CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Um mistério em cada esquina

Cada caminho trilhado é uma incógnita 
Um mistério em cada esquina 
E ninguém sabe o que irá acontecer 
No amanhã que pode nem surgir 
Se você não abrir os seus olhos 
Quando os primeiros raios de sol 
Bater na janela ao lado. 
 
Há um grupo de pessoas que vivem alheias 
Zombam de qualquer coisa que veem 
Sem saber que tudo não passa de ilusão 
De sonhos desfeitos nas frias madrugadas 
Quando muitos não conseguem dormir 
Porque são atormentados por pesadelos 
Que perturbam as mentes ociosas. 
 
Nos caminhos tortuosos de inverdades 
Alguns são presas muito fáceis 
Enquanto outros dão esperança 
De que podem resistir muito mais tempo 
Mas tenho minhas dúvidas em relação a isso 
Porque ninguém consegue prever o futuro 
E não sabem o que tem depois daquela esquina. 
 
Enquanto isso os vermes continuam 
Eles insistem em ocupar os espaços públicos 
Os sanguessugas sem sentimentos 
Os mesmos que se dizem humanos 
Mas que não sabem o que é humanidade 
Que preferem ver o sangue escorrer 
Pelas veias feridas do tempo. 

 
Poema: Odair José, Poeta Cacerense

www.odairpoetacacerense.blogspot.com

Submited by

quarta-feira, junho 5, 2024 - 22:14

Poesia :

No votes yet

Odairjsilva

imagem de Odairjsilva
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 2 horas 35 minutos
Membro desde: 04/07/2009
Conteúdos:
Pontos: 15948

Comentários

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Odairjsilva

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Amor Se alguém souber 6 110 06/25/2024 - 03:50 Português
Poesia/Amor Deusa em um jardim 6 164 06/23/2024 - 14:57 Português
Poesia/Pensamentos Um tolo por acreditar 6 303 06/22/2024 - 14:07 Português
Poesia/Pensamentos A noite dos gafanhotos 8 407 06/22/2024 - 14:05 Português
Poesia/Pensamentos Enigmas de uma vida intensa 6 467 06/20/2024 - 20:08 Português
Poesia/Desilusão Desejos que acabam de partir 6 317 06/18/2024 - 23:49 Português
Poesia/Amor Ao pôr do sol no cais 6 265 06/17/2024 - 23:47 Português
Poesia/Pensamentos As distâncias do mundo 6 886 06/16/2024 - 13:12 Português
Poesia/Desilusão Em cada despedida 6 323 06/15/2024 - 13:12 Português
Poesia/Desilusão O vento levou 6 234 06/14/2024 - 21:14 Português
Poesia/Meditação Dez pragas terríveis 6 193 06/13/2024 - 23:07 Português
Poesia/Amor Teu amor é jardim em flor 6 178 06/12/2024 - 22:31 Português
Poesia/Poetrix Saudades 6 446 06/12/2024 - 04:07 Português
Poesia/Desilusão Recordo-me da morena 6 361 06/11/2024 - 03:10 Português
Poesia/Desilusão Ruminando os pedaços 6 270 06/09/2024 - 13:07 Português
Poesia/Meditação Confusão mental 6 603 06/07/2024 - 13:46 Português
Poesia/Amor E a saudade se foi 6 380 06/06/2024 - 12:09 Português
Poesia/Pensamentos Um mistério em cada esquina 6 991 06/05/2024 - 22:18 Português
Poesia/Amor Você é a razão 6 243 06/04/2024 - 20:23 Português
Poesia/Amor No olhar dela 6 333 06/04/2024 - 12:04 Português
Poesia/Amor Se o amor não faz parte 6 242 06/04/2024 - 02:43 Português
Poesia/Pensamentos Caminhos desconhecidos 6 1.083 06/03/2024 - 20:38 Português
Poesia/Dedicado Ser poeta é... 6 255 06/02/2024 - 13:53 Português
Poesia/Amor Mil segredos temos nós 6 303 06/01/2024 - 13:42 Português
Poesia/Pensamentos Ecos distantes em nossa cabeça 6 1.105 05/31/2024 - 13:46 Português