CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

MORRER QUE POR DENTRO DA PELE VIVE

Estrada de infindas curvas,

palcos e tombos.

De curvas cuja berma escorre

para o abismo de um sem sorriso morrer,

morrer que por dentro da pele vive pendente

numa vertigem de ocos voos.

Em curva cuja visibilidade turva

com ecos de bofetadas untadas de passado.

Curvas cujo ângulo se despista

em nenhures de todo o lado.

Curvas cuja guinada

é uma recta de ansiedade.
.
.
Henrique Fernandes

Submited by

terça-feira, janeiro 27, 2015 - 15:59

Poesia :

No votes yet

Henrique

imagem de Henrique
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 9 anos 1 semana
Membro desde: 03/07/2008
Conteúdos:
Pontos: 34815

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Henrique

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Pensamentos DA POESIA 1 7.711 05/26/2020 - 22:50 Português
Videos/Outros Já viram o Pedro abrunhosa sem óculos? Pois ora aqui o têm. 1 42.557 06/11/2019 - 08:39 Português
Poesia/Tristeza TEUS OLHOS SÃO NADA 1 3.698 03/06/2018 - 20:51 Português
Poesia/Pensamentos ONDE O INFINITO SEJA O PRINCÍPIO 4 4.395 02/28/2018 - 16:42 Português
Poesia/Pensamentos APALPOS INTERMITENTES 0 4.164 02/10/2015 - 21:50 Português
Poesia/Aforismo AQUILO QUE O JUÍZO É 0 4.556 02/03/2015 - 19:08 Português
Poesia/Pensamentos ISENTO DE AMAR 0 6.281 02/02/2015 - 20:08 Português
Poesia/Amor LUME MAIS DO QUE ACESO 0 5.491 02/01/2015 - 21:51 Português
Poesia/Pensamentos PELO TEMPO 0 4.193 01/31/2015 - 20:34 Português
Poesia/Pensamentos DO AMOR 0 3.979 01/30/2015 - 20:48 Português
Poesia/Pensamentos DO SENTIMENTO 0 4.459 01/29/2015 - 21:55 Português
Poesia/Pensamentos DO PENSAMENTO 0 4.197 01/29/2015 - 18:53 Português
Poesia/Pensamentos DO SONHO 0 3.711 01/29/2015 - 00:04 Português
Poesia/Pensamentos DO SILÊNCIO 0 4.993 01/28/2015 - 23:36 Português
Poesia/Pensamentos DA CALMA 0 4.820 01/28/2015 - 20:27 Português
Poesia/Pensamentos REPASTO DE ESQUECIMENTO 0 3.890 01/27/2015 - 21:48 Português
Poesia/Pensamentos MORRER QUE POR DENTRO DA PELE VIVE 0 3.932 01/27/2015 - 15:59 Português
Poesia/Aforismo NENHUMA MULTIDÃO O SERÁ 0 3.646 01/26/2015 - 19:44 Português
Poesia/Pensamentos SILENCIOSA SOMBRA DE SOLIDÃO 0 4.619 01/25/2015 - 21:36 Português
Poesia/Pensamentos MIGALHAS DE SAUDADE 0 3.491 01/22/2015 - 21:32 Português
Poesia/Pensamentos ONDE O AMOR SEMEIA E COLHE A SOLIDÃO 0 3.320 01/21/2015 - 17:00 Português
Poesia/Pensamentos PALAVRAS À LUPA 0 4.513 01/20/2015 - 18:38 Português
Poesia/Pensamentos MADRESSILVA 0 3.396 01/19/2015 - 20:07 Português
Poesia/Pensamentos NA SOLIDÃO 0 3.810 01/17/2015 - 22:32 Português
Poesia/Pensamentos LÁPIS DE SER 0 3.955 01/16/2015 - 19:47 Português