CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Cobra azul

Cobra azul

 

 

Pelejei a noite toda feito um louco, mas
me salvei da cobra azul, acertei uma
pancada forte que a parou um pouco.

Mas me olhava em pose de bote, saltei
na canoa dourada e de brilho forte tive
muita sorte.

O céu não era da cor azul, era sombrio
mal via a água da lagoa, a cobra estava ali
numa boa.

Pensei em regressar pra findar e matar a
cobra, mas vou mostrar só o pau.
Ela sabia que eu ia lá, a cobra ficou a minha
espera, ela queria me exterminar.

Tive um sonho com a cobra azul sedutora
e camuflada. 
De língua afiada, ligeira e abusada, eu corri,
ela deu risada.

Estou ainda pasmado com o veneno do olhar
da serpente cruel.
A cobra não sabe perder, ela quer que eu me
arraste com seu fel.

Eu não vou ser sua vitima fatal e não quero ver
seu  extermínio lento no rio de lágrimas com
sangue e gesto crucial. 

 

 

 

 

 

 

 

 

http://poetadefranca.blogspot.com/
O NOVO POETA. (W.Marques).

Submited by

sábado, março 10, 2012 - 23:12

Poesia :

No votes yet

onovopoeta

imagem de onovopoeta
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 1 ano 38 semanas
Membro desde: 04/19/2009
Conteúdos:
Pontos: 1469

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of onovopoeta

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Pensamentos Santo do pau oco 0 1.034 11/03/2018 - 21:51 Português
Poesia/Geral Gemas acabrunhadas 0 817 10/19/2018 - 14:06 Português
Poesia/Geral Receio do remate 1 1.752 10/15/2018 - 16:47 Português
Poesia/Meditação Talvez um anjo 1 1.174 10/15/2018 - 16:46 Português
Poesia/Meditação Oscilação 1 1.761 10/15/2018 - 16:45 Português
Poesia/Geral Dito-cujo 2 1.172 10/15/2018 - 16:43 Português
Poesia/Geral Abstrato 2 1.533 03/15/2018 - 09:42 Português
Poesia/Amor Sobejar de paixão 2 759 03/15/2018 - 09:41 Português
Poesia/Geral Beiços de homens 1 824 02/27/2018 - 11:37 Português
Poesia/Meditação Morte e vida 1 1.653 02/27/2018 - 11:36 Português
Poesia/Amor Pétalas do amor 1 1.039 01/22/2018 - 14:58 Português
Poesia/Meditação 10 graças 1 1.195 05/29/2016 - 13:03 Português
Poesia/Geral Sinfônica saúde 0 931 04/22/2016 - 15:02 Português
Poesia/Geral Santas descabidas 0 988 02/21/2016 - 20:22 Português
Poesia/Amor Vinho triste 0 1.319 02/21/2016 - 20:20 Português
Poesia/Amor Lucidez abstrusa 0 1.829 12/24/2015 - 12:19 Português
Poesia/Geral Oportunista 0 1.034 11/07/2015 - 22:42 Português
Poesia/Geral Fluidos mínimos 0 1.183 09/23/2015 - 11:55 Português
Poesia/Geral Mortos odoríferos 0 1.374 07/21/2015 - 11:30 Português
Poesia/Amor Princesa do gueto (A morte da princesa). 0 1.578 06/13/2015 - 19:21 Português
Poesia/Meditação Dias encafifados 0 1.408 04/29/2015 - 12:07 Português
Poesia/Amor Amor de seis rimas 0 1.539 03/27/2015 - 12:29 Português
Poesia/Geral Mortos do vaso 0 1.312 02/15/2015 - 13:26 Português
Poesia/Amor Memórias de girasol 0 1.162 01/15/2015 - 11:12 Português
Poesia/Fantasia Luzes dos lampiros 0 1.223 12/23/2014 - 14:55 Português