CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

mais que a mim fiel

Dizem que finjo ou minto,
Tudo que escrevo,
Não, Eu simplesmente sinto,
Com a imaginação, Não uso o coração
nem lamento o que escrevo,(ou não)
Nem sinto,mais flores sair,
ilesas, desta mão por isso,
Desta raiva , do não sentir mais.

Sou mais fiel no dizer que a mim,
Dizem que finjo ou minto ,
no que risco ou imito,
Mas sinto um véu de purpura seda,
Que me cobre a razão,
E pelo sim pelo não
Escrevo no correr da mão,fiel ao prazer.

Jorge Santos

Submited by

domingo, dezembro 20, 2009 - 21:51

Ministério da Poesia :

Your rating: None Average: 5 (1 vote)

Joel

imagem de Joel
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 2 dias 12 horas
Membro desde: 12/20/2009
Conteúdos:
Pontos: 40682

Comentários

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

E pelo sim pelo não Escrevo

E pelo sim pelo não
Escrevo no correr da mão

imagem de Joel

E pelo sim pelo não Escrevo

E pelo sim pelo não
Escrevo no correr da mão

imagem de Joel

E pelo sim pelo não Escrevo

E pelo sim pelo não
Escrevo no correr da mão

imagem de Joel

E pelo sim pelo não Escrevo

E pelo sim pelo não
Escrevo no correr da mão

imagem de Joel

Sou mais fiel no dizer que a mim,

Sou mais fiel no dizer que a mim,

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Joel

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Geral Sombras no nevoeiro 0 708 02/16/2013 - 22:59 Português
Poesia/Geral o dia em que o eu me largou 2 1.067 12/30/2011 - 13:24 Português
Poesia/Geral ciclo encerrado 0 1.150 03/11/2011 - 23:29 Português
Ministério da Poesia/Geral gosto 0 1.637 03/02/2011 - 16:29 Português
Poesia/Geral A raiz do nada 0 863 02/03/2011 - 21:23 Português
Poesia/Geral Tão íntimo como beber 1 792 02/01/2011 - 23:07 Português
Poesia/Geral Gosto de coisas, poucas 0 1.235 01/28/2011 - 18:02 Português
Poesia/Geral Luto 1 1.186 01/15/2011 - 21:33 Português
Poesia/Geral Não mudo 0 913 01/13/2011 - 13:53 Português
Prosas/Lembranças Cruz D'espinhos 0 2.086 01/13/2011 - 12:02 Português
Prosas/Contos Núri'as Ring 0 1.456 01/13/2011 - 12:01 Português
Poesia/Fantasia Roxxanne 0 1.679 01/13/2011 - 12:00 Português
Poesia/Geral Oração a um Deus Anão 0 1.289 01/13/2011 - 11:58 Português
Prosas/Saudade O-Homem-que-desenhava-sombrinhas-nas-estrelas 0 1.280 01/13/2011 - 11:57 Português
Poesia/Geral O fim dos tempos 0 1.041 01/13/2011 - 11:52 Português
Poesia/Geral Terra á vista 1 781 01/13/2011 - 02:13 Português
Prosas/Lembranças sete dias de bicicleta pelo caminho de Santiago francês 0 1.859 01/13/2011 - 00:58 Português
Poesia/Geral Não sei que vida a minha 1 613 01/12/2011 - 22:04 Português
Poesia/Geral o céu da boca 0 727 01/12/2011 - 16:50 Português
Poesia/Geral Dispenso-a 0 849 01/12/2011 - 16:38 Português
Poesia/Geral estranho 0 1.166 01/12/2011 - 16:36 Português
Poesia/Geral comun 0 1.087 01/12/2011 - 16:34 Português
Poesia/Geral desencantos 0 1.043 01/12/2011 - 16:30 Português
Poesia/Geral Solidão não se bebe 1 603 01/12/2011 - 03:11 Português
Poesia/Geral Nem que 3 818 01/11/2011 - 11:39 Português