CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Dito a Mim por Mim Mesmo XIV

(De luto por mim mesmo que nasci no dia 29 de outubro de 1993)

Feito são todos, este é um dia melancólico
Dias em que eu me encaro diante de um espelho.
Era mas também não era eu: os olhos vermelhos.
Na face um familiar sorriso: o mais diabólico.

Diante de mim eu mesmo com uma navalha.
Não havia mentiras, dúvidas ou desespero.
O que havia eram os fatos, cada um dos meus erros:
Tudo o que estava por trás de minha alma falha.

Quem o visse diria que veio das profundezas
Tal presença dotada de tanta impiedade.
Diria mas diria sem saber que, na verdade,
Tamanha raiva é filha de minha tristeza.

"Ó ser que não tem nada além da própria sorte
"Nada há demais no dia de hoje, o teu aniversário.
"Mas uma coisa eu digo: seria extraordinário
"Poder comemorar a nossa própria morte..."

Feito o chão antes branco ía o crepúsculo rubro
Lá estávamos eu e eu mesmo, a sós no banheiro.
Era o primeiro dia e era o dia derradeiro:
O vigésimo nono dia do mês de outubro.

Submited by

quinta-feira, maio 12, 2011 - 22:07

Poesia :

No votes yet

Adolfo

imagem de Adolfo
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 3 semanas 1 dia
Membro desde: 05/12/2011
Conteúdos:
Pontos: 3573

Comentários

imagem de MarneDulinski

Dito a Mim por Mim Mesmo XIV

Não gostei nada de seu poema, você pode ter suas razões mas eu quero

viver a vida com muita fé em Deus, mesmo não tendo religão, minha igreja

interior fica dentro de mim, recolho-me a um cantinho e e até falo com Deus!

Quando vem pensamentos negativos, e os afasto, pensando só em coisas boas!

Experimente!

Marne

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Adolfo

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Soneto "Deus está morto!" 4 1.910 03/06/2020 - 22:34 Português
Poesia/Soneto Quatro de Copas 0 321 03/06/2020 - 22:33 Português
Poesia/Soneto Cântico do cântaro 0 219 03/04/2020 - 07:18 Português
Poesia/Soneto Autumnus 0 144 01/17/2020 - 01:59 Português
Poesia/Soneto Stigma 0 147 01/15/2020 - 08:15 Português
Poesia/Desilusão Versos natimortos 2 272 01/15/2020 - 08:05 Português
Poesia/Tristeza Cicatriz 3 1.354 03/21/2018 - 23:49 Português
Poesia/Fantasia Meu pequeno mito da criação 5 983 03/18/2018 - 20:29 Português
Poesia/Desilusão 18 - Uísque 2 1.975 03/18/2018 - 20:28 Português
Poesia/Desilusão Uma nau sem rumo 2 1.362 03/18/2018 - 20:25 Português
Poesia/Soneto Ocaso 2 1.046 03/18/2018 - 20:24 Português
Poesia/Soneto Pontius Pilatus 1 1.853 02/28/2018 - 17:24 Português
Poesia/Soneto Boemia 1 1.124 02/27/2018 - 19:05 Português
Poesia/Paixão Konijntje 2 894 04/20/2017 - 17:11 Português
Poesia/Erótico Austeridade 2 1.276 04/14/2017 - 15:48 Português
Poesia/Soneto Última lua juntos 1 1.182 01/20/2017 - 10:50 Português
Poesia/Amor Leviatã 0 1.088 02/23/2016 - 00:36 Português
Poesia/Paixão A sós em Cabo Branco 2 1.585 08/27/2014 - 22:21 Português
Poesia/Haikai Hai-kai da lua 1 3.779 06/14/2014 - 00:07 Português
Poesia/Poetrix Do quarto-minguante 2 1.154 06/13/2014 - 23:35 Português
Poesia/Intervenção Choque! 0 1.387 06/21/2013 - 20:30 Português
Poesia/Soneto Eu quero ver a grande confusão! 0 1.474 06/19/2013 - 22:31 Português
Poesia/Soneto Revisão De Princípios - Fim Dos Princípios 0 1.802 04/12/2013 - 01:31 Português
Poesia/Meditação Aranhas 0 2.162 04/05/2013 - 01:49 Português
Poesia/Soneto Cochilo do ímpeto 1 1.629 04/04/2013 - 10:43 Português