O JUÍZO FINAL

 
Enoch ficaria abismado, diante de tão grande esplendor.
Que mensageiro de luz é este que nos é descido céus?
Sua corte e exército são fantásticos e nos causam temor.
Será que agora caíram, de todos os abismos, os véus?
 
É jesus, o mestre, ao som estridente das trombetas,
que vem surgindo fulgurante entre nuvens faiscantes,
numa glória majestosa mais luzente que dos cometas,
e como nenhuma nau celeste havia produzido antes.
 
Os povos ordenados para esquerda ou direita se separam
como se aguardassem uma escolha, um castigo ou perdão.
Seus inconscientes os conduzem, lhes ordenam, lhes falam;
e na direção do Mestre seguem, glorificando até na aflição.
 
Jesus se assentou no alto do Horebe, agora, árida colina.
Aos seus pés um jardim, onde nenhuma flor lhe faria mister,.
 O mestre fez deste último momento uma ação milagrosa e divina,
e surgiu em suas mãos a flor, a mal me quer.
 
E, o primeiro vivente para disfarçar o medo e a timidez
fez uma reverência e disse: Mestre, eu sou meio afobado;
este seu servo pode ser o primeiro? Perdoe a insensatez.
-Oh, sim! Será rápido, não preciso nem ver o seu passado.
 
E despetalando a florzinha, o Mestre dizia: mal me quer, bem me quer;
mal me quer, bem me quer, e... mal me quer!
Que pena, meu filho, poderia até ir para o outro lado...
mas, vai se ajeitando aqui na esquerda. Você está condenado.
 
(Não se preocupe amigo, o juízo final não será assim.)
 
J. Thamiel
Praia Grande, 01.04.17
17:47h

Submited by

Sábado, Abril 1, 2017 - 20:57

Poesia :

Sin votos aún

J. Thamiel

Imagen de J. Thamiel
Desconectado
Título: Membro
Last seen: Hace 13 horas 58 mins
Integró: 05/02/2016
Posts:
Points: 2953

Add comment

Inicie sesión para enviar comentarios

other contents of J. Thamiel

Tema Título Respuestas Lecturas Último envíoordenar por icono Idioma
Poesia/Fantasía OS DRACONIANOS 0 145 02/15/2020 - 14:32 Portuguese
Poesia/Amor ¿Quien soy yo? 0 269 01/25/2020 - 12:04 Portuguese
Poesia/Amor ¿Quien soy yo? 0 276 01/25/2020 - 12:00 Español
Poesia/Desilusión DIABÉTICOS 0 192 01/20/2020 - 17:27 Portuguese
Poesia/Meditación INTROSPECTO 0 208 01/19/2020 - 13:48 Portuguese
Poesia/Pensamientos VADE RETRO 0 154 01/17/2020 - 12:49 Portuguese
Poesia/Meditación INTROSPECTO 0 473 01/09/2020 - 13:43 Español
Poesia/Meditación INTROSPECTO 0 262 01/08/2020 - 21:57 Portuguese
Poesia/Fantasía ANO NOVO, NOVA ERA? 0 388 01/03/2020 - 18:09 Portuguese
Poesia/Dedicada ODE À NATUREZA (dedicado a todos os poetas do WAF) 1 371 12/24/2019 - 20:16 Portuguese
Poesia/General ESCOLA DE POETAS 0 286 12/21/2019 - 12:39 Portuguese
Poesia/General FILOSOFIA DE UM BÊBADO 0 550 12/17/2019 - 13:15 Portuguese
Poesia/General UM DIA EU TAMBÉM ERREI 0 588 12/10/2019 - 11:59 Portuguese
Poesia/Tristeza NOSSA LÍNGUA PORTUGUESA 0 556 12/04/2019 - 13:02 Portuguese
Poesia/General A VIDA É APENAS UMA TARDE. 0 564 11/25/2019 - 16:42 Portuguese
Poesia/General MÁ X I M A S 0 354 10/28/2019 - 12:31 Portuguese
Poesia/General É A VIDA... 0 462 10/26/2019 - 15:49 Portuguese
Poesia/General A MATA 0 560 10/23/2019 - 20:40 Portuguese
Poesia/General A VOLTA 0 602 10/19/2019 - 17:10 Portuguese
Poesia/Desilusión CRECIMIENTO 0 349 10/05/2019 - 14:44 Español
Poesia/Meditación NTROSPECÇÃO 0 485 10/03/2019 - 15:50 Portuguese
Poesia/General OH, URUBU 0 962 09/27/2019 - 12:26 Portuguese
Poesia/General Passarinho, passarinho 0 370 09/17/2019 - 13:54 Portuguese
Poesia/General ESCOLHAS 0 895 09/10/2019 - 15:08 Portuguese
Poesia/Pensamientos SEJA UM MOSCA MORTA 0 438 08/31/2019 - 15:56 Portuguese