CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

MISS UNIVERSO DE ANGOLA

A gente negra se engalana
Da África e do mundo inteiro
Miss Universo é uma angolana
Sou africano brasileiro

O racismo é daninha planta
Se esconde, mas pode ser vista
Por certo é espinho na garganta
Miss negra, para o racista

Que tenha proteção total
Das forças nas quais acredita
E a beleza supere o mal
Que em todo o lugar habita

Leve ao mundo a sua beleza
Racista é excremento na sola
Leila Lopes é “sua alteza”
Miss Universo de Angola.

Sérgio Teixeira

Bagé/RS

Submited by

quarta-feira, setembro 14, 2011 - 22:08

Poesia :

No votes yet

Sérgio Teixeira

imagem de Sérgio Teixeira
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 1 semana 14 horas
Membro desde: 01/24/2011
Conteúdos:
Pontos: 552

Comentários

imagem de antonioduarte

Muito bem rimado "MISS

Muito bem rimado "MISS UNIVERSO DE ANGOLA" apesar de dedicado, o poema transforma-se numa opinião certeira; digo que, o meu amigo, encontrou os soltos; aprimorando-lhes, carinhosamente, a revolta do pesar em cada sentença.

Adorei a forma como se exprime e aponta as vozes fantasmas, do racismo, que, infelizmente, ainda vive entre e com muitas falsidades.

Acredito que esta nobre "MISS" contenha uma enorme beleza que, mesmo não vislumbrada se aloje na sua atitude com os mais belos sentimentos.

É verdade que racista é excremento na sola e, mais ainda: De tamanha forma, que mesmo, por mais que se esfregue na relva e desapareça sua presença, mesmo assim, continuará o seu cheiro.

Muito bom. Gostei. Receba os meus parabéns.

Grande abraço.

 

imagem de Sérgio Teixeira

VALIOSO COMENTÁRIO

Amigo distante, poeta Antônio Duarte,

teu comentário é de inestimável importância para mim e agradeço cada palavra.

Minha história de vida é muito parecida com a tua, ou seja, sobrevivo materialmente com muita dificuldade, mas vivo muito bem pelo prazer que me dá fazer poesia e tentar ser um bom ser humano.

Seus poemas também são rimados o que também nos faz parecidos, apreciei-os muito mas não tenho capacidade para fazer comentários sobre seus trabalhos.

Eu jamais poderia pensar que um dia receberia aqui, em uma vila de Bagé,RS, elogios de um poeta de Portugal.

Agradeço imensamente e desejo muita saúde e sabedoria nos teus dias.

Fraterno abraço de

Sérgio Teixeira

Bagé/RS       

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Sérgio Teixeira

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Geral VIAGEM AO INTERIOR 0 37 11/19/2021 - 22:23 Português
Poesia/Geral A PIADA E O PASSARINHO 4 231 11/18/2021 - 16:37 Português
Poesia/Geral SONHANDO ACORDADO 2 484 10/27/2021 - 16:57 Português
Poesia/Geral OUTUBRO 0 90 10/01/2021 - 14:54 Português
Poesia/Geral SETEMBRO 4 487 09/21/2021 - 22:30 Português
Poesia/Fantasia A DÚVIDA 2 480 08/14/2021 - 20:49 Português
Poesia/Geral ABAIXO DE ZERO 0 171 07/29/2021 - 19:24 Português
Poesia/Geral QUEBRA CABEÇA 1 232 06/28/2021 - 14:38 Português
Poesia/Geral ALMA 0 264 05/17/2021 - 21:21 inglês
Poesia/Geral O PÃO E A LETRA 2 485 04/21/2021 - 22:20 Português
Poesia/Geral PERIGO REAL E IMEDIATO 2 417 04/08/2021 - 14:09 Português
Poesia/Geral A DERROTA DA MORTE 2 464 04/07/2021 - 14:46 Português
Poesia/Fantasia ETERNA INFÂNCIA 0 349 03/08/2021 - 00:19 inglês
Poesia/Geral PLANOS PARA O FUTURO 1 636 02/28/2021 - 10:18 Português
Poesia/Soneto SONETO DO MORTO VIVO 2 858 01/27/2021 - 16:26 Português
Poesia/Geral DÉCIMAS DO ATORMENTADO 2 395 01/27/2021 - 15:16 Português
Poesia/Soneto SONETO ANTAGÔNICO 3 683 01/27/2021 - 15:13 Português
Poesia/Geral DESEJO DE MORTE 4 356 01/24/2021 - 22:24 Português
Poesia/Geral DÉCIMAS DA PANDEMIA 1 498 12/04/2020 - 12:03 Português
Poesia/Soneto SONETO DA ESCURIDÃO 2 584 10/30/2020 - 11:15 Português
Poesia/Geral POEMA DO HOMEM INVISÍVEL 0 550 10/10/2020 - 19:45 Português
Poesia/Soneto SONETO À ESPERANÇA 1 473 09/21/2020 - 12:05 Português
Poesia/Geral DESPEDIDA 0 590 07/04/2020 - 20:40 Português
Poesia/Geral POR UNS E OUTROS MOTIVOS (RACISMO) 3 881 06/16/2020 - 20:07 Português
Poesia/Geral SOMOS TODOS IGUAIS (?) 2 879 05/25/2020 - 20:23 Português