CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Conhecendo a Miss B

“- Sabes que tudo me aborrece recentemente...”
Pronto, lá estava eu a armar-me em espertalhão, armar- me em demasiado exigente com as coisas que me rodeiam. Se é verdade que estou constantemente aborrecido? É, como toda a gente minimamente ambiciosa, queremos sempre coisas boas. E sim, em grande parte das vezes depois de foder sinto me sempre desapontado. Crio demasiadas expectativas? Provavelmente, mas também é aquela merda hormonal que trai os homens tornando-os uns meninos de coro arrependidos depois de se virem. 30 minutos depois (ok não sei exactamente quanto tempo depois, posso estar a pecar por excesso ou por defeito, who cares) já estou novamente inspirado.“...Provavelmente foi por isso que te quis conhecer, o desafio, e gosto da tua maneira de pensar”Andávamos nós, em mais um encontro rápido. Normalmente avisavas-me com pouco tempo de antecedência da tua disponibilidade. Pensavas que só te queria comer, nem eu sei se era verdade ou não... Queria como é óbvio, mas achava-te piada.. Não de um ponto de vista romântico mas de um ponto de vista que olhava para ti e via-me ao espelho em muitas características. E não posso deixar de simpatizar com alguém assim.Mais uma volta dada em frente as lojas...Confesso que era desconfortável, gosto de te ouvir, gosto de falar, aprecio muito a linguagem verbal... Mas não estava de frente para ti para te “ler”, a diferença de alturas quando andas ao lado de alguém a conversar não me ajuda a ler-te. Não estava a perceber se estavas aborrecida. Sou confiante em relação as minhas capacidades, mas nem sempre confio nos gostos dos outros. E as condições não eram as ideais...
“ - E usei o vestido com botas altas” - Disseste tu... Não consegui evitar de olhar para ti de cima a baixo, nitidamente a “vestir te" de maneira diferente... Tu não deixaste e reparar no sorriso que provavelmente devo ter feito. Gosto. Gosto desta linguagem não explicita, que te deixa a imaginar e te deixa na duvida. Dar o incentivo para arriscar, mas sentir que é um risco. Se fores foder e souberes que vais foder, metade da piada desaparece porque não vais ficar nervoso ao aproximares-te para roubar o beijo porque sabes que ela te vai beijar. Não tem a mesma piada encostar á parede. Infelizmente na maior parte das vezes sou eu que estrago isso tudo, pois já só saio com a certeza que vou foder, senão é “perda de tempo” (bela maneira de pensar a minha).Continuei na duvida. Afinal de contas quem deu o sinal fui eu, e não tu. Disseste que tinhas que ir.“Ora foda-se” pensei eu. Gostava da tua companhia. Ainda era tudo muito estranho. Não havia verdadeiramente um à vontade perfeito mas sabia que podia existir. Se eu pensar com a cabeça correcta...
Fomos para os carros no parque, ficaram perto da entrada...
“Dá noticias” - E aproximei me para o beijo de despedida... De repente passa pela minha cabeça um: “Que se foda” e não aceitei que me virasses a cara. Parei mesmo de me aproximar quando viraste a cara para o beijo. Aproximei o meu corpo do teu, para me sentires, mas não te beijei a cara. (vantagens de se ser alto) Virei me para o lado onde estava a tua boca e esperei por ti. Notei que não estavas a espera. Mas que decidiste recompensar-me pela iniciativa... Gosto da maneira como um beijo, o sentir dos lábios e da língua podem ser convidativos a muito mais...Encostei te à porta do carro... Apertei me contra ti e puxei te pela cintura... Fiz questão de sentir o teu peito, fiz questão que me sentisses... E não te disse nada... Não tenho problemas nenhuns em falar durante o sexo, não tenho qualquer problema em dizer te que te quero foder e comer ao ouvido. Não tenho problemas nenhuns em dizer te que me deixavas fora de mim. Mas dessa vez não te disse nada... Dei-te a mão, e levei-te para as lojas de novo.Não estavas a perceber o que queria, mas também não perguntaste... Querias ser surpreendida... Peguei numas calças ao calhas, numa loja qualquer, e fiz de conta que ia experimentar e foste comigo...A funcionaria que vigia os provadores lá nos deu a tabuleta com o numero de peças que ia experimentar “burocracias pensei eu”. Escolhi o provador do fundo... Atirei as calças que supostamente ia experimentar para o chão... Segurei te pelos pulsos, levantei-os como se te prendesse à parede com eles.. Beijei-te de novo... Senti as tuas pernas a contorcerem-se... Fiz questão que me sentisses excitado.... Virei-te para a parede, de costas para mim... Apertei-me para ti... Sentir-me duro no teu cu .. Queria que me sentisses.... Mãos no teu peito, tive que te tirar uma mama pelo decote.. e a outra mão desceu por cima das calças entre as tuas coxas, a puxar-te para mim por ai, para que me sentisses duro de um lado, e ao mesmo tempo sentisses a minha mão a tocar-te...Ai esse suspiro que soltaste fez-me sorrir....Dito isto não aguentei... Desapertei os botões das tuas calças, virei-te de novo para mim...Beijei o teu peito, lambi o teu mamilo, suguei levemente....... Desci para o teu umbigo e puxei tudo para baixo.... desci pela virilha, tocando-te com a ponta da língua... Beijei a parte interior da tua coxa.... As tuas pernas tremiam... Até que, de joelhos, finalmente te provei realmente... Como estavas molhada... Só isso deixou me louco... seguraste o meu cabelo e puxaste-me para ti, ao mesmo tempo que a tua respiração desfaleceu noutro Suspiro... Provei, suguei, beijei, toquei, ao ritmo da tua respiração... Estava nitidamente a controlar-te. Eu, que estava de joelhos, é que estava a controlar-te não deixando que te viesses, quando te sentia perto abrandava... Tortura... Até que a minha própria excitação me traiu... E não parei... Após toda aquela tortura não conseguiste controlar, gemeste e toda a gente ouviu... Senti as pernas a desfalecer, a tremerem....
“Quero te dentro de mim!” Pediste...
“Noutro dia” disse eu...Ficaste frustrada, chateada, não me disseste mais nada enquanto te vestias...Até que entendeste. Ias ficar os próximos dias a reviver aquilo, e a imaginar o que será ter me dentro de ti... Essa ideia maravilhosa também ia ficar na minha cabeça...Saímos do provador...
“Senhor, a sua peça de roupa?” - Perguntou a funcionária envergonhada, por ter se apercebido perfeitamente do que fomos fazer.
“Deixei no provador, não gostei” - E Pisquei-lhe o olho com sorriso maroto que ela correspondeu...

Submited by

sábado, novembro 11, 2017 - 23:27

Prosas :

No votes yet

MissB

imagem de MissB
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 16 semanas 1 dia
Membro desde: 03/18/2011
Conteúdos:
Pontos: 129

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of MissB

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Prosas/Contos Ela queria apaixonar-se... 0 267 05/22/2020 - 10:43 Português
Prosas/Tristeza Manuel 0 201 04/28/2020 - 16:10 Português
Prosas/Saudade Saudade 0 196 04/28/2020 - 16:06 Português
Fotos/Corpos A boudoir story 0 215 04/28/2020 - 15:45 Português
Fotos/Pessoais Lips 0 243 04/28/2020 - 15:43 Português
Fotos/Moda (Des)Maquilhando 0 230 04/28/2020 - 15:40 Português
Fotos/Cidades Porto 0 796 06/04/2018 - 21:57 Português
Fotos/Cidades Aveiro 0 832 06/04/2018 - 21:55 Português
Prosas/Pensamentos Um dia quem sabe 0 633 06/04/2018 - 21:52 Português
Prosas/Pensamentos Se amanhã morrer 0 481 06/04/2018 - 21:51 Português
Prosas/Pensamentos Um dia 0 577 06/04/2018 - 21:48 Português
Prosas/Erótico Conhecendo a Miss B 0 661 11/11/2017 - 23:27 Português
Prosas/Lembranças Momento 0 506 11/11/2017 - 22:58 Português
Prosas/Erótico Gostas do sexo que fazemos? 0 572 05/10/2016 - 19:48 Português
Prosas/Pensamentos O dia em que me disse que não me queria ver mais 0 428 05/05/2016 - 20:50 Português
Prosas/Pensamentos Cada vez que alguém se apaixona 0 453 05/05/2016 - 20:41 Português
Prosas/Pensamentos Liberdade Sexual 0 400 05/05/2016 - 13:03 Português
Prosas/Pensamentos AMIZADE COLORIDA 0 547 05/05/2016 - 11:54 Português
Prosas/Erótico DIÁRIO DE UMA BISSEXUAL - E VENHA O PRÓXIMO 0 853 05/02/2014 - 09:49 Português
Prosas/Erótico CRÓNICAS DE UMA LIBERTINA XIII 0 609 05/02/2014 - 09:37 Português
Prosas/Lembranças DIÁRIO DE UMA BISSEXUAL- O INÍCIO X 2 632 04/14/2013 - 13:21 Português
Prosas/Erótico DIÁRIO DE UMA BISSEXUAL- O INÍCIO IX 0 673 04/11/2013 - 21:06 Português
Prosas/Erótico DIÁRIO DE UMA BISSEXUAL- O INÍCIO VIII 0 626 04/11/2013 - 21:03 Português
Prosas/Erótico CRÓNICAS DE UMA LIBERTINA XII 0 578 04/11/2013 - 20:57 Português
Prosas/Erótico DIÁRIO DE UMA BISSEXUAL- O INÍCIO VII 0 750 04/04/2013 - 12:04 Português