CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Mesmo assim

Mesmo assim

Meu cachorro é menos cachorro do que eu.

Meu lado humano não tem choro igual o seu.

O ser humano pleno não existe.

E o cachorro certo é o meu.

O vira-lata e vagabundo é teu.

O ser humano correto “conhece eu”.

Hipocrisia nossa, pois o que planta colhe seu
fruto.

Heresia na fossa de tanta santa fantasia.

Fruto do produto bruto ou pura azia.

Somos compostos de gostos e desgostos feitos.

Pouco ou muito peito.

Reviro-me ou me aceito.

Xingo-te ou mostro meu despeito.

Termino isto escrito meio sem jeito.

NOVO POETA. (W.Marques).

O NOVO POETA. (W.Marques).

Submited by

sábado, janeiro 9, 2010 - 16:53

Poesia :

No votes yet

onovopoeta

imagem de onovopoeta
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 22 semanas 4 dias
Membro desde: 04/19/2009
Conteúdos:
Pontos: 1469

Comentários

imagem de Gisa

Re: Mesmo assim

Termino isto escrito meio sem jeito.

as li com muito jeitinho, e mais ainda, amei. Também acho animais melhores que nós, seres humanos...Abraços

imagem de MarneDulinski

Re: Mesmo assim

BELO POEMA, LI COM MUITO JEITO, E GOSTEI COM DELEITE!
Marne

imagem de cecilia

Re: Mesmo assim

W. Marques,

Mesmo escrito sem jeito,
Virou poema bem feito,
Confio mais neste amigo fiel,
O Homem em geral e bicho cruel.

Cecilia Iacona

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of onovopoeta

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Pensamentos Santo do pau oco 0 516 11/03/2018 - 21:51 Português
Poesia/Geral Gemas acabrunhadas 0 159 10/19/2018 - 14:06 Português
Poesia/Geral Receio do remate 1 1.091 10/15/2018 - 16:47 Português
Poesia/Meditação Talvez um anjo 1 615 10/15/2018 - 16:46 Português
Poesia/Meditação Oscilação 1 1.258 10/15/2018 - 16:45 Português
Poesia/Geral Dito-cujo 2 407 10/15/2018 - 16:43 Português
Poesia/Geral Abstrato 2 1.059 03/15/2018 - 09:42 Português
Poesia/Amor Sobejar de paixão 2 275 03/15/2018 - 09:41 Português
Poesia/Geral Beiços de homens 1 408 02/27/2018 - 11:37 Português
Poesia/Meditação Morte e vida 1 660 02/27/2018 - 11:36 Português
Poesia/Amor Pétalas do amor 1 388 01/22/2018 - 14:58 Português
Poesia/Meditação 10 graças 1 512 05/29/2016 - 13:03 Português
Poesia/Geral Sinfônica saúde 0 618 04/22/2016 - 15:02 Português
Poesia/Geral Santas descabidas 0 669 02/21/2016 - 20:22 Português
Poesia/Amor Vinho triste 0 828 02/21/2016 - 20:20 Português
Poesia/Amor Lucidez abstrusa 0 1.291 12/24/2015 - 12:19 Português
Poesia/Geral Oportunista 0 614 11/07/2015 - 22:42 Português
Poesia/Geral Fluidos mínimos 0 624 09/23/2015 - 11:55 Português
Poesia/Geral Mortos odoríferos 0 1.074 07/21/2015 - 11:30 Português
Poesia/Amor Princesa do gueto (A morte da princesa). 0 935 06/13/2015 - 19:21 Português
Poesia/Meditação Dias encafifados 0 788 04/29/2015 - 12:07 Português
Poesia/Amor Amor de seis rimas 0 1.055 03/27/2015 - 12:29 Português
Poesia/Geral Mortos do vaso 0 912 02/15/2015 - 13:26 Português
Poesia/Amor Memórias de girasol 0 749 01/15/2015 - 11:12 Português
Poesia/Fantasia Luzes dos lampiros 0 899 12/23/2014 - 14:55 Português