CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

INGRATIDÃO

Sob o sol que exulta
O calor silencia a atmosfera
E o frio é o pândego que escuta
O frivolar dos corpos na metafísica etérea.

Sob a chuva que se transmuta
Está o frio que se escapela
E o calor é a ave do fogo que insulta
Os diâmetros quânticos da primavera.

Sobre a homogeneidade há o heterogêneo
Que se alastra pelo tempo ingênuo
A trazer vicissitudes que são pastos…

Diante das eras febris o mundo tempera
As circunstâncias das horas e espera
A metamorfose dos que são ingratos!

DE  Ivan de Oliveira Melo

Submited by

quarta-feira, agosto 26, 2020 - 13:44

Poesia :

No votes yet

imelo

imagem de imelo
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 2 dias 17 horas
Membro desde: 09/09/2009
Conteúdos:
Pontos: 1599

Comentários

imagem de Nyrleon

Opa

Gostei do final. Tens jeito pra coisa. Parece (pelos 14 versos) um soneto, mas a tonicidade das sílabas e sua contagem tira sua musicalidade.
A mensagem é sensacional, entretanto, a técnica ficou sem sonoridade.

Mas como disse, tens jeito.

imagem de imelo

Agradecer

Agradeço seu comentário. Não é intento meu escrever soneto, apenas gosto da disposição dos 14 versos, mas não me preocupo com metrificação e sonoridade, coisas de rigor que o soneto clássico exige. Coloco como soneto apenas por causa dos 14 versos, trata-se de uma composição moderna. É um poema.

imagem de J. Thamiel

Beleza

Beleza

imagem de imelo

Agradecer

Muito obrigado, amigo.

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of imelo

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Geral CIENTÍFICO 0 18 10/21/2020 - 04:47 Português
Poesia/Geral MISTÉRIOS 0 20 10/19/2020 - 02:20 Português
Poesia/Geral OS SENTIDOS 0 19 10/18/2020 - 14:48 Português
Poesia/Geral IDONEIDADE 0 31 10/17/2020 - 14:11 Português
Poesia/Soneto INTRÉPIDO 0 20 10/17/2020 - 01:37 Português
Poesia/Soneto EMBALOS 0 27 10/12/2020 - 00:36 Português
Poesia/Geral FUTUM 0 24 10/12/2020 - 00:00 Português
Poesia/Geral FUTUM 0 35 10/11/2020 - 23:57 Português
Poesia/Geral DOUTRINA 0 30 10/06/2020 - 04:33 Português
Poesia/Geral AMAR 0 42 09/30/2020 - 02:36 Português
Poesia/Gótico AGONY 0 43 09/27/2020 - 00:58 Português
Poesia/Geral AGONY 0 114 09/27/2020 - 00:21 inglês
Poesia/Geral INDOMÁVEL 0 47 09/26/2020 - 15:45 Português
Poesia/Geral HISTÓRICO 0 42 09/18/2020 - 23:28 Português
Poesia/Geral IN NATURA 0 42 09/17/2020 - 00:36 Português
Poesia/Geral CONTEXTO IDEOLÓGICO 0 50 09/16/2020 - 02:05 Português
Poesia/Soneto FOGACHO 0 86 09/14/2020 - 03:31 Português
Poesia/Soneto DESTINO 0 47 09/09/2020 - 01:46 Português
Poesia/Soneto RETRATO DO MUNDO 0 89 09/07/2020 - 15:26 Português
Poesia/Geral SEARA METAFÍSICA 0 52 09/06/2020 - 22:22 Português
Poesia/Soneto INGRATIDÃO 4 196 09/06/2020 - 04:06 Português
Poesia/Soneto TORMENTA 0 72 09/06/2020 - 04:00 Português
Poesia/Geral GEOLOGIA DO SER 1 173 08/24/2020 - 15:54 Português
Poesia/Soneto DOSSIÊ ABUSIVO 0 95 08/19/2020 - 04:17 Português
Poesia/Soneto EU E O MUNDO 0 75 08/15/2020 - 04:36 Português