CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Ausência

Apesar da distância que nos separa,
Vejo teu rosto sorrindo diante de mim,
És a mais bela flor do meu jardim,
A mais linda musa de minha seara.

A saudade corrói meu íntimo de mansinho,
Tua ausência me deixa triste e mudo,
Sinto falta dos teus doces sussurros
Que enchem minha alma de profundo carinho.

Beijo na solidão que me entristece, teu nome
E um desvairado desejo de ter-te me consome
Enquanto meu rosto umedece de sentido pranto...

Na música que meu corpo ensaia dançar
Enlaço-te com ternura no ímpeto de te amar
E percebo teu vulto a me acariciar em cada canto!

Submited by

quinta-feira, janeiro 7, 2010 - 13:24

Poesia :

No votes yet

imelo

imagem de imelo
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 9 horas 28 minutos
Membro desde: 09/09/2009
Conteúdos:
Pontos: 1175

Comentários

imagem de Gisa

Re: Ausência

Só sei lhe dizer que a ausência de quem se ama dói, belo poema, abraços

imagem de MarneDulinski

Re: Ausência

LINDO POEMA, GOSTEI MUITO!
Na música que meu corpo ensaia dançar
Enlaço-te com ternura no ímpeto de te amar
E percebo teu vulto a me acariciar em cada canto!
Meus parabéns,
Marne

imagem de Odairjsilva

Re: Ausência

Um belo poema.

Gostei muito.

imagem de cecilia

Re: Ausência

Imelo,

Lindo poema.

Forjado no fogo da ausência do amor que partiu.

Destaco
Beijo na solidão que me entristece, teu nome
E um desvairado desejo de ter-te me consome
Enquanto meu rosto umedece de sentido pranto...

Sentimento bem expressado em palavras.

Cecilia Iacona

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of imelo

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Gótico SOCIOPATIA 0 9 04/06/2020 - 04:55 Português
Poesia/Geral ÚLTIMOS SUSPIROS 0 8 04/05/2020 - 19:20 Português
Poesia/Geral ALMA DESNUDA 0 26 03/31/2020 - 23:56 Português
Poesia/Geral SUBJETIVISMO 0 23 03/31/2020 - 00:57 Português
Poesia/Soneto CIÚME 0 31 03/30/2020 - 03:28 Português
Poesia/Geral O PENSAMENTO 0 32 03/27/2020 - 00:10 Português
Poesia/Geral VETORIAIS 0 57 03/25/2020 - 05:00 Português
Poesia/Soneto VIÇO 0 51 03/24/2020 - 05:13 Português
Poesia/Soneto DIA FESTIVO 0 55 03/24/2020 - 02:51 Português
Poesia/Soneto BILATERAL 0 29 03/23/2020 - 04:17 Português
Poesia/Soneto SINTOMAS 0 56 03/21/2020 - 22:26 Português
Poesia/Soneto VESTÍGIOS 0 34 03/21/2020 - 21:51 Português
Poesia/Soneto PRINCÍPIOS 0 48 03/21/2020 - 02:29 Português
Poesia/Soneto INSTANTES ÚLTIMOS 0 35 03/20/2020 - 02:58 Português
Poesia/Geral DÚVIDAS 0 51 03/17/2020 - 03:26 Português
Poesia/Geral VÍRUS 0 68 03/14/2020 - 02:17 Português
Poesia/Soneto VEREDAS ÍNTIMAS 0 39 03/12/2020 - 02:46 Português
Poesia/Soneto MUNDO CÃO 0 107 03/11/2020 - 05:18 Português
Poesia/Amor SONATA DE AMOR 0 39 03/09/2020 - 01:56 Português
Poesia/Soneto O MUNDO 0 36 03/09/2020 - 00:02 Português
Poesia/Geral AUTOCÍDIO 0 107 03/08/2020 - 18:43 Português
Poesia/Soneto SAUDOSISMO 0 50 03/07/2020 - 04:02 Português
Poesia/Soneto MAR DE TERRA 0 61 03/06/2020 - 03:42 Português
Poesia/Soneto JUÍZO 0 91 03/01/2020 - 03:47 Português
Poesia/Geral INEXORÁVEIS 0 87 02/29/2020 - 01:40 Português