CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Epopéias vividas

 

 

Epopéias vividas

 

 


O meu propósito é a minha nova alegria para eu, tu e vós.

Sua voz terna fogosa em versos e prosa já soa na mureta
com um bolor misterioso e atroz.

Ouvi um grito irritado com cheiro de betume fresco,
era eu livre com gesso.

Se soubésseis de que as imundices nascem e crescem.

Os meus versos não teriam ignomínia, qual será o ipê
amarelo das cercas? Qual será a planta ou erva tórpida
que vai nascer?

Não me preocupam os exércitos das epopéias vividas.

Hoje não há graça nas fábulas elegíacas, diabólicas,
gástricas e desmedida.

Quanto ao poeta estou nos versos nas vestes de tudo que
deve ser, pra muitos deve ser um despautério.

Não ao modo que pensam as outras pessoas, mas na minha
doce loucura sã e com meus mistérios.

Tem uns que a clemência foge e se justifica com a razão.

Mas eu não te esqueço, quase enlouqueço querendo seu
perdão.

Não deu história real feneceu antes de ter você, vou seguir
te esperando com um ensejo de não me matar vivo neste
 desejo.

 

 

 

 

 

 

http://poetadefranca.blogspot.com/
O NOVO POETA. (W.Marques).

Submited by

quarta-feira, outubro 5, 2011 - 23:13

Poesia :

Your rating: None (1 vote)

onovopoeta

imagem de onovopoeta
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 1 ano 15 semanas
Membro desde: 04/19/2009
Conteúdos:
Pontos: 1469

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of onovopoeta

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Pensamentos Santo do pau oco 0 855 11/03/2018 - 20:51 Português
Poesia/Geral Gemas acabrunhadas 0 623 10/19/2018 - 13:06 Português
Poesia/Geral Receio do remate 1 1.519 10/15/2018 - 15:47 Português
Poesia/Meditação Talvez um anjo 1 913 10/15/2018 - 15:46 Português
Poesia/Meditação Oscilação 1 1.555 10/15/2018 - 15:45 Português
Poesia/Geral Dito-cujo 2 940 10/15/2018 - 15:43 Português
Poesia/Geral Abstrato 2 1.314 03/15/2018 - 08:42 Português
Poesia/Amor Sobejar de paixão 2 551 03/15/2018 - 08:41 Português
Poesia/Geral Beiços de homens 1 637 02/27/2018 - 10:37 Português
Poesia/Meditação Morte e vida 1 1.426 02/27/2018 - 10:36 Português
Poesia/Amor Pétalas do amor 1 795 01/22/2018 - 13:58 Português
Poesia/Meditação 10 graças 1 900 05/29/2016 - 12:03 Português
Poesia/Geral Sinfônica saúde 0 796 04/22/2016 - 14:02 Português
Poesia/Geral Santas descabidas 0 847 02/21/2016 - 19:22 Português
Poesia/Amor Vinho triste 0 1.075 02/21/2016 - 19:20 Português
Poesia/Amor Lucidez abstrusa 0 1.581 12/24/2015 - 11:19 Português
Poesia/Geral Oportunista 0 840 11/07/2015 - 21:42 Português
Poesia/Geral Fluidos mínimos 0 942 09/23/2015 - 10:55 Português
Poesia/Geral Mortos odoríferos 0 1.241 07/21/2015 - 10:30 Português
Poesia/Amor Princesa do gueto (A morte da princesa). 0 1.246 06/13/2015 - 18:21 Português
Poesia/Meditação Dias encafifados 0 1.166 04/29/2015 - 11:07 Português
Poesia/Amor Amor de seis rimas 0 1.323 03/27/2015 - 11:29 Português
Poesia/Geral Mortos do vaso 0 1.091 02/15/2015 - 12:26 Português
Poesia/Amor Memórias de girasol 0 960 01/15/2015 - 10:12 Português
Poesia/Fantasia Luzes dos lampiros 0 1.062 12/23/2014 - 13:55 Português