CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

O Evangelho Segundo S. Pedro

Gostaria de provar a existência de Deus!
As tentativas existentes não foram bem sucedidas.
Mas será preciso A prova? Não bastará o nosso coração aceitar?
Como seriam as relações humanas se a orientação clerical fosse diferente, exclusivamente centrada no homem, nas suas dificuldades e dúvidas, sem a subserviência do dinheiro, do poder, das classes?

O difícil é decidir! Como avançar ou como recuar.

Encontrei um soneto de Sheldon Vanauken que descrevia com precisão esse meu dilema.
Suas linhas finais diziam:

Entre o provável e o provado existem hiatos
Uma fenda. Com medo de saltar, permanecemos ridículos.
Então vemos atrás de nós o chão afundar e, pior,
Nosso ponto de vista esfacelar-se. O desespero desponta
Nossa única esperança: saltar para o Verbo
Que abre o universo fechado.

Durante muito tempo fiquei parado, tremendo, à beira desse hiato. Por fim, não vendo escapatória, saltei.


Escrevi um Evangelho sem que o Espírito Santo descesse sobre mim, pu-lo no lápis de S. Pedro porque ele foi a primeira pedra da Igreja de Deus na Terra.
Não há duvida que os Homens ao longo dos temos desvirtuaram o Evangelho pregado por Jesus Cristo, o Deus feito homem.
Eu não o desvirtuo, dei-lhe um toque humanista, não sectário, na esperança de captar corações abertos ao diálogo, encorajados para melhorar o Mundo.
Um Mundo onde a guerra se substitua pelo diálogo, pela fraternidade, pela concórdia...
Será pedir muito?

Sei que somos animais, inteligentes – há quem o diga – mas primitivos, quando nos passamos dos "carretos".
Não seria possível sermos SÓ inteligentes?

No meu livro encontrarão muitas justificações e caminhos que demonstram o que temos sido.
Deixo-vos, como aperitivo, o “Evangelho Segundo S. Pedro” o qual gostaria que alguém encontrasse numa qualquer gruta da Terra e sobre o qual se apusesse o selo de VERDADEIRO.
E, depois, tirarem daí as consequências!...

Evangelho Segundo S. Pedro

Pedro, apóstolo de Jesus Cristo, aos eleitos que vivem em todas as partes deste Mundo, eleitos de Deus Pai, eu vos saúdo, vos dou graças e paz em abundância. Venho-vos falar dos três dogmas: Fé, Esperança e Caridade, em obediência à palavra de Deus, nosso Salvador.


1 Bendito seja Deus, que nos deu Fé para acreditar. 2 Só Ele conhece o futuro, só Ele deve ser objecto do culto. 3 Graças a Ele não há adoração a criações terrenas.
4 Deus mandou Mensageiros e Profetas que pregaram a Sua palavra e ensinaram os Seus Mandamentos. 5 Ele é o Criador. 7 Deseja as preces dos Homens somente a Si dirigidas. 8 Os actos dos Homens na Terra são de devoção perante o Criador.
9 Culto é aplicar os Seus mandamentos, Jesus disse: “Amarás ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma, e de todo o teu entendimento. Este é o grande e primeiro mandamento. E o segundo, semelhante a este, é: Amarás ao teu próximo como a ti mesmo. Destes dois mandamentos dependem toda a lei e os profetas. 10 Aquele que diz: Eu O conheço, e não guarda os seus mandamentos, é mentiroso, e nele não está a verdade; mas qualquer que guarda a Sua palavra, nele realmente se tem aperfeiçoado o amor de Deus. E nisto sabemos que estamos Nele; aquele que diz estar Nele, também deve andar como Ele andou.”
11 O culto não é só um cerimonial religioso, é agradar a Deus. 12 Se alguma espécie de conquista, seja riqueza ou trabalho com o desejo de afirmação, poder ou reconhecimento, não agrada a Deus. 13 A vida é uma dádiva divina, logo, exortam-se as pessoas a vivê-la plenamente. 14 O trabalho é um complemento necessário mas, se em excesso, para nos dá o poder ou afirmação, é nocivo. 15 Receber a gratidão dos outros pelo beneficio concedido é um acto de humildade, bem aceite por Deus. 16 A riqueza corrompe, influencia o pecado, é a conspurcação do homem. 17 Jesus disse: “Quando deres esmola, não permitais que toquem a trombeta ante de ti, com o fazem os hipócritas, nas sinagogas e nas ruas, a fim de serem louvados pelos homens”.

Esperança
18 A Lei de Deus é Amor e só através dele nos redimimos. 19 Jesus Cristo morreu na cruz. Eu vi, e sempre testemunharei. 20 Ressuscitou e subiu ao Céu. Fui testemunha desse milagre.
21 Cristo morreu para se cumprirem as escrituras criando, porém, espaço para que, crentes ou não crentes, nos sentíssemos libertos do jugo do pecado. 22 Muitas vezes me confidenciou o que disse perante os seus sequazes: “Como se cumpririam as escrituras que dizem que tudo deve acontecer assim? Morro por amor a Deus!” Deus perdoa quem quer. Acreditar que tenha sido necessário Jesus sofrer e morrer para que os nossos pecados fossem perdoados é negar o poder e justiça infinita de Deus.
23 Mas sinto-me bem crendo que tal aconteceu. 24 Faz-me bem pensar que Jesus disse coisas como: 25 “bem-aventurados os pobres em espírito, porque deles é o reino dos céus, 26 os mansos, porque possuirão a terra, 27 os misericordiosos, porque alcançarão misericórdia, 28 os puros de coração, porque verão a Deus, 29 que pregou o direito de todos os homens a serem livres um mundo onde as ofensas se redimissem pelo perdão, 30 a misericórdia estivesse no coração dos homens para que partilhassem o pão e não arremessassem pedras, 31 que exortou à não acumulação de riquezas porque delas nasce a cobiça do ladrão e a corrupção dos corações, 32 condenou os julgamentos na praça pública para que os promotores não fossem julgados de igual modo.
33 Jesus veio ao Mundo para confirmar as palavras dos Mensageiros que o precederam. Veio repor a verdade de um passo erróneo: 34 O contrato primeiro que Deus fez com o povo hebreu, a quem disse: “Guardareis a minha vontade, não adorando falsos deuses e Eu serei o vosso Deus protegendo-os e abençoando-vos”, 35 foi uma aliança SÓ com um povo eleito. 36 Jesus veio redimir essa bênção: “ide, pois, ensinar todas as nações, baptizando-as em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, ensinando-as a cumprir quanto vos tenho mandado”, partindo-se daí para a segunda aliança, agora com TODOS os homens.
37 Em nome da verdade direi que o mote estava dado há muito: havia um povo escolhido, os outros homens foram de segunda escolha.
38 A discórdia começou aí, o AT está pleno de barbáries com os escolhidos. 39 A luta religiosa iniciara-se, aquela que há-de perdurar, todos os dias, em todas as latitudes, no Ocidente ou no Oriente, a Norte ou a Sul.
40 Podem acreditar ou não nos muitos milagres realizados por Jesus. 41 Acho que não há contestação possível, quando a adesão do povo foi estrondosa e, reconheça-se, o milagre era um acto necessário para distribuir a fé depois da palavra. 42 O tempo de então, obrigava a essa demonstração. 43 Eu fiz muitos milagres em nome de Deus. 44 “Toda a cidade de Jope soube deste acontecimento e muitos acreditaram no Senhor”.
45 Mas só faz milagres quem é Divino e eu fui apenas um outro Mensageiro da Fé, com a incumbência de erguer a Igreja de Deus na Terra.
46 “Nós somos os cooperantes de Deus e vós sois a cultura de Deus, sois edifício de Deus”. 47 ”Não sabeis que sois templos de Deus e que o Espírito de Deus habita em vós?”. 48 “O templo de Deus que sois vós, é santo”. “Ninguém, pois, se glorifique nos homens, pois tudo é vosso: quer Paulo, quer Apolo, quer Cefas, quer o mundo, quer a vida, quer a morte, quer o presente, quer o futuro, tudo é vosso, mas vós sois de Cristo e Cristo é de Deus”. 49 Assim falou Paulo aos Coríntios, homens carnais. “Nós somos o edifício, a Igreja de Deus, dado que o Espírito de Deus habita em nós”, tudo se resume em cremos ou não cremos.
50 As reformas na Igreja deverão ser menores, evitem as cisões de dogmas, todos somos filhos de Deus. Cultivem o diálogo e o compromisso. Será assim que alcançarão a vida eterna.
51 “Se não há ressurreição dos mortos, também Cristo não ressuscitou”.
52 Logo, a morte sendo a ressurreição de Cristo permite-nos aspirar à nossa própria ressurreição. 53 Mas “como ressuscitam os mortos? Com que espécie de corpo voltam eles? 54 “Semeia-se corpo natural e ressuscita-se corpo espiritual”. 55 “Todos seremos transformados”. 56 Os homens santos, que os haverá, os eleitos, os cristãos que acreditam, pagãos que se converteram, todos os que receberam o Espírito de Deus.
57 No ministério apostólico “trazemos esse tesouro em vasos de barro, para que em tão excelso poder se reconheça vir de Deus e não de nós”... 58 “trazemos sempre no nosso corpo os traços da morte de Jesus, para que também a vida de Jesus se manifeste no nosso corpo”. 59 Vivamos na humildade do traje e com a alma de Cristo.
60 “Sendo Seus colaboradores, não damos em nada qualquer motivo de escândalo para que o nosso ministério não seja censurado... 61 com muita paciência nas tribulações, nas necessidades, nas angustias, … 62 pela castidade, pela ciência, pela paciência, pela bondade, por uma caridade não fingida, … 63 com as armas da justiça, na honra e na desonra, pobres, como não tendo nada, mas possuindo tudo”.

Caridade
64 Para que tal não aconteça a Igreja que fundei em Roma terá como missão cuidar dos fracos, dos infelizes, dos que precisam de esmola e força para ultrapassar as dificuldades, 65 principalmente as crianças, os diferentes, 66 as chagas da vida que são imensas. Jesus disse, chamando um menino da rua: 67 “Em verdade vos digo, se não voltardes a ser como as criancinhas, não podereis entrar no reino dos céus. Quem pois se fizer humilde, como este menino, será o maior no reino dos céus”. 68 ”Livrai-vos de desprezar um só destes meninos, pois digo-vos que os seus anjos, nos céus, vêem constantemente a face de meu Pai”.
69 Como emanação de Deus, o trabalho dos padres e dos homens e mulheres da Igreja é andarem pelos ruas, por onde os pobres se albergam, oferecendo o apoio, o ensino, como cuidar da terra, o seu sustento diário. Jesus disse: 70 “Ao entrardes numa casa, saudai-a: a Paz a esta casa”. E mais disse: 71 “Se o teu irmão pecar, vai ter com ele e repreende-o a sós”.
Jesus disse no seu Testamento 72 “A minha Igreja, aquela que em meus sermões fui incentivando a sua criação, desejo-a despojada de quaisquer riquezas, rica apenas em espiritualidade, de sentimentos de ajuda, ao corpo e ao espírito dos Homens, servindo a Humanidade com a humildade própria dos sábios, 73 a minha Igreja não deverá ser uma galeria para exibição de cristãos eminentes, 74 mas uma escola para educar os imperfeitos, 75 pobre, mas grandiosa de glória ao Pai, ou seja, a vós mesmos.”
Jesus disse: 76 “Quando orardes, não rezais nas sinagogas ou nos cantos da rua, de pé, para serem vistos pelos homens, entra no teu quarto e, fechada a porta, reza em segredo a teu Pai, pois Ele, que vê o oculto, recompensar-te-á”.
77 Deus não precisa de intermediários para se chegar a Ele, porque é o Criador e Deus Único. 78 Os Discípulos que receberam o Espírito Santo ou os mártires canonizados pela Igreja, não devem ser adorados como deuses. Jesus disse: 79 “Eu sou o caminho, a Verdade e a Vida. Ninguém vem ao Pai senão por Mim.” E mais: 80 “A vida eterna consiste nisto:”Que Te conheçam a Ti, por único Deus verdadeiro”.
81 Aquele que tiver ouvidos, oiça! É da vontade de Deus que os seres humanos possuam livre arbítrio. 82 Nem sempre Deus se sente agradado com as decisões tomadas pelos seres humanos, 83 mas Ele quer que lhes seja possível tomar estas decisões por sua livre escolha.
84 Prevejo a Igreja de Cristo na Terra nem sempre a mais colaboradora, paciente, casta, honrada e, sobretudo, pobre. 85 O exemplo será tremendo para o equilíbrio espiritual dos povos, dos raças de todo o cariz, da livre escolha. A Igreja que implantei aceita ideologias diversas na persecução do ideal da fé em Cristo, filho do Pai.
86 Deus deseja que O reconheceis como o único Deus verdadeiro, Jesus nasceu e morreu na Terra para dar a conhecer o Pai como esse Deus Verdadeiro. 87 Todos os Profetas e Mensageiros apontaram o Deus Único e Verdadeiro, desde Adão a Muhammad, o último que há-de vir. 88 Apelo à Unicidade de Deus em Sua sabedoria (Omnipotência), 89 à Devoção de adoração ao Deus Único (Eterno), 90 à Unicidade e Singularidade de Deus nos Seus Nomes e Atributos (Poderoso) .
91 Logo, o único a ser adorado, a Ele somente. 92 As Escrituras originais, os livros de Deus, são para acreditar, as revelações a Abraão, a Moisés, o Evangelho de Jesus. 92 haverá muitas distorções, acréscimos e eliminação de textos, transformando os originais em interpretações abusivas, por vezes contraditórias, muitas em benefício próprio de gentes que se dirão falsamente crentes na Fé. 93 Os Profetas e Mensageiros foram homens que receberam revelações de Deus e as transmitiram aos seus irmãos. 94 Foram enviados para conduzirem a Humanidade de volta ao monoteísmo, 95 para servirem de exemplos vivos de como se submeter a Deus, 96 para orientarem os povos em direcção ao caminho da salvação. 97 Eles eram, unicamente, seres humanos. 98 Mas todos irmãos na Fé. 99 Todos apelaram às pessoas que se afastassem de adorar coisas criadas e que adorassem unicamente O Criador. 100 Maria, Mãe de Deus é a excepção, porque ela é a Mãe de Jesus, imaculada, como disse S. Gabriel. Todos devem ser filhos e irmãos no Pai, nosso Deus.
101 Deus prometeu-nos o perdão, caso nos voltemos para Ele, em sincero arrependimento. 102 O arrependimento é a maneira pela qual a pessoa pode obter a salvação, por intercessão da misericórdia de Deus. 103 No verdadeiro arrependimento a pessoa deve reconhecer e aceitar que pecou, arrependendo-se verdadeiramente por o ter feito, voltar-se humildemente para Deus, pedindo-Lhe perdão, ter a sincera resolução de não voltar a cometer o mesmo pecado. 104 Em caso do pecado cometido tenha prejudicado alguém a pessoa deve fazer tudo o que estiver ao seu alcance para o remediar. 105 Isto não significa que, caso a pessoa volte a cometer o mesmo pecado futuramente, o seu arrependimento prévio seja anulado. 106 O que se torna necessário é o sério compromisso de não voltar a pecar. 107 A porta para o arrependimento está sempre aberta. Deus fica feliz, quando seus filhos regressam a Si, em busca do Seu perdão infinito. 108 O arrependimento é uma forma de prestar culto.
109 Ninguém, exceptuando Deus, pode perdoar os pecados. O perdão divino não deve ser procurado através de outra pessoa. 110 Na Igreja que fundei não é necessário que exista um clero formal, pessoas ordenadas ou uma hierarquia. 111 O relacionamento entre o indivíduo e Deus é directo. 112 Ninguém, senão Deus, pode dizer o que é permitido ou o que é pecaminoso. 113 Ser humano algum pode abençoar outro. 114 Cada pessoa responde directamente por si, perante o Seu Senhor e Criador.
115 Aceitam-se lideres na oração, pessoas devotadas a Deus que estudam as Escrituras e apresentem interpretações claras sobre os Evangelhos, pela sua nobreza de carácter, inspirando outros a serem melhores.
116 O livre arbítrio é o crente reagir à sua maneira e de modo a que Deus seja sempre louvado. 117 A Igreja não terá de fazer Leis canónicas, tão somente, deverá interpretar os Evangelhos e apresentá-los à discussão dos crentes. 118 Não há práticas proibidas, há reflexões que a isso possam levar por interpretação das Escrituras. 119 Se as Escrituras falharem por omissão, a tradição da Igreja será a regra a aplicar. 120 A Igreja não deve proibir modos de vida mas sim ensinar a qualidade de vida. 121 A Lei Divina deve ser dada a conhecer na actividade pastoral da Igreja, fazendo entender a sabedoria da Lei, como uma oferta acrescida para um acto perfeito de compreensão.
122 Homens e mulheres são iguais perante Deus e responsáveis pelos seus actos. 123 Na minha Igreja, a mulher poderá ser lider na oração como qualquer homem.

A Humanidade
124 Todos devem ser encorajados para melhorar o Mundo. 125 Devemos utilizar o conhecimento para benefício de toda a humanidade. 126 Hão-de despontar avanços no campo das matemáticas, da química, da física, da medicina, da astronomia, da arquitectura, da arte, da literatura, da geografia e da história, entre outros que o cérebro humano alimentado pelo Espirito Santo nos faça desfrutar num futuro.
127 A vida terrena é passageira, breve, todos voltam a Deus, onde terão uma vida eterna. 128 Resumam a vossa existência em três conceitos: 129 Adorem Deus, 130 Vivam segundo o livre arbítrio que Deus vos concedeu e 131 Respeitem o vosso habitat natural, a Terra, ela que é o vosso lar, donde tirarás a comida e as condições para a vida.
131 Não subestimem os vossos irmãos em Deus, procurem neles o confronto e a amizade. 132 A natureza ser-vos-á pródiga se souberem cuidar dela. 133 Não temais o Juízo Final. Ele será um dia feliz para a Humanidade. 134 Não pensais que esse dia virá precedido de cataclismos, grandes convulsões terrestres. 135 Deus nunca fará sofrer os homens de Boa Vontade, Crentes e Seus adoradores.

Despeço-me de todos os povos do Mundo com a alegria que me levará a estar perante o Criador, nos tempos próximos. Sei que estou perto de ir para o Pai e lá, serei um acérrimo defensor dos vossos direitos humanos e de irmandade no Senhor.
Que Deus vos abençoe eternamente.”
 

Submited by

quinta-feira, março 3, 2011 - 11:30

Anúncios :

No votes yet

AFreitas

imagem de AFreitas
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 2 anos 6 semanas
Membro desde: 02/28/2011
Conteúdos:
Pontos: 226

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of AFreitas

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Desilusão A Languidez da Saudade 0 527 10/12/2018 - 09:15 Português
Poesia/Erótico Paris 0 557 09/25/2018 - 09:52 Português
Poesia/Meditação Não me deixes sozinho neste caminho de fim de vida 0 305 09/13/2018 - 16:56 Português
Poesia/Alegria Em Londres 0 788 09/13/2018 - 10:19 Português
Poesia/Meditação Sedução! 0 460 08/15/2012 - 10:58 Português
Anúncios/Outros - Oferece-se Apresentação de dois livros do Autor 0 892 08/11/2012 - 16:37 Português
Poesia/Desilusão EU 3 968 06/19/2011 - 15:27 Português
Poesia/Amizade Hino aos amigos 0 702 05/22/2011 - 10:13 Português
Prosas/Lembranças O caminho para parte nenhuma 0 943 04/05/2011 - 18:55 Português
Poesia/Meditação A Vida, hoje! 1 943 04/03/2011 - 16:16 Português
Poesia/Amor A Mãe 1 859 03/27/2011 - 02:55 Português
Poesia/Amor ... Colheremos saudades... 2 936 03/26/2011 - 15:50 Português
Poesia/Amor ...mas que tudo seja por bem e colhas os bons frutos de um trabalho sério e compensador. 1 778 03/26/2011 - 02:53 Português
Poesia/Amor Coragem! Estarei sempre contigo! 2 1.297 03/26/2011 - 02:45 Português
Poesia/Amor ...quando estamos afastados do ser que tanto amamos!... 1 957 03/26/2011 - 01:50 Português
Poesia/Fantasia Saber versejar! 1 1.057 03/26/2011 - 01:35 Português
Poesia/Alegria Sei que voltaste! 1 706 03/23/2011 - 23:26 Português
Poesia/Aforismo Primeira flor do meu jardim 4 886 03/23/2011 - 20:55 Português
Poesia/Meditação De novo - A minha solidão! 1 788 03/21/2011 - 21:13 Português
Poesia/Meditação Num quarto de hotel 0 810 03/19/2011 - 13:13 Português
Poesia/Fantasia 6 da manhã! 3 754 03/19/2011 - 13:05 Português
Poesia/Meditação Que fazemos aqui? 1 747 03/13/2011 - 13:13 Português
Poesia/Amor ... semeemos amor... 0 879 03/11/2011 - 20:13 Português
Poesia/Aforismo Incoerências 2 717 03/11/2011 - 20:10 Português
Poesia/Aforismo A quinta flor e segundo homem semeado 2 782 03/10/2011 - 19:28 Português