CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

O Bugre Cacerense

Dentro da sociedade cacerense existem infinidades de temas que podem e devem ser problematizados em tempos oportunos como os que vivemos. Por se tratar de uma região de vasta fronteira com outro país existe a questão das drogas. A prostituição é outro tema que suscita uma análise profunda assim como a exploração do trabalho nessa cidade. Mas um dos temas que merece bastante atenção sobre a sociedade cacerense é a questão do bugre. E é sobre o bugre que quero tecer alguns comentários neste espaço.

O "Bugre" é uma presença marcante na cidade e até mesmo fora dela. Pena que seja usado, na grande maioria das vezes, pejorativamente. O termo refere-se aos descendentes dos povos que habitavam a região. O bugre é um tipo único que vive na região da grande Cáceres.

Com as migrações dos anos 40 aos 60, as pessoas que vieram do Paraná, São Paulo, Minas Gerais e outros estados brasileiros adotaram uma postura de superioridade com relação aos bugres, isto é, aos habitantes dessa região. O bugre passou a ser ainda mais desvalorizado e exposto ao preconceito e racismo.

Mas quem é o bugre?

Várias são as definições que se dão ao bugre. Em um texto muito bem problematizado, Luis Augusto de Mola Guisard faz um estudo comparado e nos apresenta algumas respostas para essa pergunta. Segundo o autor "a sociedade cacerense relaciona o termo em uso corrente com a idéia de infidelidade social, identificando o bugre com aquele que é da fronteira, que possui características indígenas, vagabundos, enfim, aquele que não se coaduma com o ideário produtivista, que vem substituir a visão estritamente religiosa da Idade Média, preservando, porém, sua função moral de justificar a exclusão social do bugre".

Se indagarmos aos habitantes da cidade e aos que aqui vieram morar, possivelmente notaremos uma diferença no conceito do que é o bugre em cada um deles.

Sempre tive minha atenção atenta a esse fato. Nasci embaixo de uns pés de manga na rua dos coqueiros, próximo ao estádio Geraldão (ao lado para ser mais exato) e fui amamentado por uma senhora (mãe de leite) genuinamente cacerense. Meus pais são mineiros e, então, surge a pergunta: sou um bugre? Já fui chamado assim e não tenho nada contra. Creio ser uma coisa legal ter uma origem.

O que precisamos é valorizar a nossa origem. O que as pessoas taxam de forma depreciativa podemos erguer a cabeça e mostrar que, independentemente de onde você nasce, é você quem constrói o seu futuro. Tenho orgulho em ser cacerense e amo essa terra de coração. Se pudesse escolher onde nascer, com certeza diria a Deus, embaixo do pé de manga da rua dos coqueiros em Cáceres.

Submited by

segunda-feira, janeiro 11, 2010 - 21:37

Prosas :

No votes yet

Odairjsilva

imagem de Odairjsilva
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 1 dia 2 horas
Membro desde: 04/07/2009
Conteúdos:
Pontos: 4322

Comentários

imagem de Gisa

Re: O Bugre Cacerense

Origens devem ser respeitadas e não agir com preconceito, bugre ou não, negro ou branco, viva as diferenças! Não sei o que vc é, mas nem me importa, sei apenas que escreve muito bem! Abraços

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Odairjsilva

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Meditação O Misterioso Homem na Praça Barão 0 11 06/01/2020 - 20:21 Português
Poesia/Amor Som da alegria 0 21 06/01/2020 - 20:19 Português
Poesia/Amor Poemas ao teu olhar 0 14 05/29/2020 - 22:23 Português
Poesia/Amor A canção do crepúsculo 0 12 05/27/2020 - 20:06 Português
Poesia/Tristeza Lágrimas da realidade 0 15 05/25/2020 - 21:34 Português
Poesia/Amor Do fundo do coração 0 13 05/25/2020 - 20:49 Português
Poesia/Tristeza Será que ela vai perceber a dor deste meu coração? 1 118 05/23/2020 - 12:35 Português
Poesia/Paixão O sorriso que vem do coração 0 22 05/21/2020 - 20:26 Português
Poesia/Paixão O sorriso que vem do coração 0 25 05/21/2020 - 20:23 Português
Poesia/Pensamentos O silêncio da reflexão 0 43 05/19/2020 - 20:46 Português
Poesia/Pensamentos O dizer do silêncio 0 72 05/14/2020 - 00:05 Português
Poesia/Meditação O sol também se levanta 0 53 05/12/2020 - 21:01 Português
Poesia/Tristeza Se você pudesse me amar 0 54 05/11/2020 - 20:38 Português
Poesia/Paixão A flor do meu jardim 0 48 05/08/2020 - 16:54 Português
Poesia/Amor Madrugada 0 58 05/07/2020 - 21:54 Português
Poesia/Amor Você é incrível 0 91 05/04/2020 - 22:01 Português
Poesia/Canção Seja poesia 0 77 05/04/2020 - 21:16 Português
Poesia/Amor Inevitável sentimento 0 100 05/03/2020 - 15:37 Português
Poesia/Meditação A vitória através da fé 0 112 05/01/2020 - 20:04 Português
Poesia/Pensamentos A admiração na imaginação 0 48 04/30/2020 - 14:28 Português
Poesia/Tristeza No mesmo caminho 0 52 04/28/2020 - 16:24 Português
Poesia/Amor As palavras que jamais te falarei 0 48 04/27/2020 - 14:24 Português
Poesia/Meditação Não tenho medo do silêncio 0 557 04/21/2020 - 16:50 Português
Poesia/Amor Você é mais do que os olhos podem ver 1 105 04/19/2020 - 15:42 Português
Poesia/Paixão Quero ter os seus olhos junto a mim 0 316 04/14/2020 - 18:56 Português