CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

INDOMÁVEL

Meu tempo é o de ontem.
Hoje sou plenamente anacrônico...
Às vezes pareço do tipo inexorável,
De uma severidade assaz ortodoxa.

Para coadunar-se diante de certos modernismos
É mister seguir preceitos profanos
Que tornam o indivíduo meio herético,
Reformista dos costumes e das tradições teístas.

Meu tempo é o de ontem,
A diacronia não se embebe do meu ser,
Tento ser paradigma para meus sintagmas...

De um teor denotativo é o meu pensar,
Hermético perante as ejaculações fúteis
Que fazem da contemporaneidade período linfático!

DE  Ivan de Oliveira Melo

Submited by

sábado, setembro 26, 2020 - 15:45

Poesia :

No votes yet

imelo

imagem de imelo
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 3 anos 18 semanas
Membro desde: 09/09/2009
Conteúdos:
Pontos: 1659

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of imelo

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Amor Amor Delinquente 2 1.449 09/16/2009 - 02:04 Português
Poesia/Amor Desejos os desejos 1 919 09/14/2009 - 19:43 Português
Poesia/Geral Ansiedade 1 991 09/14/2009 - 19:28 Português
Poesia/Amor Pontos Estratégicos ( Alicerces do Amor ) 1 1.785 09/14/2009 - 19:19 Português
Poesia/Aforismo Sentença Inevitável 1 1.093 09/12/2009 - 20:40 Português
Poesia/Geral Alegorias Letais 1 1.250 09/09/2009 - 21:55 Português