CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Incógnita

Faz de conta que não me ouviu 
Que eu não disse nada 
Ignore todas as orientações 
Siga o seu próprio conselho 
E não dê ouvidos aos designíos 
Que prometem coisas irreais 
Quem sabe um mundo novo 
Onde as pessoas são legais. 

Faz de conta que não existe regras 
Que você pode fazer o que quiser 
Onde e como vier na sua cabeça 
Ignore os avisos de atenção 
As mensagens de alertas 
E apenas siga os seus instintos 
Como se o mundo lhe pertencesse 
Como se nada fizesse sentido algum. 

Tudo pode parecer normal 
Mas nada faz sentido quando se olha atentamente 
Não sabemos bem o que se passa no coração 
Mesmo a pessoa olhando em sua direção 
Os segredos e mistérios de cada um 
São lugares onde ninguém consegue entrar 
E tudo não passa de uma incógnita 
Um buraco negro sem fim 
Que suga todas as nossas esperanças 
E trucidam os nossos mais belos sonhos 
Transformando-os em pesadelos reais 
De um mundo que caminha para o caos. 

Não precisa fazer um julgamento 
Eu bem sei que minhas palavras são pesadas 
Elas ferem os ouvidos mais sensíveis 
Perturbam aqueles acomodados 
Inertes em suas zonas de confortos 
Como se nada mais fosse necessário 
Como se a vida fosse apenas mais uma falha 
Nas engrenagens da existência. 

Podem até pedir para que eu pare 
Que fique em silêncio e deixe de perturbar 
Mas isso não irá acontecer 
Porque as minhas palavras são as armas 
Que irá esmiuçar as mentes insossas 
Incomodar os corações perdidos 
E chacoalhar as mentes cauterizadas 
Levando-as a pensar de forma diferente 
E enxergar a realidade em que estamos inseridos. 

 Poema: Odair José, Poeta Cacerense

www.odairpoetacacerense.blogspot.com

Submited by

sexta-feira, março 24, 2023 - 19:27

Poesia :

No votes yet

Odairjsilva

imagem de Odairjsilva
Online
Título: Membro
Última vez online: há 52 minutos 15 segundos
Membro desde: 04/07/2009
Conteúdos:
Pontos: 14771

Comentários

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Odairjsilva

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Amor Veja 6 85 02/24/2024 - 12:49 Português
Poesia/Pensamentos Aleijados pelo tempo 6 208 02/23/2024 - 12:17 Português
Poesia/Desilusão Sentimento de perda 6 141 02/22/2024 - 10:30 Português
Poesia/Desilusão Saudade que fere 6 168 02/21/2024 - 19:06 Português
Poesia/Paixão Doce sabor proibido 6 219 02/21/2024 - 02:02 Português
Poesia/Amor Pense em mim 6 182 02/20/2024 - 10:28 Português
Poesia/Desilusão O erro do coração 6 192 02/19/2024 - 10:29 Português
Poesia/Amor Trovas de amor e saudade V 6 196 02/18/2024 - 11:57 Português
Poesia/Desilusão Nuvem passageira 6 199 02/17/2024 - 11:08 Português
Poesia/Amor O desejo que arde em mim 6 207 02/16/2024 - 12:01 Português
Poesia/Amor Eu penso em ti 6 197 02/15/2024 - 10:30 Português
Poesia/Pensamentos O poder sagrado da jornada 6 607 02/14/2024 - 12:39 Português
Poesia/Tristeza Distância cruel 6 207 02/13/2024 - 11:46 Português
Poesia/Amor Portal do amor 6 210 02/12/2024 - 13:02 Português
Poesia/Amor Trovas de amor e saudade IV 6 187 02/10/2024 - 12:33 Português
Poesia/Pensamentos A canção de um Historiador 6 730 02/10/2024 - 00:05 Português
Poesia/Desilusão Apenas um minuto 6 180 02/09/2024 - 12:07 Português
Poesia/Amor Nas entrelinhas dos teus olhos 6 301 02/08/2024 - 22:56 Português
Poesia/Amor Arrebata-me 6 159 02/08/2024 - 10:32 Português
Poesia/Amor Trovas de amor e saudade III 6 179 02/07/2024 - 20:50 Português
Poesia/Amor Abrigo no seu olhar 6 168 02/07/2024 - 01:10 Português
Poesia/Amor Trovas de amor e saudade II 6 219 02/05/2024 - 22:30 Português
Poesia/Amor Trovas de amor e saudade I 6 233 02/05/2024 - 00:09 Português
Poesia/Amor Eu abro meu coração 6 198 02/04/2024 - 12:13 Português
Poesia/Pensamentos Sistema ignorante 6 909 02/03/2024 - 13:20 Português