O Natal de Stone Halls

Aconteceu em uma pequena cidade do Mato Grosso
No final dos anos oitenta
Circulava pela pequena praça da vila
Uma criança que tinha uma vista atenta.

Na noite anterior, véspera de Natal,
Tinha observado as pessoas em festa
Que passava por ele em meio burburinho
Sem saber que em seu estômago nada resta.

O pai tinha que trabalhar para sustentá-lo
E com ele não podia, naquele dia, estar.
Enquanto as pessoas festejavam
Para ele não sobrava nem um olhar.

O cheiro suave das carnes sendo assada
Em suas narinas chegavam
Deixando sua fome mais apertada
E uma tristeza que seus pensamentos solapavam.

Não sabia por que passava por aquilo
Pois era uma criança que desejava a felicidade
Que tanto propagavam nesses dias
Mas que, para ele, só existia a saudade.

Com os olhos fundos de tristeza
Olhava para as casas cheias de gente
Sentia-se sozinho naquele universo
E sabia que, para eles, era indiferente.

Em sua cabecinha ficava uma inquirição
Que parecia resposta não ter
Por que falavam tanto em espírito natalino
Se ninguém importava com o seu sofrer?

Poema: Odair José, Poeta Cacerense

www.odairpoetacacerense.blogspot.com

Submited by

Miércoles, Diciembre 25, 2019 - 01:18

Poesia :

Sin votos aún

Odairjsilva

Imagen de Odairjsilva
Desconectado
Título: Membro
Last seen: Hace 12 horas 47 mins
Integró: 04/07/2009
Posts:
Points: 4181

Add comment

Inicie sesión para enviar comentarios

other contents of Odairjsilva

Tema Título Respuestas Lecturas Último envíoordenar por icono Idioma
Poesia/Meditación Tudo no mundo são sombras que passam 0 9 04/01/2020 - 19:12 Portuguese
Poesia/Meditación O Viajante 0 14 03/31/2020 - 14:38 Portuguese
Poesia/Amor Não há outra razão 0 33 03/26/2020 - 19:23 Portuguese
Poesia/Meditación O Mundo de Ponta Cabeça 0 26 03/24/2020 - 16:48 Portuguese
Poesia/Meditación O Coronavírus e a esperança! 0 24 03/22/2020 - 15:40 Portuguese
Poesia/Intervención O silêncio das ruas 0 34 03/20/2020 - 13:45 Portuguese
Poesia/Pasión Que sorriso lindo! 0 52 03/12/2020 - 01:53 Portuguese
Poesia/Tristeza Refúgio oculto 0 77 03/09/2020 - 22:50 Portuguese
Poesia/Pensamientos Coração apagado 0 54 03/03/2020 - 23:10 Portuguese
Poesia/Desilusión Escuridão já vi pior 0 74 03/03/2020 - 00:10 Portuguese
Poesia/Desilusión A Chave 0 64 02/28/2020 - 22:58 Portuguese
Poesia/Amor Gostosa forma de te amar 0 53 02/26/2020 - 20:47 Portuguese
Poesia/Desilusión Fuga 0 90 02/20/2020 - 22:35 Portuguese
Poesia/Amor Perdido em pensamentos 0 46 02/17/2020 - 23:28 Portuguese
Poesia/Amor Um coração que te ama 0 73 02/14/2020 - 20:54 Portuguese
Poesia/Tristeza E por não poder chegar até você 0 161 02/13/2020 - 01:04 Portuguese
Poesia/Meditación O silêncio oculto dos deuses 0 76 02/11/2020 - 00:06 Portuguese
Poesia/Amor Antes de amar você 0 64 02/07/2020 - 22:13 Portuguese
Poesia/Amor Seu olhar 0 141 02/06/2020 - 19:40 Portuguese
Poesia/Tristeza Onde escondo a minha dor 0 81 02/03/2020 - 18:59 Portuguese
Poesia/Amor Vi seus olhos e entendi 0 136 01/28/2020 - 23:52 Portuguese
Poesia/Meditación Livrai-me dos laços armados contra mim! 0 128 01/27/2020 - 20:12 Portuguese
Poesia/Intervención A árvore está viva 0 204 01/23/2020 - 20:58 Portuguese
Poesia/Tristeza As máscaras da melancolia 0 100 01/22/2020 - 23:23 Portuguese
Poesia/Tristeza Perguntas sem respostas 0 163 01/21/2020 - 20:29 Portuguese