CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

A Esperança e o Sonho


A Esperança muitas vezes adormecia, pensando no Sonho, que todas as noites a visitava e a mantinha num torpor, quase irreal. E era sempre o mesmo Sonho que insistia em ser sonhado e deixava a Esperança cada dia mais animada. Quando acordava, alguma coisa dentro dela se entristecia. Acreditava no Sonho e desejava cada vez mais, que o Sonho continuasse da parte onde tinha acabado. Mas isso nem sempre acontecia. O Sonho sempre ia embora antes mesmo que a Esperança acordasse e pudesse reconhecê-lo em uma curva do caminho. A imagem que ela guardava do Sonho era a silhueta de um homem, que todas as noites chegava  de mansinho, falava suave aos seus ouvidos e fazia juras de amor. Muitas vezes a Esperança estendia a mão para tocar o rosto do desconhecido, mas esse gesto acabava sempre numa névoa, que aos pouco se dissipava e a Esperança se tornava a cada dia, mais entristecida. Os dias se passavam, as noites se tornavam intermináveis e o Sonho continuava a visitar a Esperança, sem no entanto, dar nenhuma esperança de ser reconhecido. Ela caminhava tristemente pelas ruas, sempre na esperança de que em algum momento, o Sonho se concretizasse e ela pudesse por fim ao seu tormento. Era uma espera angustiante. Sabia que esse homem existia, só não sabia onde procura-lo. Por que ele não dava um sinal, alguma coisa com a qual ela pudesse identificá-lo, quando o encontrasse, mas nem isso ele fazia. Pensou muitas vezes em sonhar acordada, para quando o Sonho aparecesse, ela pudesse vê-lo. Ficava noites e noites acordada, mas acabava se cansando e o sono se apropriava dos seus pensamentos. Uma noite, adormeceu e mais uma vez o homem dos seus sonhos apareceu. Ela então pode observar nitidamente a face do homem com o qual ela sonhara tantas noites: era a Solidão, que a espreitava todas as noites...

Débora Benvenuti

http://colchaderetalhos13.blogspot.com.br

Submited by

sábado, junho 28, 2014 - 20:56

Prosas :

No votes yet

deborabenvenuti

imagem de deborabenvenuti
Offline
Título: Moderador Poesia
Última vez online: há 3 semanas 6 dias
Membro desde: 05/10/2010
Conteúdos:
Pontos: 2577

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of deborabenvenuti

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Prosas/Contos O Psiquiatra e o Comentarista 0 29 12/25/2019 - 13:07 Português
Poesia/Tristeza A Ilha 0 1.742 01/07/2019 - 20:35 Português
Prosas/Contos A Obsessão e o Psiquiatra 0 580 01/07/2019 - 20:27 Português
Prosas/Contos A Palavra e a Escrita 0 438 01/07/2019 - 20:23 Português
Prosas/Contos O Ensinamento, a Interpretação e a Conseqüência 0 377 01/07/2019 - 20:07 Português
Prosas/Contos O Gigante Adormecido 0 1.998 01/07/2019 - 20:01 Português
Prosas/Contos O Sol também se levanta 0 1.911 01/07/2019 - 19:57 Português
Prosas/Contos O Ponto Final e a Criatividade 0 951 01/07/2019 - 19:53 Português
Prosas/Contos A Sombra e a Solidão 0 552 12/01/2018 - 21:51 Português
Prosas/Contos A Fotografia, a Curiosidade e a Imaginação 0 911 05/05/2018 - 00:18 Português
Poesia/Fantasia As Lágrimas do Silêncio 4 1.498 03/17/2018 - 16:11 Português
Poesia/Geral Sentir ou não Sentir 0 1.351 10/05/2015 - 02:41 Português
Fotos/Gentes e Locais Ramon 0 1.573 10/05/2015 - 02:25 Português
Fotos/Gentes e Locais Ramon,meu neto 0 1.631 10/05/2015 - 02:19 Português
Poesia/Geral Caminhantes 0 1.354 07/11/2015 - 22:23 Português
Poesia/Fantasia Vida que segue 0 1.644 07/11/2015 - 22:10 Português
Fotos/Gentes e Locais Larissa e eu 0 2.595 04/09/2015 - 17:27 Português
Fotos/Gentes e Locais Minha filha esperando meu neto 0 2.964 04/09/2015 - 17:24 Português
Fotos/Gentes e Locais Chá de Bebê do meu neto,Ramon 1 9.278 04/09/2015 - 17:19 Português
Fotos/Gentes e Locais Ramon aos dois meses 0 1.813 04/09/2015 - 16:56 Português
Fotos/Gentes e Locais Meu neto 0 3.021 04/09/2015 - 16:53 Português
Fotos/Gentes e Locais Quase Avó! 0 2.852 02/01/2015 - 14:24 Português
Prosas/Contos A Imaginação vai ser Avó 0 1.338 02/01/2015 - 14:15 Português
Fotos/Artes Motocicleta de Fraldas com Urso Luminoso 0 3.694 11/19/2014 - 21:05 Português
Prosas/Contos A Imaginação e o Tempo 0 1.367 11/19/2014 - 18:55 Português