À UMA LEMBRANÇA

À UMA LEMBRANÇA
(Luana Alves)

Este dia marca o nascimento
De um discordioso lamento
Nasceu aquele há quem meu coração pertence
Início do inverno, marcado pela gélida neve!

Recorda-te meu amor,
É a única forma de dispersar minha dor!
Da nossa impetuosa adolescência
Hoje é somente eu e tua ausência...

Sumis-te em meio a neblina!
E agora, quem te abriga?
Vem a noite, e com ela a esperança fria...
Mirá-lo, não em sonho, era tudo o que eu queria!

(21/06/18 - Em memória de Lucas A. Krohn)

Submited by

Jueves, Octubre 24, 2019 - 11:47

Poesia :

Sin votos aún

Luana Alves

Imagen de Luana Alves
Desconectado
Título: Membro
Last seen: Hace 3 semanas 13 horas
Integró: 10/23/2019
Posts:
Points: 42

Add comment

Inicie sesión para enviar comentarios

other contents of Luana Alves

Tema Título Respuestas Lecturas Último envíoordenar por icono Idioma
Poesia/Tristeza DERRAMAR 0 67 12/27/2019 - 16:38 Portuguese
Poesia/Fantasía VOZES 1 158 11/19/2019 - 22:37 Portuguese
Poesia/Tristeza ANTE-MORTEM 1 273 11/13/2019 - 16:50 Portuguese
Poesia/Amor O AMOR É UMA DOENÇA 0 135 11/06/2019 - 16:08 Portuguese
Poesia/Fantasía SOLITUDE IMAGINARIUM 4 309 11/05/2019 - 16:05 Portuguese
Poesia/Amor À UMA LEMBRANÇA 0 158 10/24/2019 - 11:47 Portuguese
Poesia/Tristeza MALDITO INSTANTE 0 116 10/23/2019 - 16:20 Portuguese
Poesia/Fantasía DELÍRIO 0 183 10/23/2019 - 16:17 Portuguese