CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Flor morta

Flor morta

A flor dorme nos dias frios e nos dias
quentes.

Ainda brilha, mas corre assustada
abatida e carente.

Tem rezado mais do que o padre
santo que benze gente.

A flor bela perdeu perfume, perdeu
o sangue quente.

Morreu sorriso, morreu no ventre.
A flor murchou, mas deixou semente.

Deixou saudade, deixou dores, deixou
sabores e seus gestos latentes.

O NOVO POETA. (WMarques).

Submited by

domingo, dezembro 23, 2012 - 15:33

Poesia :

No votes yet

onovopoeta

imagem de onovopoeta
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 44 semanas 5 dias
Membro desde: 04/19/2009
Conteúdos:
Pontos: 1469

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of onovopoeta

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Pensamentos Santo do pau oco 0 684 11/03/2018 - 21:51 Português
Poesia/Geral Gemas acabrunhadas 0 328 10/19/2018 - 14:06 Português
Poesia/Geral Receio do remate 1 1.266 10/15/2018 - 16:47 Português
Poesia/Meditação Talvez um anjo 1 762 10/15/2018 - 16:46 Português
Poesia/Meditação Oscilação 1 1.381 10/15/2018 - 16:45 Português
Poesia/Geral Dito-cujo 2 510 10/15/2018 - 16:43 Português
Poesia/Geral Abstrato 2 1.170 03/15/2018 - 09:42 Português
Poesia/Amor Sobejar de paixão 2 418 03/15/2018 - 09:41 Português
Poesia/Geral Beiços de homens 1 502 02/27/2018 - 11:37 Português
Poesia/Meditação Morte e vida 1 803 02/27/2018 - 11:36 Português
Poesia/Amor Pétalas do amor 1 525 01/22/2018 - 14:58 Português
Poesia/Meditação 10 graças 1 724 05/29/2016 - 13:03 Português
Poesia/Geral Sinfônica saúde 0 676 04/22/2016 - 15:02 Português
Poesia/Geral Santas descabidas 0 746 02/21/2016 - 20:22 Português
Poesia/Amor Vinho triste 0 919 02/21/2016 - 20:20 Português
Poesia/Amor Lucidez abstrusa 0 1.457 12/24/2015 - 12:19 Português
Poesia/Geral Oportunista 0 705 11/07/2015 - 22:42 Português
Poesia/Geral Fluidos mínimos 0 684 09/23/2015 - 11:55 Português
Poesia/Geral Mortos odoríferos 0 1.167 07/21/2015 - 11:30 Português
Poesia/Amor Princesa do gueto (A morte da princesa). 0 1.090 06/13/2015 - 19:21 Português
Poesia/Meditação Dias encafifados 0 925 04/29/2015 - 12:07 Português
Poesia/Amor Amor de seis rimas 0 1.162 03/27/2015 - 12:29 Português
Poesia/Geral Mortos do vaso 0 982 02/15/2015 - 13:26 Português
Poesia/Amor Memórias de girasol 0 825 01/15/2015 - 11:12 Português
Poesia/Fantasia Luzes dos lampiros 0 967 12/23/2014 - 14:55 Português