CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Adeus, ano velho (Affonso Romano de Sant'Anna)

Vai, ano velho, vai de vez
Vai com tuas dívidas
e dúvidas, vai, dobra a ex-
quina da sorte, e no trinta e um,
à meia-noite esgota o copo
e a culpa do que nem lembro
e me cravou entre janeiro e dezembro.

Vai, leva tudo: destroços,
ossos, fotos dos presidentes,
beijos de atrizes, enchentes,
secas, suspiros, jornais...
Vade Retrum, pra trás!
leva pra escuridão
quem me assaltou O carro,
a casa e o coração,
Não quero te ver mais,
só daqui a anos, Nos anais,
nas fotos do nunca-mais.

Vem, ano novo, vem veloz,
vem em quadrigas, aladas, antigas
ou jatos de luz modernas, vem,
paira, desce, habita em nós,
vem com cavalhadas, folias, reisados,
fitas multicores, rebercas
vem com uva e mel e desperta
em nosso corpo a alegria.
escancara a alma, a poesia,
e, por um instante, estanca
o verso real, perverso
e sacia em nós a fome
- utopia.

Vem na areia da ampulheta, como a
semente que contivesse outra se-
mente que contivesse ou-
tra semente ou pérola na
casca da ostra
como se
se
outra se-
mente pudesse
nascer do corpo e mente
ou do umbigo da gente como o ovo
o Sol a gema do Ano Novo que rompesse
a placenta da noite em viva flor luminescente.

Adeus, tristeza: a vida
é uma caixa chinesa
de onde brota a manhã.
Agora
é recomeçar.
A utopia é urgente.
Entre flores de urânio
é permitido sonhar.

 

Affonso Romano de Sant'Anna, poeta brasileiro, em belíssimo poema sobre a passagem do ano.

Submited by

segunda-feira, dezembro 26, 2011 - 12:17

Poesia :

No votes yet

AjAraujo

imagem de AjAraujo
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 1 ano 11 semanas
Membro desde: 10/29/2009
Conteúdos:
Pontos: 15584

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of AjAraujo

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Amor Não penses meu amor… (Aleksander Pushkin) 0 1.067 10/16/2013 - 00:05 Português
Poesia/Intervenção O homem que outrora fui... (Aleksander Pushkin) 0 1.377 10/16/2013 - 00:00 Português
Poesia/Intervenção Labor Artis (Moacyr Félix) 0 949 10/12/2013 - 21:28 Português
Poesia/Meditação Enredo - fragmento (Moacyr Félix) 0 1.312 10/12/2013 - 21:25 Português
Poesia/Intervenção Dois poemas do homem e sua escolha (Moacyr Felix) 0 839 10/12/2013 - 21:19 Português
Poesia/Pensamentos A confiança em si mesmo é o segredo do sucesso! Seleção de Pensamentos & Frases 25-48 (Ralph Waldo Emerson) 0 1.222 09/22/2013 - 19:03 Português
Poesia/Amizade Nas flores, a terra sorri! Seleção de Pensamentos & Frases 1-24 (Ralph Waldo Emerson) 0 1.930 09/22/2013 - 18:26 Português
Poesia/Pensamentos A recompensa por uma coisa bem feita, é tê-la feito! Seleção de Pensamentos & Frases 49-72 (Ralph Waldo Emerson) 0 1.166 09/22/2013 - 18:26 Português
Poesia/Dedicado Esquizofrenia 0 1.420 09/18/2013 - 01:44 Português
Poesia/Intervenção Pão dormido 0 937 09/18/2013 - 01:34 Português
Poesia/Meditação Abstinência tecnológica (sobre a dependência do celular) 0 1.202 09/16/2013 - 10:23 Português
Poesia/Intervenção Os ninguéns (Eduardo Galeano) 0 1.267 09/16/2013 - 10:15 Português
Poesia/Meditação A vida é um rio 0 833 09/16/2013 - 10:15 Português
Poesia/Dedicado O sonho-mar de Raimundo 0 1.146 09/16/2013 - 03:23 Português
Poesia/Intervenção No rumo da minha utopia 0 1.601 09/16/2013 - 03:12 Português
Videos/Música Genesis - When in Rome Concert 2007 (DVD) 0 2.558 04/29/2013 - 01:13 inglês
Videos/Música Genesis - When in Rome Concert 2007 (DVD) 0 3.115 04/29/2013 - 01:12 inglês
Poesia/Meditação A palavra viva 0 1.951 03/18/2013 - 02:53 Português
Poesia/Pensamentos Fazendo a diferença 0 772 03/18/2013 - 02:51 Português
Poesia/Pensamentos Diálogos insólitos (I): Sobre a mudança de atitude 0 1.489 03/18/2013 - 02:47 Português
Poesia/Meditação Anjo e pássaro caído: drama do cracK 1 1.335 01/12/2013 - 15:32 Português
Poesia/Meditação Confissões do Latifúndio 0 1.242 11/13/2012 - 10:54 Português
Poesia/Meditação A paz inquieta (D. Pedro Casaldaliga) 0 2.983 11/13/2012 - 10:50 Português
Poesia/Meditação Oração da causa indígena (D. Pedro Casaldaliga) 0 1.474 11/13/2012 - 10:50 Português
Poesia/Dedicado Ser médico: cuidar da dor humana! 0 1.927 11/09/2012 - 11:33 Português