CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Oscar Wilde Biografia

Oscar Fingal O'Flahertie Wills Wilde (Dublin, 16 de outubro de 1854 — Paris, 30 de novembro de 1900) foi um escritor irlandês.

]Biografia
 
Wilde foi criado numa família protestante (convertendo-se a Igreja Católica depois), estudou na Portora Royal School de Enniskillen e no Trinity College de Dublin, onde sobressaiu como latinista e helenista. Ganhou depois uma bolsa de estudos para o Magdalen College de Oxford .
Wilde saiu de Oxford em 1878. Um pouco antes havia ganhado o prêmio "Newdigate" com o poema "Ravenna" .
Passou a morar em Londres e começou a ter uma vida social bastante agitada, sendo logo caracterizado pelas atitudes extravagantes.
Foi convidado para ir aos Estados Unidos a fim de dar uma série de palestras sobre o movimento estético por ele fundado, o esteticismo, ou dandismo, que defendia, a partir de fundamentos históricos, o belo como antídoto para os horrores da sociedade industrial, sendo ele mesmo um dandi.
Em 1883, vai para Paris e entra para o mundo literário local, o que o leva a abandonar seu movimento estético. Volta para a Inglaterra e casa-se com Constance Lloyd, filha de um rico advogado de Dublin, indo morar em Chelsea, um bairro de artistas londrinos. Com Constance teve dois filhos, Cyril, em 1885 e Vyvyan, em 1886. O melhor período intelectual de Oscar Wilde é o que vai de 1887 a 1895.

O sucesso

Em 1892, começa uma série de bem sucedidas histórias, hoje clássicos da dramaturgia britânica: O leque de Lady Windermere (1892), Uma mulher sem importância (1893), Um marido ideal e A importância de ser Prudente (ambas de 1895). Nesta última, o ar cômico começa pelo título ambíguo: Earnest, "fervoroso" em inglês, tem o mesmo som de Ernest, nome próprio.
Publica contos como O Príncipe Feliz e O Rouxinol e a Rosa, que escrevera para os seus filhos, e O crime de Lord Artur Saville.
O seu único romance foi O retrato de Dorian Gray.
A situação financeira de Wilde começou a melhorar cada vez mais, e, com ela, conquista uma fama cada vez maior. O sucesso literário foi acompanhado de uma vida cada vez mais mundana. As atitudes tornaram-se cada vez mais excêntricas.
 
Os julgamentos e prisão

Em Maio de 1895, após três julgamentos, foi condenado a dois anos de prisão, com trabalhos forçados, por "cometer atos imorais com diversos rapazes".Wilde escreveu uma denúncia contra um jovem chamado Bosie, publicada no livro De Profundis, acusando-o de tê-lo arruinado. Bosie era o apelido de Lorde Alfred Douglas, um dos homens de que se suspeitava que Wilde fosse amante. Foi o pai de Bosie, o Marquês de Queensberry, que levou Oscar Wilde ao tribunal. No terrível período da prisão, Wilde redigiu uma longa carta a Douglas. 
A imaginação como fruto do amor é uma das armas que Wilde utiliza para conseguir sobreviver nas condições terríveis da prisão. Apesar das críticas severas a Douglas, ele ainda alimenta o amor dentro de si como estratégia de sobrevivência. A imaginação, a beleza e a arte estão presentes na obra de Wilde.
Após a condenação a vida mudou radicalmente e o talentoso escritor viu, no cárcere, serem consumidas a saúde e a reputação. No presídio, o autor de Salomé (1893) produziu, entre outros escritos, De Profundis, o clássico anarquista, A alma do homem sob o socialismo e a célebre Balada do cárcere de Reading]'.

Os últimos anos

Foi libertado em 19 de maio de 1897. Poucos amigos o esperavam na saída, entre eles o maior, Robert Ross.
Passou a morar em Paris e a usar o pseudônimo Sebastian Melmoth. As roupas tornaram-se mais simples, e o escritor morava em um lugar humilde, de apenas dois quartos. A produtividade literária é pequena.
O fato histórico de seu sucesso ter sido arruinado pelo Lord Alfred Douglas (Bosie) tornou-lhe ainda mais culto e filosófico, sempre defendendo o amor que não ousa dizer o nome, definição sobre a homossexualidade, como forma de mais perfeita afeição e amor.
Oscar Wilde morreu de um violento ataque de meningite (agravado pelo álcool e pela sífilis) às 9h50min do dia 30 de novembro de 1900.
Em seu leito de morte Oscar Wilde foi aceito pela Igreja Católica Romana e Robert Ross, em sua carta para More Adey (datada de 14 de Dezembro de 1900), disse: Ele estava consciente de que havia pessoas presentes, e levantou sua mão quando pedi, mostrando entendimento. Ele apertou nossas mãos. Eu então fui enviado em busca de um padre, e depois de grande dificuldade encontrei o Padre Cuthbert Dunne, que foi comigo e administrou o Batismo e a Extrema Unção - Oscar não pode tomar a Eucaristia.
Wilde foi enterrado no Cemitério de Bagneux fora de Paris, porém mais tarde foi movido para o Cemitério de Père Lachaise em Paris. Sua tumba em Père Lachaise foi feita pelo escultor Sir Jacob Epstein, a requisição de Robert Ross, que também pediu um pequeno compartimento para seus próprios restos. Seus restos foram transferidos para a tumba em 1950.
 
A obra
 
Em seu único romance, O Retrato de Dorian Gray, considerado por críticos como obra-prima da literatura inglesa, Oscar Wilde trata da arte, da vaidade e das manipulações humanas..
Já em várias de suas novelas como, por exemplo, O Fantasma de Canterville, Wilde critica o patriotismo da sociedade.
Em seus contos infantis preocupou-se em deixar lições de moral através do uso de linguagem simples. O Filho da Estrela , é exemplo disso.
No teatro, escreveu nove dramas, muitos ainda encenados até hoje.
Wilde destacou-se como poeta, principalmente na juventude. Rosa Mystica, Flores de Ouro são alguns trabalhos conhecidos nesse campo.
Wilde foi um mestre em criar frases, marcadas por ironia, sarcasmo e cinismo.

Submited by

quinta-feira, junho 16, 2011 - 02:12

Poesia Consagrada :

No votes yet

Oscar Wilde

imagem de Oscar Wilde
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 8 anos 32 semanas
Membro desde: 10/12/2008
Conteúdos:
Pontos: 230

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Oscar Wilde

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia Consagrada/Biografia Oscar Wilde Biografia 0 5.719 06/16/2011 - 02:12 Português
Poesia Consagrada/Biografia Oscar Wilde Biografia 0 2.318 06/16/2011 - 02:05 Espanhol
Poesia Consagrada/Biografia Oscar Wilde Biography 0 1.169 06/16/2011 - 02:00 inglês
Poesia Consagrada/Aforismo Oscar Wilde Aphorisms : Chastity is ... 0 1.365 06/16/2011 - 01:58 inglês
Poesia Consagrada/Aforismo Oscar Wilde Aphorisms : I sometimes think that God ... 0 1.021 06/16/2011 - 01:56 inglês
Poesia Consagrada/Aforismo Oscar Wilde Aphorisms : I like persons better than principles ... 0 880 06/16/2011 - 01:56 inglês
Poesia Consagrada/Aforismo Oscar Wilde Aphorisms : When you are young you think money is ... 0 910 06/16/2011 - 01:55 inglês
Poesia Consagrada/Aforismo Oscar Wilde Aphorisms : Some cause happiness wherever they go ... 0 1.780 06/16/2011 - 01:54 inglês
Poesia Consagrada/Aforismo Oscar Wilde Aphorisms : The only thing that men and women have in common is ... 0 938 06/16/2011 - 01:54 inglês
Poesia Consagrada/Aforismo Oscar Wilde Aphorisms : Between men and women there is ... 0 1.149 06/16/2011 - 01:53 inglês
Poesia Consagrada/Aforismo Oscar Wilde Aphorisms : I am not young enough to ... 0 989 06/16/2011 - 01:52 inglês
Poesia Consagrada/Aforismo Oscar Wilde Aphorisms : Marriage is ... 0 848 06/16/2011 - 01:51 inglês
Poesia Consagrada/Aforismo Oscar Wilde Aphorisms : A cynic is a man who knows ... 0 1.125 06/16/2011 - 01:50 inglês
Poesia Consagrada/Aforismo Oscar Wilde Aphorisms : I can resist everything except ... 0 1.004 06/16/2011 - 01:49 inglês
Poesia Consagrada/Aforismo Oscar Wilde Aphorisms : The only way to get rid of a temptation is ... 0 914 06/16/2011 - 01:48 inglês
Poesia Consagrada/Aforismo Oscar Wilde Aphorisms : The pure and simple truth is ... 0 1.202 06/16/2011 - 01:47 inglês
Poesia Consagrada/Aforismo Oscar Wilde Aphorisms : A little sincerity is ... 0 954 06/16/2011 - 01:47 inglês
Poesia Consagrada/Aforismo Oscar Wilde Aphorisms : To love oneself is ... 0 924 06/16/2011 - 01:46 inglês
Poesia Consagrada/Aforismo Oscar Wilde Aphorisms : No great artist ever sees things as they really are ... 0 964 06/16/2011 - 01:44 inglês
Poesia Consagrada/Aforismo Oscar Wilde Aphorisms : A grand passion is the privilege ... 0 1.341 06/16/2011 - 01:39 inglês
Poesia Consagrada/Aforismo Oscar Wilde Aphorisms : Life is ... 0 916 06/16/2011 - 01:38 inglês
Poesia Consagrada/Aforismo Oscar Wilde Aphorisms : Long engagements give people ... 0 895 06/16/2011 - 01:37 inglês
Poesia Consagrada/Aforismo Oscar Wilde Aphorisms : When a man has once loved a woman ... 0 906 06/16/2011 - 01:36 inglês
Poesia Consagrada/Aforismo Oscar Wilde Aphorisms : Men marry because they are ... 0 893 06/16/2011 - 01:35 inglês
Poesia Consagrada/Aforismo Oscar Wilde Aphorisms : Each time that one loves is ... 0 831 06/16/2011 - 01:35 inglês