DELÍRIO

DELÍRIO
(Luana Alves)

Imaginar-me-ia todos os dias em teus braços
Se meu o coração não fosse estraçalhado
Pela lembrança da noite em que fiquei ao teu lado
Fizes-te em mim, um grande estrago

Espelhava-se à um sonho, âmago
Mas desfez-se tão rápido como um relâmpago
E sem que eu pudesse imaginar, ao despertar
Transformou-se em um pesadelo estranho

A penumbra mais escura que a noite
São os teus enigmáticos olhos
Mesmo que eu queira incessantemente te esquecer
Apenas você poderá - o meu coração aquecer...

01/07/2019

Submited by

Miércoles, Octubre 23, 2019 - 16:17

Poesia :

Sin votos aún

Luana Alves

Imagen de Luana Alves
Desconectado
Título: Membro
Last seen: Hace 3 semanas 13 horas
Integró: 10/23/2019
Posts:
Points: 42

Add comment

Inicie sesión para enviar comentarios

other contents of Luana Alves

Tema Título Respuestas Lecturas Último envíoordenar por icono Idioma
Poesia/Tristeza DERRAMAR 0 67 12/27/2019 - 16:38 Portuguese
Poesia/Fantasía VOZES 1 158 11/19/2019 - 22:37 Portuguese
Poesia/Tristeza ANTE-MORTEM 1 273 11/13/2019 - 16:50 Portuguese
Poesia/Amor O AMOR É UMA DOENÇA 0 135 11/06/2019 - 16:08 Portuguese
Poesia/Fantasía SOLITUDE IMAGINARIUM 4 309 11/05/2019 - 16:05 Portuguese
Poesia/Amor À UMA LEMBRANÇA 0 158 10/24/2019 - 11:47 Portuguese
Poesia/Tristeza MALDITO INSTANTE 0 116 10/23/2019 - 16:20 Portuguese
Poesia/Fantasía DELÍRIO 0 183 10/23/2019 - 16:17 Portuguese