CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

As Filhas do Sapateiro VI (O Sapateiro)

O Sapateiro

O infeliz, vagueava sem razão aparente de caminhar por aqueles caminhos de vida premiados apenas pelo pó e pela escuridão em que o coração não intui na direcção a tomar. Sentia que o trilho da direita o iria levar ao mesmo trilho da esquerda. Sentou-se no chão e ficou parado como a pedra onde estava sentado e chorou como quem chora e grita com o mesmo poder aflito de quem quer derrubar o mundo com as próprias mãos. Sempre amou as suas filhas da mesma forma e agora o amor que tinha por uma erguia-se ao amor que sentira pelas outras. Deprimido, sentia-se num incapaz como um vagabundo que vagueia na sua própria existência e percebe que a sua vida vale menos que nada sem os outros.

Abraçado à sua depressão existencial, procurou dentro do farnel a agulha com que sempre brilhou no rigor da sua profissão, e, decidido num acto de submissão dirige o olhar ao céu pedindo pela última vez a Deus que olhasse pelos seus. A mão preparava já o momento certo e o olhar encobria o local indicado para cravar a afiada agulha quando os seus sentidos acordaram noutra direcção.

Mesmo à sua frente, estava um rasto dirigido ao rio e entoando um som abafado parecido com um animal selvagem. Deixou-se estar. Agora os pensamentos vagueavam entre a razão e o medo de ser morto por um animal qualquer. O som parecia-lhe conhecido! Não se tratava de um animal e não ouvia este som há muitos anos. Levantou-se e correu em direcção ao rio procurando descobrir a origem do som.

Com toda a clareza as suas preces foram atendidas, e o seu coração foi remetido ao auge da protecção daqueles seres pequeninos presenteados a seus pés.
O sapateiro rejuvenescia dia após dia a olhos vistos pelo sol, pela lua, pelo rio e pelas águas que nele corriam. Os seus netos cresciam fortes e astuciosos entre histórias inventadas numas certas, noutras erradas. Porém os anos passaram pelo sapateiro feliz e a morte encantou-o numa noite em que pescava para o sustento dos seus. Adormeceu enquanto esperava a entrada do peixe na rede, e não acordou.

(continua)

Carla Bordalo

Submited by

quinta-feira, março 18, 2010 - 12:36

Prosas :

No votes yet

mariacarla

imagem de mariacarla
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 4 anos 28 semanas
Membro desde: 01/18/2010
Conteúdos:
Pontos: 2067

Comentários

imagem de Mefistus

Re: As Filhas do Sapateiro VI (O Sapateiro)

E o infeliz do sapateiro, chegou ao fim da caminhada, da cruzada.

Mas felizmente a história continua!

MAISSSS

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of mariacarla

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Soneto Amarga Desfolhagem 1 1.493 06/28/2014 - 22:08 Português
Poesia/Soneto O Teu Sorriso 0 1.483 08/03/2013 - 11:03 Português
Poesia/Soneto Se o Sol não nascer, será sempre noite 0 966 08/03/2013 - 11:01 Português
Poesia/Desilusão Nunca Mais! 0 1.847 11/11/2011 - 21:10 Português
Poesia/Pensamentos Lembranças... pensamientos 0 2.198 10/21/2011 - 21:51 Português
Poesia/Intervenção Desprovidos de capela 1 1.750 06/10/2011 - 16:47 Português
Poesia/Dedicado Saudade 1 1.340 03/15/2011 - 21:20 Português
Poesia/Dedicado Poema 0 1.728 03/15/2011 - 18:46 Português
Fotos/ - 2862 0 2.236 11/24/2010 - 00:52 Português
Fotos/ - 2863 0 2.001 11/24/2010 - 00:52 Português
Fotos/ - 2752 0 2.325 11/24/2010 - 00:51 Português
Fotos/ - 3019 0 2.483 11/24/2010 - 00:38 Português
Fotos/Natureza Rio Côa 0 1.989 11/20/2010 - 06:16 Português
Fotos/Natureza Rosa Vermelha 0 1.748 11/20/2010 - 06:16 Português
Fotos/Natureza Jasmim 0 1.890 11/20/2010 - 06:16 Português
Fotos/Natureza Flores Brancas 0 1.959 11/20/2010 - 06:16 Português
Fotos/Outros O meu cão 0 2.265 11/20/2010 - 06:16 Português
Fotos/Natureza Flor de Laranjeira 0 1.917 11/20/2010 - 06:16 Português
Fotos/Natureza Tulipas 0 2.424 11/20/2010 - 06:16 Português
Culinária/Sopas Creme com todos 0 1.447 11/19/2010 - 12:56 Português
Culinária/Saladas Salada Rápida 0 1.574 11/19/2010 - 12:56 Português
Culinária/Sobremesas Tarte de Natas 0 2.019 11/19/2010 - 12:56 Português
Críticas/Outros Restaurante Taberna 0 1.626 11/19/2010 - 02:48 Português
Críticas/Outros Restaurante Tio Mateus 0 2.370 11/19/2010 - 02:48 Português
Críticas/Outros Dia 3 0 1.848 11/19/2010 - 02:47 Português