montanhas 0 207 11/11/2021 - 20:17 Português