CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Sou mesmo um idiota

Sou mesmo um idiota por não perceber
O quanto ela gosta de mim.
Por não entender todas às vezes que ela chama o meu nome
Por ser egoísta o tempo todo…
Sou mesmo um idiota por não ver
Às lágrimas nos seus olhos
Todas às vezes que sente saudades do meu jeito tolo de ser
De quando escrevo meus poemas sem sentidos…
Sou mesmo um idiota por não acreditar no amor
Nas suas fantasias
E nas suas ilusões…
Sou mesmo um idiota por deixar o tempo passar
E não dizer a ela o quanto eu a amo
E o quanto ela é minha fonte de inspiração
Mesmo quando está distante de mim.
Sou mesmo um idiota por não notar o seu sorriso
Quando digo minhas piadas bobas
E nem seu olhar de esperança
Quando falo-lhe de estarmos juntos.
Sou mesmo um idiota quando não digo o que sinto
Quando não mando mensagens
E não ligo para saber como foi o seu dia
Nem quais são os seus sonhos.
Eu sou um idiota por tudo isso
Sou idiota por chorar às escondidas
E por falsificar os meus projetos
Que não quero que ninguém saiba.
Sou um verdadeiro idiota por acreditar
Que a liberdade tem um preço alto a ser pago
E o caminho que escolhi para seguir
Não permite que olhe para essas coisas.
Eu sou o mais idiota dos idiotas
Por fazer tudo errado
E não dar ouvidos as lamúrias que ouço no silêncio
Porque quero ficar só no meu canto.
Sou mesmo um idiota
E idiota hei de ser sempre
Que decido ir pelas minhas convicções
E não pelas ideias de terceiros.
Portanto, não ofende-me ao dizer que sou idiota
Pois sei que o sou
E sei que é a minha sina carregar o fardo
De ser apenas um idiota!

Poema: Odair José, Poeta Cacerense

www.odairpoetacacerense.blogspot.com

Submited by

quinta-feira, março 28, 2019 - 22:53

Poesia :

No votes yet

Odairjsilva

imagem de Odairjsilva
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 1 dia 8 horas
Membro desde: 04/07/2009
Conteúdos:
Pontos: 3332

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Odairjsilva

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Paixão Deitar-me em seus braços 0 9 04/21/2019 - 15:02 Português
Poesia/Amor Ao ver o sol do amanhecer 0 10 04/16/2019 - 19:48 Português
Poesia/Desilusão A causa da minha loucura 0 23 04/11/2019 - 21:23 Português
Poesia/Amor Uma paixão pior do que mil mortes 0 21 04/11/2019 - 21:02 Português
Poesia/Amor Debaixo da figueira 0 17 04/10/2019 - 19:47 Português
Poesia/Amor Uma deusa que habita entre os humanos 0 27 04/08/2019 - 23:03 Português
Poesia/Amor A intensidade desse amor 0 51 04/06/2019 - 00:15 Português
Poesia/Amor Tenho mais do que preciso 0 42 04/05/2019 - 01:35 Português
Poesia/Fantasia Deusa de ébano 0 39 04/01/2019 - 19:14 Português
Poesia/Tristeza Dias estranhos 0 68 03/30/2019 - 13:43 Português
Poesia/Tristeza Sou mesmo um idiota 0 33 03/28/2019 - 22:53 Português
Poesia/Amor Quero estar ao seu lado 0 46 03/28/2019 - 01:10 Português
Poesia/Amor O amor na noite do tempo 0 44 03/26/2019 - 20:04 Português
Poesia/Amor Meu coração diante de você 0 62 03/24/2019 - 15:39 Português
Poesia/Amor Busco o seu olhar na minha mente 0 51 03/22/2019 - 19:39 Português
Poesia/Desilusão Foi engano 0 54 03/19/2019 - 23:28 Português
Poesia/Amor Antes que tivesse fim 0 70 03/18/2019 - 18:33 Português
Poesia/Meditação Natureza 0 89 03/16/2019 - 00:03 Português
Poesia/Desilusão Longe dos seus olhos 0 63 03/14/2019 - 18:51 Português
Poesia/Tristeza O vento que flutua no silêncio 0 71 03/11/2019 - 22:16 Português
Poesia/Dedicado Mulher (Uma homenagem a elas!) 0 52 03/08/2019 - 03:40 Português
Poesia/Amor O que posso fazer, se amo você? 0 60 03/06/2019 - 21:44 Português
Poesia/Desilusão No silêncio do meu caminhar 0 73 03/03/2019 - 21:56 Português
Poesia/Desilusão Palavras paralíticas em minha boca 0 85 03/01/2019 - 03:09 Português
Poesia/Amor O louco e a sombra 0 75 02/28/2019 - 21:54 Português