CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

andei pelas avenidas até minhas pernas se confundirem com o asfalto.

andei pelas avenidas
até minhas pernas se confundirem
com o asfalto.
ouvi as vozes de amigos desaparecidos
e de antigas paixões
perdidas num passado distante.

tantos anos, tantas mudanças,
tanta coisa mudou.
mas tudo permanece tão igual
reverberando nas paredes.

à noite vi o meu reflexo no espelho
e não reconheci meu próprio rosto,
somente meu olhar vazio.
eu podia sentir o sangue
em minhas veias
tão negro e tóxico
como a chuva ácida
que cai sobre as ruas de são paulo.

caminhei por ruelas, becos e travessas
seguindo o eco de meus próprios passos
para tentar fugir de mim mesmo
e encontrar um refúgio
profundo e escuro.

despi qualquer desesperança
que ainda restasse,
deixei o momento calar.
deixei a manhã chegar
para esquecer os relógios,
os infernos e os paraísos.

Poema do livro Amores Possíveis
A venda em http://sergioprof.wordpress.com
Contato:
blog: http://sergioprof.wordpress.com/
facebook: https://www.facebook.com/jardimpoeta
https://www.facebook.com/poetajardim
twitter: http://twitter.com/SERGI0_ALMEIDA
linkedin: https://www.linkedin.com/in/poeta-jardim-a7b0222b
google +: https://plus.google.com/+sergioalmeidaJardim
skoob: http://www.skoob.com.br/autor/7181-jardim

Submited by

sexta-feira, janeiro 27, 2017 - 09:40

Poesia :

No votes yet

jardim

imagem de jardim
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 2 anos 41 semanas
Membro desde: 07/28/2012
Conteúdos:
Pontos: 358

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of jardim

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Amor o anjo que pego em meu colo 0 679 02/02/2017 - 10:18 Português
Poesia/Amor será que consegues 0 572 02/02/2017 - 10:15 Português
Poesia/Amor antes que eu pudesse me dar conta 0 549 02/01/2017 - 18:40 Português
Poesia/Amor algo se quebrou no universo 0 1.497 02/01/2017 - 18:38 Português
Poesia/Amor guardei para ti rosas e versos 0 545 02/01/2017 - 18:34 Português
Poesia/Amor foi preciso te encontrar 0 459 01/31/2017 - 10:36 Português
Poesia/Amor foram eternos dias 0 584 01/31/2017 - 10:35 Português
Poesia/Amor em minha boca calada 0 563 01/31/2017 - 10:33 Português
Poesia/Amor nos acostumamos 0 555 01/30/2017 - 11:05 Português
Poesia/Amor se me falta o chão em que piso 0 409 01/30/2017 - 11:03 Português
Poesia/Amor a casa está vazia 0 2.180 01/30/2017 - 11:01 Português
Poesia/Amor eternos dias 0 522 01/29/2017 - 11:59 Português
Poesia/Amor de ti trago memórias 0 558 01/29/2017 - 11:57 Português
Poesia/Amor provo teu negro amor 0 423 01/29/2017 - 11:55 Português
Poesia/Amor penetraste 0 463 01/28/2017 - 10:16 Português
Poesia/Amor te busco em todas as outras 0 664 01/28/2017 - 10:09 Português
Poesia/Amor sou somente um bardo 0 491 01/28/2017 - 10:07 Português
Poesia/Amor dentro de nós 1 415 01/27/2017 - 14:00 Português
Poesia/Amor andei pelas avenidas até minhas pernas se confundirem com o asfalto. 0 532 01/27/2017 - 09:40 Português
Poesia/Amor menti, enganei, aprend 0 434 01/27/2017 - 09:38 Português
Poesia/Amor vívido corpo 0 470 01/26/2017 - 10:10 Português
Poesia/Amor dentro daquele beijo 0 466 01/26/2017 - 10:07 Português
Poesia/Amor decifrando teus abismos 0 606 01/26/2017 - 10:06 Português
Poesia/Amor o meu corpo a buscar teu corpo ausente 0 563 01/25/2017 - 11:59 Português
Poesia/Amor de tuas entradas às tuas entranhas 0 496 01/25/2017 - 11:57 Português