CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

DROGAS

Ele vivia uma vida ociosa e enfadonha,
Até que um conhecido ofereceu-lhe algo diferente,
Ele se viu alegre e disposto de repente
Embriagado pelos efeitos nocivos da maconha.

Logo experimentou a detestável cocaína
E provou o sabor aromático do crack,
Seu nome passou a ter grande destaque
Entre consumidores e traficantes da ruína.

Perdido entre os sabores degradantes do vício,
Nada mais fazia que explorar seu pseudo ofício
Sempre perseguido de perto pela polícia...

Um dia foi preso e no cárcere se matou,
Tudo por falta em sua vida de Deus e do amor
E dos efeitos nefastos de sua hedionda magia!

Submited by

domingo, janeiro 3, 2010 - 21:20

Poesia :

No votes yet

imelo

imagem de imelo
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 3 anos 23 semanas
Membro desde: 09/09/2009
Conteúdos:
Pontos: 1659

Comentários

imagem de RobertoEstevesdaFonseca

Re: DROGAS

As drogas são o inferno atual.

Belo poema.

Parabéns,
um abraço,
REF

imagem de MarneDulinski

Re: DROGAS

LINDO POEMA, MUITO TRISTE REALIDADE!
É UMA REALIDADE EM NOSSOS DIAS, É MUITO DIFÍCIL DE JULGAR QUEM SÃO OS CULPADOS, PELA EXPERIÊNCIA QUE TIVE, FREQUENTANDO REUNIÕES DE DROGADOS POR MAIS DE 5 ANOS, PARA DAR APOIO, PENSO QUE TALVEZ MAIOR DIÁLOGO DOS PAIS COM OS FILHOS, INFORMANDO SOBRE A NOCIVIDADE DAS DROGAS, E, DEPOIS QUE ENTRA, MESMO COM A SIMPLES MACONHA COMO DIZEM (INOIFENSIVA), É UMA MENTIRA, ELA ABRE AS PORTAS PARA OUTRAS DROGAS, E DEPOIS PARA SAIR, É MUITO DIFÍCIL, SOMENTE O DROGADO QUERENDO E COM O APOIO DE TODA SUA FAMILIA!
TUDO PODE ACONTECER, COMO ACONTECEU, COM O PERSONAGEM DE SEU POEMA!
MarneDulinski

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of imelo

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Soneto AFECÇÕES 0 1.858 02/08/2021 - 01:22 Português
Poesia/Geral CONEXÃO 1 1.124 01/27/2021 - 16:36 Português
Poesia/Geral EXTRATIVISMO 1 1.053 01/27/2021 - 16:33 Português
Poesia/Soneto HOMEM/MULHER 0 1.107 11/10/2020 - 02:56 Português
Poesia/Gótico PAISAGEM 0 1.386 11/04/2020 - 02:15 Português
Poesia/Soneto INFINITESIMAL 0 1.155 11/03/2020 - 01:52 Português
Poesia/Geral SENSAÇÕES 0 1.223 11/02/2020 - 23:51 Português
Poesia/Soneto SENSAÇÕES EÓLICAS 0 870 11/02/2020 - 00:32 Português
Poesia/Geral HÁBITOS & VÍCIOS 0 1.051 11/01/2020 - 21:34 Português
Poesia/Gótico ALUVIÃO 0 1.409 10/29/2020 - 03:23 Português
Poesia/Soneto JUÍZO 0 828 10/26/2020 - 02:03 Português
Poesia/Soneto NEGRUME 0 1.126 10/25/2020 - 14:12 Português
Poesia/Geral CIENTÍFICO 0 1.490 10/21/2020 - 04:47 Português
Poesia/Geral MISTÉRIOS 0 1.395 10/19/2020 - 02:20 Português
Poesia/Geral OS SENTIDOS 0 1.495 10/18/2020 - 14:48 Português
Poesia/Geral IDONEIDADE 0 987 10/17/2020 - 14:11 Português
Poesia/Soneto INTRÉPIDO 0 931 10/17/2020 - 01:37 Português
Poesia/Soneto EMBALOS 0 1.258 10/12/2020 - 00:36 Português
Poesia/Geral FUTUM 0 988 10/12/2020 - 00:00 Português
Poesia/Geral FUTUM 0 1.120 10/11/2020 - 23:57 Português
Poesia/Geral DOUTRINA 0 1.309 10/06/2020 - 04:33 Português
Poesia/Geral AMAR 0 1.117 09/30/2020 - 02:36 Português
Poesia/Gótico AGONY 0 1.206 09/27/2020 - 00:58 Português
Poesia/Geral AGONY 0 3.840 09/27/2020 - 00:21 inglês
Poesia/Geral INDOMÁVEL 0 1.020 09/26/2020 - 15:45 Português