CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

A Emoção e a Esperança

 

A Emoção e a Esperança

A Emoção estava adormecida há muito tempo. Por mais que ela tentasse se manter acordada, estava sempre sonolenta a maior parte do tempo. Sua amiga Esperança, preocupava-se com ela. Sentava-se ao lado de sua cama e mesmo percebendo que a Emoção dormia, falava suave a seus ouvidos, esperando que algum dia a amiga pudesse ouvi-la. Mas a Emoção continua impassível. Nenhum músculo em seu rosto demonstrava que ela ouvia ou que sentia alguma coisa. Apesar de todos os esforços parecerem inúteis,a Esperança continuava ao lado da Emoção. Ficava horas observando as feições da amiga, pois sabia que em algum momento a Emoção deixaria transparecer algum sentimento. Até que um dia, uma lágrima escorreu pelo rosto da Emoção e ela lentamente abriu os olhos, como se despertasse de um longo sonho. A Esperança sentiu uma alegria imensa, ao perceber que a amiga estava reagindo. Pegou um lencinho de papel e delicadamente secou a lágrima, que teimosa, insistia em escorrer pelo rosto da Emoção e assim que ela despertou por completo, uma sensação de paz tomou conta do seu rosto. Aos pouco, a Esperança foi descobrindo o que deixara a amiga naquele estado de letargia. Não queria parecer indiscreta,mas não se conteve e perguntou a amiga o que estava acontecendo. A Emoção, então respondeu, falando devagar, como se estivesse muito cansada:
- Eu estive a espera de um grande amor. Esperei por ele todos os dias. Imaginei-o chegando e fazendo-me sentir todas as sensações que eu queria sentir.
-E o que aconteceu? Esse amor chegou ou não? Perguntou a Esperança, curiosa.
- Eu até pensei que ele tivesse chegado. Senti meu coração bater descompassado com aquela sensação de felicidade invadindo todos os meus poros...
- E não era o amor, quem estivera a bater a tua porta?
- Tudo parecia estar perfeito. Poderia ser o indício de um grande amor, mas acho que ele não estava preparado para viver aquele momento.
- E o que foi que aconteceu,depois de o teres encontrado?
- Não sei exatamente o que houve, ele simplesmente não deu mais notícias.
- Como assim, não deu mais noticias? Quer dizer que ele desapareceu, assim, como num passe de mágica?
- Pois foi exatamente isso o que aconteceu. Ele parecia ser muito honesto em tudo o que dizia, mas me deixou com a alma vazia. Com aquela sensação de que tudo não passou de uma ilusão.
A Esperança sorvia cada palavra da amiga e enquanto ela falava, ia pensando em algo para dizer, que fizesse a Emoção voltar a sentir as mesmas sensações que a faziam se sentir mais animada. Não era fácil fazer a Emoção demonstrar sentimentos,mesmo assim, depois que a amiga terminou de falar,ponderou:
- Pense em todas as possibilidades que o fizeram se afastar sem nenhum motivo aparente e não se deixe abater com sentimentos sombrios. Lembre-se que por detrás das nuvens o sol continua a brilhar...

Débora Benvenuti
 

Submited by

sexta-feira, abril 1, 2011 - 03:44

Prosas :

No votes yet

deborabenvenuti

imagem de deborabenvenuti
Offline
Título: Moderador Poesia
Última vez online: há 1 ano 41 semanas
Membro desde: 05/10/2010
Conteúdos:
Pontos: 2577

Comentários

imagem de Elizaete

Seu conto

Belo, é assim mesmo que acontece, os ladrões de sentimentos...Ele parecia ser muito honesto em tudo o que dizia, mas me deixou com a alma vazia...

Parabéns!

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of deborabenvenuti

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Prosas/Contos O Psiquiatra e o Comentarista 0 1.865 12/25/2019 - 14:07 Português
Poesia/Tristeza A Ilha 0 3.085 01/07/2019 - 21:35 Português
Prosas/Contos A Obsessão e o Psiquiatra 0 2.132 01/07/2019 - 21:27 Português
Prosas/Contos A Palavra e a Escrita 0 1.736 01/07/2019 - 21:23 Português
Prosas/Contos O Ensinamento, a Interpretação e a Conseqüência 0 1.616 01/07/2019 - 21:07 Português
Prosas/Contos O Gigante Adormecido 0 3.539 01/07/2019 - 21:01 Português
Prosas/Contos O Sol também se levanta 0 3.305 01/07/2019 - 20:57 Português
Prosas/Contos O Ponto Final e a Criatividade 0 2.590 01/07/2019 - 20:53 Português
Prosas/Contos A Sombra e a Solidão 0 1.507 12/01/2018 - 22:51 Português
Prosas/Contos A Fotografia, a Curiosidade e a Imaginação 0 2.953 05/05/2018 - 01:18 Português
Poesia/Fantasia As Lágrimas do Silêncio 4 2.682 03/17/2018 - 17:11 Português
Poesia/Geral Sentir ou não Sentir 0 2.621 10/05/2015 - 03:41 Português
Fotos/Gentes e Locais Ramon 0 3.548 10/05/2015 - 03:25 Português
Fotos/Gentes e Locais Ramon,meu neto 0 3.485 10/05/2015 - 03:19 Português
Poesia/Geral Caminhantes 0 2.920 07/11/2015 - 23:23 Português
Poesia/Fantasia Vida que segue 0 3.087 07/11/2015 - 23:10 Português
Fotos/Gentes e Locais Larissa e eu 0 4.716 04/09/2015 - 18:27 Português
Fotos/Gentes e Locais Minha filha esperando meu neto 0 4.994 04/09/2015 - 18:24 Português
Fotos/Gentes e Locais Chá de Bebê do meu neto,Ramon 1 13.828 04/09/2015 - 18:19 Português
Fotos/Gentes e Locais Ramon aos dois meses 0 3.754 04/09/2015 - 17:56 Português
Fotos/Gentes e Locais Meu neto 0 4.779 04/09/2015 - 17:53 Português
Fotos/Gentes e Locais Quase Avó! 0 4.835 02/01/2015 - 15:24 Português
Prosas/Contos A Imaginação vai ser Avó 0 2.354 02/01/2015 - 15:15 Português
Fotos/Artes Motocicleta de Fraldas com Urso Luminoso 0 7.033 11/19/2014 - 22:05 Português
Prosas/Contos A Imaginação e o Tempo 0 2.590 11/19/2014 - 19:55 Português