CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

A epígrafe da minha vida

Eu fico em meu canto, quieto
Mudo e imóvel
Às vezes pacífico, às vezes perturbado
Outras vezes como se nada sentisse.
Apenas um vazio desumano, sem sentido algum.
Quando não sinto nada, estou a sentir algo?
Minha alma está despida, nua de pensamentos
Sem nada na cabeça
Vazio de sentimentos.
Como se andasse em um carrossel
Dando voltas sem fim
Ou em uma montanha-russa
Nas altas alegrias e nas profundas tristezas.
Metamorfose ambulante
Cercado de incertezas.
Essa inconstância,
Uma instabilidade atormentadora
Que me tira o sono nas noites silenciosas.
Ouço uma música relaxante
E mesmo assim o sono teima em não chegar
Deixando meus olhos com as marcas
Dessa insônia terrível.
Sinto-me pequeno diante desse monstro
Que perturba minha paz.
O que fazer dessa vida efêmera
Que passa tão veloz?
Quando penso que estou indo
Já é hora de voltar
Sem nada na mão e no coração.
Tristemente percebo
Que ainda nem escrevi
A epígrafe da minha vida.

Poema: Odair José, Poeta Cacerense

www.odairpoetacacerense.blogspot.com

Submited by

quinta-feira, junho 13, 2019 - 19:28

Poesia :

Your rating: None (1 vote)

Odairjsilva

imagem de Odairjsilva
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 21 horas 7 minutos
Membro desde: 04/07/2009
Conteúdos:
Pontos: 4667

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Odairjsilva

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Pensamentos Esta é a história de um homem marcado por uma imagem da infância 0 20 10/30/2020 - 13:37 Português
Poesia/Meditação O medo devora a alma 0 12 10/29/2020 - 18:22 Português
Poesia/Pensamentos O começo do fim 0 53 10/28/2020 - 22:35 Português
Poesia/Tristeza Castigo ou maldade? 0 16 10/27/2020 - 18:21 Português
Poesia/Amor Quero caminhar até o fim 0 15 10/26/2020 - 18:07 Português
Poesia/Tristeza Uma lágrima 0 27 10/22/2020 - 20:41 Português
Poesia/Pensamentos Terra dos pássaros 0 21 10/21/2020 - 18:26 Português
Poesia/Intervenção Por um punhado de dinheiro 0 25 10/20/2020 - 22:28 Português
Poesia/Meditação Condenado 0 14 10/20/2020 - 18:33 Português
Poesia/Amor Ela apenas sorriu 0 31 10/15/2020 - 21:36 Português
Poesia/Paixão Sentimento de paixão! 0 53 10/15/2020 - 21:33 Português
Poesia/Amor Só os seus olhos podem salvar-me 0 33 10/15/2020 - 21:15 Português
Poesia/Paixão Um peregrino (mal)dito 0 30 10/14/2020 - 20:19 Português
Poesia/Desilusão Os olhos da esperança se foram 0 59 10/13/2020 - 13:33 Português
Poesia/Amor Em seus olhos vi florescer 0 47 10/09/2020 - 23:49 Português
Poesia/Geral Livro à venda! 0 53 10/08/2020 - 19:07 Português
Poesia/Pensamentos Braços da eternidade 0 38 10/08/2020 - 18:56 Português
Poesia/Tristeza Batidas do coração 0 55 10/05/2020 - 21:03 Português
Poesia/Desilusão Meu coração diz o contrário 0 33 10/01/2020 - 21:10 Português
Poesia/Desilusão Quem sabe? 0 44 09/30/2020 - 18:27 Português
Poesia/Desilusão A face do mal 0 41 09/28/2020 - 20:44 Português
Poesia/Meditação Nas garras da ambição 0 56 09/25/2020 - 18:16 Português
Poesia/Meditação Viver 0 40 09/24/2020 - 18:50 Português
Poesia/Desilusão De mim só terá a saudade 0 35 09/23/2020 - 17:57 Português
Poesia/Amor As coisas que tenho na alma 0 36 09/22/2020 - 18:19 Português