CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Consumação do Amor

Nós nos beijávamos apaixonadamente
Ao clarão do luar de prata,
Percebia-se o ritmo da noite em serenata
E nossos lábios tremiam emocionadamente.

Sentindo o viço de tua respiração ofegante,
Minhas mãos te ofertaram carinho...
Momento solene em que estávamos sozinhos
Numa atmosfera rubra do paraíso dos amantes.

Nossos olhos permutavam desejos e paixão
E nosso pulsar oscilava frenético e alucinado...
Era a magia no prazer do beijo consumado
Que enternecia nossos íntimos de intensa emoção.

Ao contato dos nossos corpos suados,
O amor brotou insano e livre de repente...
Na comunhão colossal de sentimentos envolventes,
Esse amor explodia atônito e desvairado.

O vento acariciava nossas faces com alegria,
As estrelas sorriam com o furor do instante presente...
Nossas mãos se apertavam uníssonas para sempre
Sapientes de uma grande realidade e não de uma mera alegoria!

Submited by

quarta-feira, setembro 23, 2009 - 19:50

Poesia :

No votes yet

imelo

imagem de imelo
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 2 dias 22 horas
Membro desde: 09/09/2009
Conteúdos:
Pontos: 1175

Comentários

imagem de MarneDulinski

Re: Consumação do Amor

imelo!
Conseumação do Amor

Ao contato dos nossos corpos suados,
O amor brotou insano e livre de repente...
Na comunhão colossal de sentimentos envolventes,
Esse amor explodia atônito e desvairado.

Lindo em todo seu teor, destaco estes versos!
MarneDulinski

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of imelo

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Gótico SOCIOPATIA 0 59 04/06/2020 - 04:55 Português
Poesia/Geral ÚLTIMOS SUSPIROS 0 29 04/05/2020 - 19:20 Português
Poesia/Geral ALMA DESNUDA 0 36 03/31/2020 - 23:56 Português
Poesia/Geral SUBJETIVISMO 0 34 03/31/2020 - 00:57 Português
Poesia/Soneto CIÚME 0 45 03/30/2020 - 03:28 Português
Poesia/Geral O PENSAMENTO 0 37 03/27/2020 - 00:10 Português
Poesia/Geral VETORIAIS 0 60 03/25/2020 - 05:00 Português
Poesia/Soneto VIÇO 0 64 03/24/2020 - 05:13 Português
Poesia/Soneto DIA FESTIVO 0 61 03/24/2020 - 02:51 Português
Poesia/Soneto BILATERAL 0 35 03/23/2020 - 04:17 Português
Poesia/Soneto SINTOMAS 0 60 03/21/2020 - 22:26 Português
Poesia/Soneto VESTÍGIOS 0 39 03/21/2020 - 21:51 Português
Poesia/Soneto PRINCÍPIOS 0 52 03/21/2020 - 02:29 Português
Poesia/Soneto INSTANTES ÚLTIMOS 0 52 03/20/2020 - 02:58 Português
Poesia/Geral DÚVIDAS 0 55 03/17/2020 - 03:26 Português
Poesia/Geral VÍRUS 0 71 03/14/2020 - 02:17 Português
Poesia/Soneto VEREDAS ÍNTIMAS 0 43 03/12/2020 - 02:46 Português
Poesia/Soneto MUNDO CÃO 0 115 03/11/2020 - 05:18 Português
Poesia/Amor SONATA DE AMOR 0 46 03/09/2020 - 01:56 Português
Poesia/Soneto O MUNDO 0 40 03/09/2020 - 00:02 Português
Poesia/Geral AUTOCÍDIO 0 113 03/08/2020 - 18:43 Português
Poesia/Soneto SAUDOSISMO 0 52 03/07/2020 - 04:02 Português
Poesia/Soneto MAR DE TERRA 0 63 03/06/2020 - 03:42 Português
Poesia/Soneto JUÍZO 0 98 03/01/2020 - 03:47 Português
Poesia/Geral INEXORÁVEIS 0 92 02/29/2020 - 01:40 Português