CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Diabo de terno

Diabo de terno

 

Que eu não morra sem adeus.

Que eu não morra sem os meus.

Que eu parta, mas me aparta do
inimigo de Deus.

Eu não fiz trato com o diabo, e nem
babo de medo dele.

Tem gente aqui passando vergonha
no irado e  malvado.

Tem muita coisa escondida, muita
treta com ajuda do capeta.

Que eu não morra esquecido dos
mortos vivos.

De mármore não preciso, nem fita
ou adesivo.

Tem muita peste no mundo e no
inferno.

Tem muito diabo imundo vestindo
terno.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

http://poetadefranca.blogspot.com/
O NOVO POETA. (W.Marques). 

Submited by

domingo, fevereiro 26, 2012 - 22:40

Poesia :

No votes yet

onovopoeta

imagem de onovopoeta
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 1 ano 14 semanas
Membro desde: 04/19/2009
Conteúdos:
Pontos: 1469

Comentários

imagem de MarneDulinski

Diabo de terno

Linda poesia, gostei!

Meus parabéns,

Marne

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of onovopoeta

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Pensamentos Santo do pau oco 0 851 11/03/2018 - 20:51 Português
Poesia/Geral Gemas acabrunhadas 0 619 10/19/2018 - 13:06 Português
Poesia/Geral Receio do remate 1 1.515 10/15/2018 - 15:47 Português
Poesia/Meditação Talvez um anjo 1 909 10/15/2018 - 15:46 Português
Poesia/Meditação Oscilação 1 1.538 10/15/2018 - 15:45 Português
Poesia/Geral Dito-cujo 2 931 10/15/2018 - 15:43 Português
Poesia/Geral Abstrato 2 1.308 03/15/2018 - 08:42 Português
Poesia/Amor Sobejar de paixão 2 550 03/15/2018 - 08:41 Português
Poesia/Geral Beiços de homens 1 635 02/27/2018 - 10:37 Português
Poesia/Meditação Morte e vida 1 1.423 02/27/2018 - 10:36 Português
Poesia/Amor Pétalas do amor 1 793 01/22/2018 - 13:58 Português
Poesia/Meditação 10 graças 1 892 05/29/2016 - 12:03 Português
Poesia/Geral Sinfônica saúde 0 792 04/22/2016 - 14:02 Português
Poesia/Geral Santas descabidas 0 842 02/21/2016 - 19:22 Português
Poesia/Amor Vinho triste 0 1.067 02/21/2016 - 19:20 Português
Poesia/Amor Lucidez abstrusa 0 1.575 12/24/2015 - 11:19 Português
Poesia/Geral Oportunista 0 838 11/07/2015 - 21:42 Português
Poesia/Geral Fluidos mínimos 0 926 09/23/2015 - 10:55 Português
Poesia/Geral Mortos odoríferos 0 1.240 07/21/2015 - 10:30 Português
Poesia/Amor Princesa do gueto (A morte da princesa). 0 1.243 06/13/2015 - 18:21 Português
Poesia/Meditação Dias encafifados 0 1.162 04/29/2015 - 11:07 Português
Poesia/Amor Amor de seis rimas 0 1.300 03/27/2015 - 11:29 Português
Poesia/Geral Mortos do vaso 0 1.088 02/15/2015 - 12:26 Português
Poesia/Amor Memórias de girasol 0 947 01/15/2015 - 10:12 Português
Poesia/Fantasia Luzes dos lampiros 0 1.056 12/23/2014 - 13:55 Português