CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

“Hímen sem ventre”

“Hímen sem ventre”

Mentes que mentem, sêmen sem semente, mortos inexistentes,
rosas frias em forma de gente.

Corpos tão quentes! “hímen sem ventre” e tortos inexperientes,
fogosos dias sem normas entes.

Primazia da espécie com azia aparente no olhar, ainda assim meio
descontente e recheada de presentes.

Retraia na inércia, riria inerente na onda do mar? Vinda em mim na
serpente animada de sopros quentes.

Acalentado pela verdade sua crua e cheia de preconceito escondido
e procurando pelo perdido impertinente.

Falando da maldade tua nua na meia lua já tomada do é feito fundido
e encontrando o elo vencido de gente.

Encontro de germes, vermes, vírus e bactérias necessárias pra ir pro
escroto monstruoso e pecaminoso.

Monto as dermes, epidermes com pus e matérias primárias pra ir pro
esgoto tortuoso e assombroso.

Mau visto e “mal cheiroso”....................................

O NOVO POETA. (W.Marques ).

O NOVO POETA. (W.Marques ).

Submited by

sexta-feira, abril 2, 2010 - 13:51

Poesia :

No votes yet

onovopoeta

imagem de onovopoeta
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 1 ano 34 semanas
Membro desde: 04/19/2009
Conteúdos:
Pontos: 1469

Comentários

imagem de Henrique

Re: “Hímen sem ventre”

Tortuoso e paradoxal!!!

:-)

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of onovopoeta

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Pensamentos Santo do pau oco 0 997 11/03/2018 - 21:51 Português
Poesia/Geral Gemas acabrunhadas 0 790 10/19/2018 - 14:06 Português
Poesia/Geral Receio do remate 1 1.729 10/15/2018 - 16:47 Português
Poesia/Meditação Talvez um anjo 1 1.134 10/15/2018 - 16:46 Português
Poesia/Meditação Oscilação 1 1.724 10/15/2018 - 16:45 Português
Poesia/Geral Dito-cujo 2 1.124 10/15/2018 - 16:43 Português
Poesia/Geral Abstrato 2 1.493 03/15/2018 - 09:42 Português
Poesia/Amor Sobejar de paixão 2 725 03/15/2018 - 09:41 Português
Poesia/Geral Beiços de homens 1 756 02/27/2018 - 11:37 Português
Poesia/Meditação Morte e vida 1 1.621 02/27/2018 - 11:36 Português
Poesia/Amor Pétalas do amor 1 1.008 01/22/2018 - 14:58 Português
Poesia/Meditação 10 graças 1 1.124 05/29/2016 - 13:03 Português
Poesia/Geral Sinfônica saúde 0 902 04/22/2016 - 15:02 Português
Poesia/Geral Santas descabidas 0 959 02/21/2016 - 20:22 Português
Poesia/Amor Vinho triste 0 1.289 02/21/2016 - 20:20 Português
Poesia/Amor Lucidez abstrusa 0 1.751 12/24/2015 - 12:19 Português
Poesia/Geral Oportunista 0 1.008 11/07/2015 - 22:42 Português
Poesia/Geral Fluidos mínimos 0 1.116 09/23/2015 - 11:55 Português
Poesia/Geral Mortos odoríferos 0 1.334 07/21/2015 - 11:30 Português
Poesia/Amor Princesa do gueto (A morte da princesa). 0 1.522 06/13/2015 - 19:21 Português
Poesia/Meditação Dias encafifados 0 1.350 04/29/2015 - 12:07 Português
Poesia/Amor Amor de seis rimas 0 1.484 03/27/2015 - 12:29 Português
Poesia/Geral Mortos do vaso 0 1.286 02/15/2015 - 13:26 Português
Poesia/Amor Memórias de girasol 0 1.128 01/15/2015 - 11:12 Português
Poesia/Fantasia Luzes dos lampiros 0 1.199 12/23/2014 - 14:55 Português