CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Aridez

Ivan Melo / Marvell Resende

Dias de sol, terra seca,
Secos os peitos de esperança...
A aridez transforma o coração dos dos homens,
A aridez transforma a face da Terra
Em recantos da mais paupérrima miséria
E a boa vontade míngua nos homens, com o rigor.

Chão gretado, água não tem... água não vem,
Resta só a água no olhar... A dor de não ver
Os campos floridos, a terra molhada,
À espera do que prometem os homens e deve a divindade.
O que se vê: corpos sujos, esquálidos...
Quanto devem ser sujas as consciências dos que prometem,
E quanto devem limpos os corações que esperam!

O sol que purifica é o mesmo que mata.
Ás vezes não se entende a natureza de Deus,
Às vezes não se entende a desfaçatez nos homens,
Já que apenas homens na Terra somos
E alcançar seus enigmas, não conseguimos...

Submited by

domingo, novembro 15, 2009 - 00:48

Poesia :

No votes yet

imelo

imagem de imelo
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 17 horas 33 minutos
Membro desde: 09/09/2009
Conteúdos:
Pontos: 1175

Comentários

imagem de MarneDulinski

Re: Aridez

O sol que purifica é o mesmo que mata.
Ás vezes não se entende a natureza de Deus,
Às vezes não se entende a desfaçatez nos homens,
Já que apenas homens na Terra somos
E alcançar seus enigmas, não conseguimos...
LINDO POEMA, GOSTEI DO TEMA!
MarneDulinski

imagem de RobertoEstevesdaFonseca

Re: Aridez

Lindo poema.

Gostei.

Parabéns.

Um abraço,
REF

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of imelo

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Gótico SOCIOPATIA 0 30 04/06/2020 - 04:55 Português
Poesia/Geral ÚLTIMOS SUSPIROS 0 11 04/05/2020 - 19:20 Português
Poesia/Geral ALMA DESNUDA 0 29 03/31/2020 - 23:56 Português
Poesia/Geral SUBJETIVISMO 0 26 03/31/2020 - 00:57 Português
Poesia/Soneto CIÚME 0 36 03/30/2020 - 03:28 Português
Poesia/Geral O PENSAMENTO 0 32 03/27/2020 - 00:10 Português
Poesia/Geral VETORIAIS 0 57 03/25/2020 - 05:00 Português
Poesia/Soneto VIÇO 0 52 03/24/2020 - 05:13 Português
Poesia/Soneto DIA FESTIVO 0 55 03/24/2020 - 02:51 Português
Poesia/Soneto BILATERAL 0 29 03/23/2020 - 04:17 Português
Poesia/Soneto SINTOMAS 0 56 03/21/2020 - 22:26 Português
Poesia/Soneto VESTÍGIOS 0 34 03/21/2020 - 21:51 Português
Poesia/Soneto PRINCÍPIOS 0 48 03/21/2020 - 02:29 Português
Poesia/Soneto INSTANTES ÚLTIMOS 0 35 03/20/2020 - 02:58 Português
Poesia/Geral DÚVIDAS 0 52 03/17/2020 - 03:26 Português
Poesia/Geral VÍRUS 0 68 03/14/2020 - 02:17 Português
Poesia/Soneto VEREDAS ÍNTIMAS 0 39 03/12/2020 - 02:46 Português
Poesia/Soneto MUNDO CÃO 0 109 03/11/2020 - 05:18 Português
Poesia/Amor SONATA DE AMOR 0 39 03/09/2020 - 01:56 Português
Poesia/Soneto O MUNDO 0 36 03/09/2020 - 00:02 Português
Poesia/Geral AUTOCÍDIO 0 107 03/08/2020 - 18:43 Português
Poesia/Soneto SAUDOSISMO 0 50 03/07/2020 - 04:02 Português
Poesia/Soneto MAR DE TERRA 0 61 03/06/2020 - 03:42 Português
Poesia/Soneto JUÍZO 0 93 03/01/2020 - 03:47 Português
Poesia/Geral INEXORÁVEIS 0 88 02/29/2020 - 01:40 Português