CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

O Natal de Stone Halls

Aconteceu em uma pequena cidade do Mato Grosso
No final dos anos oitenta
Circulava pela pequena praça da vila
Uma criança que tinha uma vista atenta.

Na noite anterior, véspera de Natal,
Tinha observado as pessoas em festa
Que passava por ele em meio burburinho
Sem saber que em seu estômago nada resta.

O pai tinha que trabalhar para sustentá-lo
E com ele não podia, naquele dia, estar.
Enquanto as pessoas festejavam
Para ele não sobrava nem um olhar.

O cheiro suave das carnes sendo assada
Em suas narinas chegavam
Deixando sua fome mais apertada
E uma tristeza que seus pensamentos solapavam.

Não sabia por que passava por aquilo
Pois era uma criança que desejava a felicidade
Que tanto propagavam nesses dias
Mas que, para ele, só existia a saudade.

Com os olhos fundos de tristeza
Olhava para as casas cheias de gente
Sentia-se sozinho naquele universo
E sabia que, para eles, era indiferente.

Em sua cabecinha ficava uma inquirição
Que parecia resposta não ter
Por que falavam tanto em espírito natalino
Se ninguém importava com o seu sofrer?

Poema: Odair José, Poeta Cacerense

www.odairpoetacacerense.blogspot.com

Submited by

quarta-feira, dezembro 25, 2019 - 01:18

Poesia :

No votes yet

Odairjsilva

imagem de Odairjsilva
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 5 horas 39 minutos
Membro desde: 04/07/2009
Conteúdos:
Pontos: 4552

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Odairjsilva

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Desilusão De mim só terá a saudade 0 5 09/23/2020 - 18:57 Português
Poesia/Amor As coisas que tenho na alma 0 7 09/22/2020 - 19:19 Português
Poesia/Meditação À sombra da ausência de Deus 0 7 09/21/2020 - 20:00 Português
Poesia/Paixão Seus olhos se encontraram na luz suave 0 12 09/17/2020 - 21:34 Português
Poesia/Desilusão Coração rasgado 0 16 09/16/2020 - 18:47 Português
Poesia/Desilusão E eu não estarei mais no mesmo lugar 0 19 09/11/2020 - 21:35 Português
Poesia/Tristeza Perseguindo as sombras 0 37 09/10/2020 - 19:07 Português
Poesia/Pensamentos As artimanhas da noite 0 50 09/08/2020 - 18:44 Português
Poesia/Paixão Não quero beber do teu desejo 0 57 09/07/2020 - 14:50 Português
Poesia/Paixão O amor que transpira no meu ser 0 44 09/02/2020 - 19:26 Português
Poesia/Dedicado Corinthians, Tu és o Maior 0 33 09/01/2020 - 21:27 Português
Poesia/Amor Na tarde silenciosa de verão 0 34 08/31/2020 - 20:20 Português
Poesia/Meditação Tempestade no céu 0 49 08/28/2020 - 14:42 Português
Poesia/Desilusão Aprende a não ter saudade 0 42 08/27/2020 - 16:18 Português
Poesia/Dedicado Nietzsche 0 42 08/26/2020 - 18:43 Português
Poesia/Amor Dor e saudade 0 49 08/25/2020 - 15:13 Português
Poesia/Paixão Pensar que custei tanto a te sentir 0 35 08/24/2020 - 19:31 Português
Poesia/Meditação O que penso eu do mundo 0 47 08/21/2020 - 19:51 Português
Poesia/Desilusão Inquisição 0 49 08/20/2020 - 19:13 Português
Poesia/Amor Ainda bem 0 36 08/19/2020 - 14:42 Português
Poesia/Tristeza As rosas não falam 0 57 08/18/2020 - 14:43 Português
Poesia/Amor Pensamentos em você 0 62 08/17/2020 - 20:11 Português
Poesia/Amor Nos meus sonhos estou a te amar 0 38 08/13/2020 - 18:33 Português
Poesia/Amor Amor é estar ao seu lado 0 43 08/07/2020 - 18:34 Português
Poesia/Desilusão Os devaneios de um caminhante solitário 0 56 08/06/2020 - 19:22 Português