CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Jardim do Amor

Duas flores discutiam no jardim,
Ambas desejavam habitar meu coração...
Apenas uma poderia viver em mim,
A outra morreria de ilusão.

As flores lutavam solenemente,
Seus galhos eram despidos de espinhos,
Cada qual que exalasse um perfume diferente,
Sabiam que eu estava carente e sozinho!

Meu ego bebia alucinado
O néctar estonteante das flores,
Aroma que era freneticamente consumado
Em idílios apaixonantes dos grandes amores.

Minha sensibilidade observava aguçada
Uma luta que parecia não ter mais fim...
A essa altura todas as flores já estavam enamoradas,
Todas ardentemente desejosas por um pedacinho de mim!

Foi emocionante perceber aquele embate sem igual,
Um jardim inteiro exibindo seus oderes
Na atmosfera poética do ambiente natural
Para conquistar um coração vazio e aflito de temores.

De tanto lutarem para me conquistar,
As flores murcharam e caíam de seus galhos de mansinho...
Mesmo com o sabor inebriante deixado no ar,
Meu coração permanecia infinitamente sozinho!

Submited by

segunda-feira, novembro 23, 2009 - 01:59

Poesia :

No votes yet

imelo

imagem de imelo
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 3 dias 8 horas
Membro desde: 09/09/2009
Conteúdos:
Pontos: 1165

Comentários

imagem de MarneDulinski

Re: Jardim do Amor

De tanto lutarem para me conquistar,
As flores murcharam e caíam de seus galhos de mansinho...
Mesmo com o sabor inebriante deixado no ar,
Meu coração permanecia infinitamente sozinho!
MEUS PARABÉNS, LINDO POEMA, TENS QUE FAZER TUA OPÇÃO, SENÃO TODO JARDIM CAIRÁ DEMANSINHO, COMO DIZES!
MarneDulinski

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of imelo

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Geral ALMA DESNUDA 0 26 03/31/2020 - 23:56 Português
Poesia/Geral SUBJETIVISMO 0 23 03/31/2020 - 00:57 Português
Poesia/Soneto CIÚME 0 30 03/30/2020 - 03:28 Português
Poesia/Geral O PENSAMENTO 0 31 03/27/2020 - 00:10 Português
Poesia/Geral VETORIAIS 0 55 03/25/2020 - 05:00 Português
Poesia/Soneto VIÇO 0 49 03/24/2020 - 05:13 Português
Poesia/Soneto DIA FESTIVO 0 52 03/24/2020 - 02:51 Português
Poesia/Soneto BILATERAL 0 29 03/23/2020 - 04:17 Português
Poesia/Soneto SINTOMAS 0 54 03/21/2020 - 22:26 Português
Poesia/Soneto VESTÍGIOS 0 33 03/21/2020 - 21:51 Português
Poesia/Soneto PRINCÍPIOS 0 48 03/21/2020 - 02:29 Português
Poesia/Soneto INSTANTES ÚLTIMOS 0 33 03/20/2020 - 02:58 Português
Poesia/Geral DÚVIDAS 0 47 03/17/2020 - 03:26 Português
Poesia/Geral VÍRUS 0 67 03/14/2020 - 02:17 Português
Poesia/Soneto VEREDAS ÍNTIMAS 0 38 03/12/2020 - 02:46 Português
Poesia/Soneto MUNDO CÃO 0 106 03/11/2020 - 05:18 Português
Poesia/Amor SONATA DE AMOR 0 36 03/09/2020 - 01:56 Português
Poesia/Soneto O MUNDO 0 35 03/09/2020 - 00:02 Português
Poesia/Geral AUTOCÍDIO 0 103 03/08/2020 - 18:43 Português
Poesia/Soneto SAUDOSISMO 0 49 03/07/2020 - 04:02 Português
Poesia/Soneto MAR DE TERRA 0 56 03/06/2020 - 03:42 Português
Poesia/Soneto JUÍZO 0 86 03/01/2020 - 03:47 Português
Poesia/Geral INEXORÁVEIS 0 86 02/29/2020 - 01:40 Português
Poesia/Soneto AXIOMA 0 69 02/27/2020 - 02:33 Português
Poesia/Intervenção AJUDA 0 107 02/25/2020 - 01:11 Português