CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Ilegal

Sobre a noite que passou e o dia que ainda virá jaz a consciência da mudança. Sobre forma intensa  ou insentida. apraz-me dizer que o ser jovem não implica uma pequena vida ou pequenas conclusões. Sobre nós projectamos o dia-a-dia e o arrastar do tempo. No presente aglomera-se um ser passado. As experiências boas ou más são a nossa diferença. Nem tudo são obstáculos ou uma frente a ser corrida sem lembrança. Na correnteza da vida criámos o nosso próprio ritmo. No tempo desnivelado da nossa sobrevivência.
Na comparação está a lição apreendida. Sem comparação está o que ficou e o que somos. Na maioria dos pedaços imaculados que nos fazem sentir conduzidos pela nossa condição visceral está a sagração da nossa fraqueza.
E a vida faz a fortaleza. Do caco solitário cheio de significados. Nos passos pesados passados ao de leve pelo passar da nossa passagem. 
E sem soluções um mundo corre o mundo. No íntimo de um ciclo sem idade. Sem intenção. 
O que passou foi uma rajada de vento, amansou a criança com o desapego à simplicidade. Quiza, no fim lembraremos esse tempo? Fora já do tempo, quando voltarmos a nós, nesta súbita passagem invisível. 
Parmancer acordado, na realidade ou tristeza de não ter vontade.

Submited by

terça-feira, agosto 5, 2014 - 12:21

Poesia :

No votes yet

Anaamorim

imagem de Anaamorim
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 4 semanas 5 dias
Membro desde: 03/21/2012
Conteúdos:
Pontos: 792

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Anaamorim

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Geral Fenix 0 98 02/26/2020 - 12:05 Português
Poesia/Geral tempos 0 92 01/07/2020 - 00:30 Português
Poesia/Geral muda 0 123 12/28/2019 - 21:23 Português
Poesia/Geral contratempo 0 102 12/27/2019 - 14:04 Português
Poesia/Geral já fui 0 202 12/05/2019 - 20:32 Português
Poesia/Geral aLimite 0 171 11/16/2019 - 05:37 Português
Poesia/Geral passados 0 189 10/29/2019 - 14:39 Português
Poesia/Geral brechas do silencio 1 887 10/22/2019 - 11:08 Português
Poesia/Geral escrever-te 1 257 10/22/2019 - 11:08 Português
Poesia/Geral overthink 0 260 09/30/2019 - 02:15 inglês
Poesia/Geral livre 0 183 09/22/2019 - 03:08 Português
Poesia/Geral ida 0 192 09/12/2019 - 04:05 Português
Poesia/Geral insonia 0 231 09/05/2019 - 16:00 Português
Poesia/Geral Três passos. 0 211 09/04/2019 - 03:39 Português
Poesia/Geral cotovia. Formas de vida num espaço. palavras inventadas com o meu significado. 0 256 09/03/2019 - 17:29 Português
Poesia/Geral Entre um ponto e o outro. 0 383 08/29/2019 - 16:44 Português
Poesia/Geral Não sou ninguém 0 222 08/27/2019 - 14:09 Português
Poesia/Geral perdas 0 236 08/26/2019 - 02:17 Português
Poesia/Geral Paredes 1 453 08/22/2019 - 13:15 Português
Poesia/Geral raizes 0 252 08/15/2019 - 14:16 Português
Poesia/Geral Cascalho 0 247 08/07/2019 - 16:16 Português
Poesia/Geral acordar 1 346 08/06/2019 - 13:42 Português
Poesia/Geral Tarde 0 216 07/27/2019 - 04:18 Português
Poesia/Geral Vasos partidos 0 250 07/24/2019 - 14:23 Português
Poesia/Geral Feira 0 371 07/13/2019 - 12:58 Português