CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Sofá fenomenal

Sinto-me um pouco acanhado,

Mas, agora vou contar,

Acho que estou apaixonado,

Por um sofá que existe lá,

Lá num cantinho recostado,

Da minha casa um sofá,

Pois quando eu estou estressado,

Só ele para me acalmar,

Basta eu chegar do seu lado,

Sinto ele me puxar,

Há que alivio danado,

Ao senti-lo me massagear,

É como se eu fosse apalpado,

No lugar certo de se apalpar,

Quando tem alguém nele sentado,

Basta eu me aproximar,

Logo ele fica esvaziado,

Mesmo sem nada eu falar,

Todos já devem ter notado,

O que entre ele e eu há,

Não foi nada premeditado,

E assim, nem dá para explicar,

Sei que antes de eu o ter comprado,

Não tinha pressa de chegar,

Agora volto sempre apressado,

Só pensando nele me deitar,

Dor no corpo agora é passado,

E se existe nem dá pra notar,

Não falo donde ele foi comprado,

Para de graça não fazer comercial,

Agradeço a Deus por eu ter encontrado,

Esse sofá fenomenal.

Aviso aos interessados,

Talvez eu possa até confessar,

Aonde ele foi comprado mediante aos trocados,

Que eu estou demais a precisar.

Rápido que estou correndo o risco,

De sem ele ficar,

Foi a minha mulher que disse isso,

Homem o que tem esse sofá?

Mulher é que ele não fala,

-nada que possa me aporrinhar,

Ao contrario ele me enfeita a sala,

Isso você não pode negar,

Vai querida fala,

Será que isso me negará?

Submited by

sábado, julho 29, 2023 - 23:50

Poesia :

No votes yet

gege

imagem de gege
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 6 dias 3 horas
Membro desde: 07/26/2009
Conteúdos:
Pontos: 2825

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of gege

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Pensamentos Bem-estar 0 134 04/09/2024 - 18:50 Português
Poesia/Dedicado Minha Cidade 0 126 03/29/2024 - 00:38 Português
Poesia/Geral agora foi que deu 0 159 03/20/2024 - 20:16 Português
Poesia/Dedicado Parabéns Mulheres 0 224 03/08/2024 - 02:14 Português
Poesia/Fantasia Um Rei 0 243 02/27/2024 - 18:43 Português
Poesia/Canção para recordar 0 334 02/13/2024 - 16:37 Português
Poesia/Geral recado 0 354 02/05/2024 - 17:23 Português
Poesia/Canção antigamente 0 342 01/31/2024 - 22:48 Português
Poesia/Canção Viagem para África 0 395 01/19/2024 - 20:21 Português
Poesia/Geral Um presidente cadeirante, quem sabe um dia?! 0 386 01/09/2024 - 19:41 Português
Poesia/Canção Munguzá com samba 0 534 12/22/2023 - 22:26 Português
Poesia/Canção Rosto molhado 0 511 12/14/2023 - 16:44 Português
Poesia/Canção Peixe e Marisco 0 410 12/07/2023 - 17:55 Português
Poesia/Canção Caranguejo 0 539 11/14/2023 - 17:36 Português
Poesia/Canção Amor de Borboleta 0 499 11/05/2023 - 16:00 Português
Poesia/Dedicado Uma noite mágica 0 540 10/25/2023 - 10:42 Português
Poesia/Geral Feijão felicidade 0 705 10/11/2023 - 01:26 Português
Poesia/Geral Viagem imaginária 0 718 09/23/2023 - 19:07 Português
Poesia/Geral O manguezal pede S.O.S 0 849 09/01/2023 - 02:33 Português
Poesia/Geral Oração ao cérebro 0 1.054 08/20/2023 - 00:22 Português
Poesia/Geral Esse foi o recado 0 456 08/16/2023 - 09:20 Português
Poesia/Dedicado Sofá fenomenal 0 958 07/29/2023 - 23:50 Português
Poesia/Pensamentos Navalha 0 1.002 07/27/2023 - 01:13 Português
Poesia/Geral Obrigado poesia! 0 685 07/16/2023 - 18:08 Português
Poesia/Dedicado Aos profissionais do Sarah 0 1.178 07/13/2023 - 01:38 Português