Surrealidades

Um espaço. Indefinido.
Uma cama. Ao acaso.
Ela, enrolada. Talvez nua.
Ele, aperaltado.
Como no dia do seu nascimento.
Um outro. Que a ela lhe era querido,
cúmplice do momento
aplainando terreno movediço.
Uma outra. Entrando no espaço interdito,
deixava peças de roupa nas molas de plástico,
Desajeitada. Pertinaz no acontecimento.
Um filme a ser rodado,
já nas cenas finais.
Encontros de para sempre.
Cumpria-se o destino.
E ela? Continuava deitada,
espantada de sua fortuna.
E veio ainda uma outra,
amiga de longa data,
dizer de sua justiça.
Tudo estado de graça.
Era a mudança da casa.
E ele? Apenas amava
a rainha do seu jogo preferido,
enquanto se calçava para fazer caminho…

Surrealidades.
Pegadas decalcadas no sonho.
Ténue a linha.
Sonhos. Realidades.
Desejos im-prováveis…

OF – 02-10-15 - Imagem em http://portate-mal.blogspot.pt/2015/12/surrealidades.html

Submited by

Domingo, Diciembre 13, 2015 - 19:07

Poesia :

Su voto: Nada (1 vote)

Odete Ferreira

Imagen de Odete Ferreira
Desconectado
Título: Membro
Last seen: Hace 1 año 3 semanas
Integró: 01/11/2011
Posts:
Points: 1924

Comentarios

Imagen de Joel

obrigado pela visita

obrigado pela visita

Add comment

Inicie sesión para enviar comentarios

other contents of Odete Ferreira

Tema Título Respuestas Lecturas Último envíoordenar por icono Idioma
Poesia/Desilusión Desmoronamento 0 963 01/23/2011 - 04:55 Portuguese
Poesia/Fantasía Manhã tardia 0 1.007 01/21/2011 - 03:47 Portuguese
Poesia/Meditación Estado de alma 0 1.214 01/21/2011 - 03:41 Portuguese
Poesia/Desilusión Desabafo mal sentido 0 1.315 01/21/2011 - 03:38 Portuguese
Poesia/Fantasía Outra vida 2 726 01/19/2011 - 22:51 Portuguese
Poesia/Intervención Protesto 2 566 01/19/2011 - 22:46 Portuguese
Poesia/Fantasía Corpo e alma 3 673 01/19/2011 - 20:32 Portuguese
Poesia/Pensamientos Retrospectiva 0 773 01/19/2011 - 19:12 Portuguese
Ministério da Poesia/Meditación Contemplação 0 987 01/19/2011 - 18:45 Portuguese
Poesia/Amistad Rostos 0 1.186 01/19/2011 - 02:09 Portuguese